???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/tede/398
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Potencial antioxidante e aspectos químicos e físicos das frações comestíveis (polpa e cascas) e sementes de Jamelão (Syzygium cumini, L. Skeels).
Other Titles: Antioxidant potencial and physical and chemical aspects of eatable fraction (pulp and peel) and seeds of Jamelão (Syzygium cumini, L. Skeels).
???metadata.dc.creator???: Sá, Ana Patrícia Correia da Silva e 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Srur, Armando Ubirajara Oliveira Sabaa
???metadata.dc.description.resumo???: Apesar de ser utilizado por muitos indivíduos para fins terapêuticos e a literatura disponibilizar diversos resultados de pesquisas relacionados aos efeitos da utilização de casca do caule, folhas, frutos e sementes do jamelão ou jambolão (Syzygium cumini, L. Skeels) na forma de extratos e/ou infusões na prevenção, tratamento e/ou cura de certas doenças crônicodegenerativas não transmissíveis como diabetes melitus não insulino-dependente, doenças cardiovasculares, bem como, na destruição de microorganismos e tratamento de alergias e/ou infecções, poucos trabalhos experimentais foram realizados com o objetivo de demonstrar o conteúdo orgânico e mineral dessa espécie vegetal. Devido à escassez desse tipo de informações, este fruto não é encontrado em comércios, sendo a excessiva produção desprezada nos próprios pés das arvores na época de safra. Desta forma, este estudo teve como objetivo avaliar os aspectos químicos e físicos da fração comestível (FC), constituída por polpa e casca e fração de sementes (FS) do jamelão, além de determinar seu potencial antioxidante e possível incorporação desse fruto na industria alimentícia para a produção de sucos, geléias, polpas, chás e utilização na dieta do brasileiro. As determinações realizadas demonstraram uma concentração média de 84,93 % + 0,19 e 61,29 % + 0,71 de umidade, 9,97 % + 0,94 e 35,65 % + 0,89 de carboidratos totais, 1,86% + 0,26 e 1,99% + 0,13 de proteínas, para FC e FS, respectivamente. A fração lipídica correspondeu a 0,55 % + 0,12 (FC) e 0,21 % + 0,02 (FS). Além disso, foram determinados os minerais, na concentração de 0,62% (FC) e 0,86 % (FS), destacando-se a presença dos elementos Cr, I, K, Ca, Na, Mg, Fe, Mn, Zn, Cu, Al, Rb, Pb e Ba. O potencial antioxidante desse fruto foi pesquisado através das análises por ORAC, TEAC, DPPH e quantificação de antocianinas e o resultado revelou médias de 68,5 mg de antocianinas/ 100 g de amostra, 262,13 μmol. Eq Trolox / 100g de amostra no TEAC, 222,57 μmol. Eq Trolox / 100g de amostra no DPPH e ORAC o valor de 1384,5 μmol. Eq Trolox / 100g de amostra, inserindo o jamelão na lista de frutas já estudadas, entre as dez com maior potencial antioxidante, equiparando-se ao açaí. Nesse sentido, devem ser realizadas intervenções com objetivo de inserir este fruto no cardápio popular do brasileiro. Palavras-chave: Jamelão, conteúdo orgânico-mineral, potencial antioxidante.Apesar de ser utilizado por muitos indivíduos para fins terapêuticos e a literatura disponibilizar diversos resultados de pesquisas relacionados aos efeitos da utilização de casca do caule, folhas, frutos e sementes do jamelão ou jambolão (Syzygium cumini, L. Skeels) na forma de extratos e/ou infusões na prevenção, tratamento e/ou cura de certas doenças crônicodegenerativas não transmissíveis como diabetes melitus não insulino-dependente, doenças cardiovasculares, bem como, na destruição de microorganismos e tratamento de alergias e/ou infecções, poucos trabalhos experimentais foram realizados com o objetivo de demonstrar o conteúdo orgânico e mineral dessa espécie vegetal. Devido à escassez desse tipo de informações, este fruto não é encontrado em comércios, sendo a excessiva produção desprezada nos próprios pés das arvores na época de safra. Desta forma, este estudo teve como objetivo avaliar os aspectos químicos e físicos da fração comestível (FC), constituída por polpa e casca e fração de sementes (FS) do jamelão, além de determinar seu potencial antioxidante e possível incorporação desse fruto na industria alimentícia para a produção de sucos, geléias, polpas, chás e utilização na dieta do brasileiro. As determinações realizadas demonstraram