???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/tede/804
???metadata.dc.type???: Tese
Title: Avaliação experimental e estudos a campo relacionados a Theileria equi (Laveran, 1901) Mehlhorn & Schein, 1998 em Canis familiaris no Município de Seropédica - Estado do Rio de Janeiro, Brasil
Other Titles: Experimental Assessment and Field studies about Theileria equi (Laveran, 1901) Mehlhorn & Schein, 1998 in Canis familiaris in municipality of Seropédica - State of Rio de Janeiro, Brazil
???metadata.dc.creator???: Silva, Gil Vicente Oliveira da 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Massard, Carlos Luiz
First advisor-co: Almeida, Fernando Queiroz
Second Advisor-co: Barreira, Jairo Dias
???metadata.dc.description.resumo???: As piroplasmoses eqüinas são doenças que variam de progressão debilitante a fatal, tendo como agentes causais às espécies Theileria equi e Babesia caballi. A manutenção dessas espécies na natureza, bem como a habilidade de dispersão das mesmas, são fatores limitantes quanto ao melhoramento genético dos plantéis eqüinos tendo em vista as restrições internacionais referentes ao trânsito de animais acometidos com estes patógenos. No Brasil, em termos econômicos estas parasitoses assumem grande vulto tendo em vista que o plantel nacional de eqüinos é estimado em 5.800.000 de cabeças que somado aos asininos chega-se ao total de 8.300.000. A elucidação dos elos referentes à história natural da doença, sobretudo os que propiciam a perpetuação da mesma em nossos plantéis, torna-se urgente e necessário. Nota-se que algumas espécies mantêm um convívio estreito com eqüídeos dentre as quais a Canis familiaris. Com o propósito de avaliar a possibilidade da espécie C. familiaris estar envolvida na cadeia epizootiológica da espécie T. equi, utilizamos duas abordagens: experimental e epizootiológica. Para a primeira, utilizando materiais procedentes de dezessete cães adultos e filhotes os quais foram divididos em três grupos: G1 Cães filhotes; G2 Cães adultos; G3 Cães adultos e filhotes imunossuprimidos, mantidos livres de ixodídeos, desde a ocasião do nascimento até o término das avaliações experimentais referentes à possibilidade da espécie C. familiaris ser hospedeira viável de T. equi. Para avaliar o estabelecimento da T. equi nestes animais, foram utilizadas para isto as seguintes ferramentas diagnósticas: aspecto parasitológico - esfregaços sanguíneos à microscopia óptica de imersão; sorológico - por meio de pesquisa de anticorpos anti-T. equi, utilizando a reação de imunofluorescência indireta (RIFI); e molecular, utilizando quatro diferentes protocolos de reação de polimerização em cadeia (PCR), nos seguintes materiais: sangue total com EDTA; fragmentos de diversos órgãos; ninfas de Boophilus microplus e adultos de Rhipicephalus sanguineus. No segundo momento, Avaliou-se, por três vezes, doze cães provenientes de área de estabilidade enzoótica para T. equi com estreita convivência com cavalos desde a ocasião de seus nascimentos, utilizou-se para isto a MOI e RIFI, formando o grupo G4. Os resultados foram negativos em todas as observações. Conclui-se que a espécie T. equinão se mostrou hábil quanto ao estabelecimento e desenvolvimento em C. familiaris, e que esta espécie não está envolvida na cadeia epizootiológica natural da T. equi, no Município de Seropédica, Estado do Rio de Janeiro, Brasil.
Abstract: The equines piroplasmosis are diseases that may cause debilitating progress or fatal episodies, its etiologic agents are the species Theileria equi and Babesia caballi. The maintenance of these species in nature, as well as the widespread ability, are limitants factor to genetic improvement of equines herds in view of the internationals restrictions referring the accomited animals transit with these patogens. In Brazil, in economic terms these patogens have a great importance because the national erd is stimated in 5,800,000 of animals, that dropped with the asinines, arrive in 8,300,000 of animals. The eluciding of links to the natural disease history, overall the ones that propitiate the perpetuation of it in our herds, becomes urgent and necessary. Note that some species have a sight convivence with equines, among it is the Canis familiaris. With purpose to evaluate the possibility of C. familiaris to be involved on epizootiologic natural chain of T. equi, we used two boarding: experimental and epizootiologic. For the first, using material from seventeen dogs and puppies that were divided in three groups: G1 Puppies; G2 Dogs; G3 immunossuprimitted dogs and puppies, both ixodids-free since birth until end of experimental evaluations referring the possibility to C. Familiaris to be a able host to T. equi. to evaluate the occurrence of T. equi in these animals, were used some diagnostic tools, as follow: parasitologic aspect blood smears in immersion optical microscopy (IOM); sorology: using research of antibodies against T. equi, with immunofluorescence indirect test (IFT); and molecular using four differents protocols of polimerase chain reaction (PCR), in follow material: blood with EDTA; fragment of tissues; Boophilus microplus nymphs and Rhipicephalus sanguineus in adult stage. In the second moment, evaluated, for three times, twelve dogs from enzootic stability area to T. equi with a sight convivence with horses since birth occasions, using for it IMO and IFT, forming G4 group. The results were negatives in all observations. Concluding that the T. equi specie did not show the ability to establishment and development in C. Familiaris; and that specie do not involved in epizootiologic natural chain of T. equi, in municipality of Seropedica, State of Rio de Janeiro, Brazil.
Keywords: epizootiologia
equino
piroplasmose
epizootiology
equine, piroplasmosis
???metadata.dc.subject.cnpq???: Parasitologia
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
???metadata.dc.publisher.initials???: UFRRJ
???metadata.dc.publisher.department???: Instituto de Veterinária
???metadata.dc.publisher.program???: Curso de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias
Citation: SILVA, Gil Vicente Oliveira da. Avaliação experimental e estudos a campo relacionados a Theileria equi (Laveran, 1901) Mehlhorn & Schein, 1998 em Canis familiaris no Município de Seropédica - Estado do Rio de Janeiro, Brasil. 2006. 64 f. Tese (Doutorado em Ciências Veterinárias) - Instituto de Veterinária, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica - RJ, 2006.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/tede/804
Issue Date: 19-Apr-2006
Appears in Collections:DOUTORADO EM CIÊNCIAS VETERINÁRIAS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2006 - Gil Vicente Oliveira da Silva.pdf2.13 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.