???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/tede/612
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Qualidade na Cadeia da Carne Bovina: o Caso da Carne Orgânica
Other Titles: Quality in the Bovine Meat Chain: The Organic Meat Case
???metadata.dc.creator???: Ramos Filho, Fabio Sampaio Vianna 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Wilkinson, John
???metadata.dc.description.resumo???: A dissertação aborda a cadeia da carne bovina por meio de um levantamento de dados dos últimos anos, permitindo uma análise sobre seu funcionamento e uma visão geral sobre a sua dinâmica. O comportamento do mercado consumidor de carne bovina no mundo e no Brasil indica tendências para um novo padrão de demanda. A premissa inicial é sobre os novos padrões de demanda com enfoque na questão da qualidade e da segurança do alimento. A partir desta premissa, parte-se do pressuposto de que o mercado de alimentos orgânicos apresenta um crescimento movido as novas demandas de consumo por alimentos de qualidade. O objetivo da dissertação é estudar o processo da construção de novas redes de produção e de consumo de carne bovina, com a hipótese de que as recentes transformações do mercado de carnes são movidas por uma demanda de consumo, baseada em rígidas normas e critérios de qualidade e segurança alimentar. O desenvolvimento da pecuária orgânica é pautado em protocolos de controle como a certificação dos alimentos orgânicos e dos demais instrumentos legais e de controle exigidos nos mercados de carnes. A priori, a produção de carne orgânica atende às exigências sobre os padrões da demanda apontados pelo mercado. A questão da qualidade e da segurança do alimento é discutida na dissertação e abre-se um debate sobre a influência da complexidade na dinâmica da cadeia sobre a demanda de consumo. A dissertação busca nos princípios da Nova Sociologia Econômica uma base para a discussão teórica sobre a dinâmica da cadeia da carne e a demanda de consumo. A teoria das convenções e a teoria sócio-técnicas, por meio dos autores contemporâneos, são recorridas para explorar analiticamente as relações e os comportamentos dos agentes envolvidos. Procura-se entender a tendência das novas formas de organização da cadeia por meio de uma análise sobre as relações sociais e econômicas entre os agentes dos diversos segmentos envolvidos. As novas formas são representadas por redes e alianças construídas em torno de objetivos voltados a atender o mercado consumidor de forma direta, com um produto diferenciado e uma marca que agregue valores econômicos, sociais e ambientais. Os resultados demonstram, que para realizar uma análise do potencial de mercado é necessário explorar de forma analítica a dinâmica de consumo. As bases teóricas consideradas na dissertação não são suficientes para aprofundar a análise nas questões da dinâmica de consumo. As novas formas de organização na cadeia da carne orgânica buscam na teoria das convenções, um embasamento de que as regras são definidas a partir do relacionamento entre os atores e que este processo coletivo contribui para a construção de novos padrões tecnológicos e de qualidade. A dissertação conclui que é necessário aprofundar os estudos e análises das novas redes e alianças de carne orgânica, introduzindo bases teóricas que colaborem para o entendimento sobre estas novas iniciativas no enfoque da sociologia do consumo.
Abstract: This dissertation involves a study on the bovine meat chain based on data collecting of the last years leading to an analysis about its functioning and a general view on its dynamics. The behavior of the bovine meat consumer market both worldwide and in Brazil tends to follow a new demand pattern. The initial premise is about the new demand patterns focusing on the issues of food quality and food security. From this premise it is believed that the organic food market presents a growth due to the new demands for quality food consumption. The aim of this dissertation is to study the process of building new production and consumption networks of bovine meat, following the hypothesis that recent transformations in the meat market are triggered by a consumption demand based on strict regulations and criteria of quality and food security. The development of organic cattle is based on control protocols as the certification for organic food and of other legal and control tools demanded by the meat market. It is presupposed that the organic meat production meets the requirements on demand patterns indicated by the market. The question on food security and quality is discussed in this dissertation and a new debate is opened on the complexity influence of the chain dynamics on consumption demand. This dissertation uses the principles of the New Economic Sociology to build a theoretical discussion on the dynamics of the meat chain and the consumption demand. Based on contemporary authors, the convention theory and the socio-technical theories are used to analytically explore the relationship and the behavior of the agents involved. We try to understand the tendency of the new forms of chain organization through an analysis on social and economic relations among the agents of the different involved segments. The new forms are represented by networks and alliances built around targets which are meant to take care of the consuming market in a direct way using a differentiated product and a mark that adds economic, social and environmental values. The results show that in order to analyze the potential market, it is necessary to analytically explore the consumption dynamics. The theoretical basis used in this dissertation is not enough to deepen the analysis on the issues of consumption dynamics. The new ways of organization of the organic food chain uses a principle from the theory of conventions which defines the rules starting from the relationship between the actors and that this collective process contributes to the construction of new technological and quality patterns. The dissertation concludes that it is necessary to deepen the studies and analyses of the new organic food networks and alliances by introducing theoretical principles that may help the understanding of this new initiative on the light of the sociology of consumption.
Keywords: qualidade e segurança do alimento
demanda de consumo
carne orgânica
food quality and food security
consumption demand
organic food
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
???metadata.dc.publisher.initials???: UFRRJ
???metadata.dc.publisher.department???: Ciências Sociais Aplicadas
???metadata.dc.publisher.program???: Curso de Pós-Graduação em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade
Citation: RAMOS FILHO, Fabio Sampaio Vianna. Quality in the Bovine Meat Chain: The Organic Meat Case. 2006. 167 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais Aplicadas) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, 2006.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/tede/612
Issue Date: 28-Aug-2006
Appears in Collections:MESTRADO EM CIÊNCIAS SOCIAIS EM DESENVOLVIMENTO, AGRICULTURA E SOCIEDADE

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2006-Fabio Sampaio Vianna Ramos Filho.pdf1.31 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.