???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/2432
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Acréscimo do grafema <r> em coda silábica: intervenção para casos de hipercorreção
Other Titles: Addition of the grapheme <r> in syllable coda: intervention for hypercorrection cases
???metadata.dc.creator???: CESAR, Helena Horvat de Farias 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Roberto, Tania Mikaela Garcia
???metadata.dc.contributor.referee1???: Roberto, Tania Mikaela Garcia
???metadata.dc.contributor.referee2???: Coelho, Fábio André Cardoso
???metadata.dc.contributor.referee3???: Ribeiro, Roza Maria Palomanes
???metadata.dc.description.resumo???: Este estudo investiga um caso específico de hipercorreção na escrita de estudantes dos anos finais do ensino fundamental: o acréscimo indevido do grafema <r> em posição de coda silábica, cunhado no presente estudo como erregrafismo. Foram encontrados registros em diferentes classes gramaticais, como, por exemplo, “vocêr” (você), “meninor” (menino), “estar” (está), entre outros. A hipercorreção é uma busca excessiva de correção, como o termo por si só indica. O fenômeno é produzido quando o indivíduo interpreta como incorreta uma forma correta da língua, consequentemente acaba trocando por uma outra forma que considera culta. Isso ocorre por insegurança linguística, uma vez que as regras da norma-padrão ainda não foram interiorizadas. Sendo assim, a presente pesquisa tem como objetivo geral minimizar os casos de hipercorreção do chamado erregrafismo em posição de coda silábica na escrita de alunos de uma turma de 9º ano do Ensino Fundamental, por meio de uma proposta de intervenção pedagógica que auxilie na devida representação ortográfica em relações regulares morfológico-gramaticais. Em consonância com esse objetivo principal, têm-se os seguintes objetivos específicos: 1) identificar os contextos nos quais o chamado erregrafismo ocorre com mais frequência; 2) desenvolver estratégias adequadas à minimização do fenômeno de hipercorreção estudado na pesquisa proposta, nos diferentes contextos nos quais ele se manifesta. A hipótese que norteia este trabalho é que questões de consciências fonológica e morfológica abordadas na proposta de intervenção formuladas para esta pesquisa contribuem para a devida aplicação do grafema <r> em posição final de vocábulo, minimizando, dessa forma, casos de hipercorreção na escrita de estudantes do EF. A metodologia utilizada está ancorada à pesquisa-ação, segundo o pensamento de Thiollent (2011). Da análise de dados, concluiu-se que alguns alunos, por apresentarem lacunas na percepção da tonicidade silábica e na segmentação da palavra em sílabas, inicialmente tiveram dificuldades em realizar alguns exercícios propostos. Entretanto, no decorrer da intervenção, constatou-se que atividades de comparação de palavras, buscando perceber as semelhanças e/ou diferenças entre elas, fizeram com que os aprendizes consolidassem correspondências entre unidades sonoras (fonemas) e unidades gráficas (grafemas1), auxiliando, assim na aprendizagem das regularidades fonêmico-grafêmicas morfológico-gramaticais. Outra constatação relevante foi que atividades envolvendo pseudopalavras mostraram que apesar de desconhecerem algumas palavras inventadas, os alunos lançaram mão de conhecimentos morfológicos para escreverem tais vocábulos, mostrando dessa forma a importância da consciência morfológica na ortografia.
Abstract: This study investigates a specific case of overcorrection in the writing of students in the final years of elementary school: the improper addition of the grapheme <r> in the position of a syllable coda, based on present study as “erregrafismo”. Records were found in different grammatical classes, such as "you", "boy", "to be", among others. Overcorrection is an excessive search for correction, as the term itself indicates. The phenomenon is produced when the individual interprets as incorrect a correct form of the language, consequently ends up exchanging in another form that considers cultured. This is due to linguistic insecurity, since the rules of the standard have not been internalized yet. Therefore, the present research has as general aim to minimize the cases of hypercorrection of the so-called “erregrafismo” in the position of a syllabic coda in the writing of students of a class of 9th grade elementary school, through a proposal of pedagogical intervention that assists in due representation orthographic in regular morphological-grammatical relations. In line with this main objective, the following specific objectives have been identified: 1) to identify the contexts in which so-called “erregrafismo” occurs most frequently; 2) develop adequate strategies to minimize the phenomenon of hypercorrection studied in the proposed research, in the different contexts in which it manifests itself. The hypothesis that guides this work is that questions of phonological and morphological awareness addressed in the intervention proposal formulated for this research, contribute to the proper application of the grapheme <r> in final position of the word, thus minimizing cases of hypercorrection in writing of students of elementary school. The methodology used is anchored to action research according to Thiollent's (2011) thinking. From the analysis of data, it was concluded that some students, due to the lack of syllabic tone perception and word segmentation in syllables, initially had difficulties in performing some proposed exercises. However, in the course of the intervention, it was found that the activities of comparison of words, seeking to perceive the similarities and / or differences between them, allowed the learners to consolidate correspondences between sound units (phonemes) and graphic units (graphemes) Thus, in the learning of morphological-grammatical phonemic-grapheme regularities. Another relevant finding was that activities involving pseudowords showed that although they did not know some invented words, the students used morphological knowledge to write such words, thus showing the importance of morphological awareness in spelling.
Keywords: Hipercorreção
Ortografia. Grafema <r>
Erregrafismo
Consciência fonológica
Overcorrection
Orthography. Grapheme <r>
Phonological awareness
???metadata.dc.subject.cnpq???: Linguagens e Letramentos
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
???metadata.dc.publisher.initials???: UFRRJ
???metadata.dc.publisher.department???: Instituto de Ciências Humanas e Sociais
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Letras
Citation: CESAR, Helena Horvat de Farias. Acréscimo do grafema <r> em coda silábica: intervenção para casos de hipercorreção. 2017. 135 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Letras). Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, RJ, 2017.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/2432
Issue Date: 27-Apr-2017
Appears in Collections:MESTRADO PROFISSIONAL EM LETRAS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017 - Helena Horvat de Farias Cesar.pdfDocumento principal3.39 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.