uma concentração média de 84,93 % + 0,19 e 61,29 % + 0,71 de umidade, 9,97 % + 0,94 e 35,65 % + 0,89 de carboidratos totais, 1,86% + 0,26 e 1,99% + 0,13 de proteínas, para FC e FS, respectivamente. A fração lipídica correspondeu a 0,55 % + 0,12 (FC) e 0,21 % + 0,02 (FS). Além disso, foram determinados os minerais, na concentração de 0,62% (FC) e 0,86 % (FS), destacando-se a presença dos elementos Cr, I, K, Ca, Na, Mg, Fe, Mn, Zn, Cu, Al, Rb, Pb e Ba. O potencial antioxidante desse fruto foi pesquisado através das análises por ORAC, TEAC, DPPH e quantificação de antocianinas e o resultado revelou médias de 68,5 mg de antocianinas/ 100 g de amostra, 262,13 μmol. Eq Trolox / 100g de amostra no TEAC, 222,57 μmol. Eq Trolox / 100g de amostra no DPPH e ORAC o valor de 1384,5 μmol. Eq Trolox / 100g de amostra, inserindo o jamelão na lista de frutas já estudadas, entre as dez com maior potencial antioxidante, equiparando-se ao açaí. Nesse sentido, devem ser realizadas intervenções com objetivo de inserir este fruto no cardápio popular do brasileiro.
Abstract: In spite of being used by many individuals for therapeutic ends and the literature shows several results of researches related to the effects of use of peel of the stem, leaves, fruits and seeds of jamelão or jambolão (Syzygium cumini, L. Skeels) as extracts or infusions in the prevention, treatment or cure of certain chronic-degenerative diseases non transmissible as diabetes mellitus insulin-dependent, cardiovascular diseases, as well as in the destruction of microorganisms and treatment of allergies or infections, few experimental works were accomplished with the objective of demonstrating the organic and mineral content of that vegetable species. Due to shortage of that type of information, this fruit is not found in trades, being the excessive production despised in time of crop. This study had as objective evaluate the chemical and physical aspects of the eatable fraction (FC), constituted by pulp and peel, and fraction of seeds (FS) of the jamelão, besides determining its antioxidant potential and possible incorporation of that fruit in the nutritious industry for the production of juices, jellies, pulps, teas and use in brazilian people diet. The accomplished determinations demonstrated a medium concentration of 84,93 % + 0,19 and 61,29 % + 0,71 of humidity, 9,97 % + 0,94 and 35,65 % + 0,89 of total carboydrates, 1,86% + 0,26 and 1,99% + 0,13 of proteins, for FC and FS, respectively. The lipid fraction corresponded to 0,55 % + 0,12 (FC) e 0,21 % + 0,02 (FS). Besides, there were certain minerals, in the concentration of 0,62% (FC) and 0,86% (FS), standing out the presence of the elements Cr, I, K, Ca, Mg, Fe, Mn, Zn, Cu, Al, Rb, Pb and Ba. The antioxidant potential of that fruit was researched through analyze for ORAC, TEAC, DPPH and antocianins quantification and the results revealed averages of 68,5 antocianins mg / 100 g of sample, 262,13 μmol. Eq Trolox / 100g of sample in TEAC, 222,57 μmol. Eq Trolox / 100g of sample in DPPH and ORAC the value of 1384,5 μmol. Eq Trolox / 100g of sample, inserting the jamelão in the list of the most potential antioxidants fruits, being compared to the açaí. In this way, interventions must be realized with the objective of inserting this fruit in the brazilian diet.
Keywords: organic-mineral content
antioxidant potential.
jamelão
conteúdo orgânico-mineral
potencial antioxidante.
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::CIENCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
???metadata.dc.publisher.initials???: UFRRJ
???metadata.dc.publisher.department???: Ciências Agrárias
???metadata.dc.publisher.program???: Curso de Pós-graduação em Ciência e Tecnologia de Alimentos
Citation: SÁ, Ana Patrícia Correia da Silva e. Antioxidant potencial and physical and chemical aspects of eatable fraction (pulp and peel) and seeds of Jamelão (Syzygium cumini, L. Skeels).. 2008. 88 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, 2008.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/tede/398
Issue Date: 17-Mar-2008
Appears in Collections:MESTRADO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2008 - Ana Patricia Correia da Silva e Sa.pdf1.81 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.