???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/tede/458
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Funcionamento hidrológico de nascentes em microbacias instáveis, Barra de Guaratiba - RJ
Other Titles: Hydrological functioning of springs on instable watersheds, Barra de Guaratiba - RJ
???metadata.dc.creator???: Cortines, Erika 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Valcarcel, Ricardo
???metadata.dc.description.resumo???: O levantamento e caracterização das fontes de abastecimento de água em Barra de Guaratiba, RJ, pode ser uma importante variável para o planejamento ambiental, uma vez que ela advem de 88 microbacias (0,02 e 38 ha) com características ambientais pouco propícias ao armazenamento de água nas encostas: declividade média de 60%, solos rasos das classes Cambissolos, Argissolos e Neossolos Litólicos. As encostas apresentam variação altitudinal entre zero e 345 m, predomínio de vegetação nos terços intermediários e superiores e usos urbanos no terço inferior (4.380 habitantes). A pluviosidade média anual (1.300 mm) é bem distribuída ao longo do ano, podendo ocorrer tormentas tropicais. Todas estas características conferem alto grau de instabilidade aos seus ecossistemas, onde a elevada velocidade da água gera diferentes processos erosivos: erosão laminar, sulcos, deslizamentos, solapamento e rolamento matacões, que podem se depositar nas drenagens, modificando as condições hidrológicas locais. A combinação destes fatores conferem baixa capacidade de administração de água nas encostas das microbacias, sendo um dos motivos que justificaram o reflorestamento de 96,3 ha em 1995 pela Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, englobando 69% da área de captação das nascentes. Foram registrados 28 afloramentos de água perenes, 11 localizados em seis microbacias, responsáveis pelo abastecimento exclusivo de 150 famílias. As nascentes foram classificadas em função dos seus processos hidrológicos responsáveis pela administração de água, em: Calhas Entulhadas - armazenamento no leito dos talvegues assoreados (24 unidades); Encosta - armazenamento por controles estruturais subterrâneos das encostas (3 unidades); e Poços - lençol freático profundo (1 unidade). . Uma nascente de encosta foi estudada em maiores detalhes. Ela apresentou área de influencia direta (AID) de 300 m2, vazão média de 5,00 l/h (período de estiagem) e de 7,36 l/h (período chuvoso), evidenciando que as condições micro-topográficas podem determinar sua perenidade em função de processos hidrológicos específicos. A variação espacial da umidade do solo na AID indica que há pontos de recarga saturados em diferentes locais e profundidades, onde a textura do solo explica parcialmente esta variação. A distribuição espacial da vegetação ripária espontânea ratificou os resultados de umidade. Nos trechos de maior umidade, o índice de diversidade de Shannon da regeneração foi de H = 4,75 e houve uma distribuição igualitária das espécies, sendo o índice de equabilidade de Simpson de 0,96. A riqueza total encontrada para a regeneração foi de 91 espécies e a abundância de 458 indivíduos. A cobertura de copa variou pouco (de 79 a 81%) ao longo do ano, indicando uma constância na oferta de água. As camadas superficiais do solo (primeiros 15-20 cm) não são adensadas, otimizando a recarga da nascente. As camadas se adensam com o afastamento da nascente e aumento da argila, funcionando como áreas de reserva de umidade. As áreas próximas à nascente apresentaram solo arenoso e pouco adensado, facilitando a transmissão e recarga da nascente. Foram observados a formação de micro pipes, que podem também contribuir para o abastecimento de nascentes em microbacias instáveis.
Abstract: The characterization and surveying of water supply from Barra de Guaratiba, RJ might be an important variable to environmental planning, as they come from 88 small watersheds (0,02 to 38 ha) with low capacity of water storage at the hillside with: medium declivity of 60% and shallow soils from the classes Cambissolo, Argissolo e Neosolo Litólico, with slopes varying its altitude from zero to 345 meters, with vegetation predominating at the medium and high portion of hill and the urban occupation at the bottom part (4.380 people). Annual rainfall (1.300 mm) is well distributed along year but it might occur tropical tempests. All these characteristics conferee high functional instability to ecosystems, where waters high velocity generates diverse erosive processes: sheet erosion, grooves, landslides, undermine process and displacement of rocks that can deposit at drainages, modifying local hydrological conditions. These combined factors conferee low administration capacity to the watersheds, being one of the reasons for reforestation of 96,3 ha by the Rio de Janeiro City County, enclosing 69% from springs water capiture areas. It was registered 28 water springs and 11 of them are located on six watersheds and are responsible for water supply to 150 families. Springs where classified by hydrological processes responsible for water adiministration on: Calhas entulhadas - water storage on river bed filled up with sediments (24 units); Encosta - storage by a slope subsoil structural controls (3 units); and Poço - deep water bed (1 unit). An encosta spring was studied in more details. It showed a Direct Influence Area (AID) of 300 m2, medium outflow of 5,00 l/h (dry period) and 7,36 l/h (rainy period), showing that micro-topographic conditions can determinate its perennity in function of speciffic hydrologhical processes. Spatial variation of soil humidity at AID indicated that saturation of recharge points occur at different regions and deepths, where soil texture explains partialy this variation. Distribution of the vegetal sponttaneous regeneration rectyfied humidity results. On areas with high humidity levels Shannon index reached H = 4,75 and species where distributed more equaly with a Simpson index of 0,96. Total Richness for regeneration was 91 species and Abundance of 458 individuals. Canopy cover varied little (from 79 to 81%) along the year, indicating constacy on water offer. Superficial soil layers (first 15-20 cm) are not dense, optimazing springs recharge. Soil Layer get more dense away from spring and with clay improve, acting as humidity reserve areas. Areas near the spring have low density sandy soils, facilitating water transmition and spring recharge. We could observe the formation of micro pipes that might be contribuing to springs water suply at the instable watersheds.
Keywords: recarga de aqüíferos
hidrologia florestal
serviços ambientais.
aquifers recharge
forest hydrology
environmental services.
???metadata.dc.subject.cnpq???: Recursos Florestais e Engenharia Florestal
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
???metadata.dc.publisher.initials???: UFRRJ
???metadata.dc.publisher.department???: Ciências Agrárias
???metadata.dc.publisher.program???: Curso de Pós-Graduação em Ciências Ambientais e Florestais
Citation: CORTINES, Erika. Funcionamento hidrológico de nascentes em microbacias instáveis, Barra de Guaratiba - RJ. 2008. 92 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, 2008.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/tede/458
Issue Date: 18-Mar-2008
Appears in Collections:MESTRADO EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS E FLORESTAIS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2008- Erika Cortines01.pdf2.62 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.