???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/tede/697
???metadata.dc.type???: Tese
Title: Estado e desenvolvimento na Amazônia: a inclusão amazônica na reprodução capitalista brasileira.
Other Titles: State and developmente in the Amazônia: the Amazonian inclusion in the Brazilian capitalist reproduction.
???metadata.dc.creator???: Marques, Gilberto de Souza 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Botelho, Gilberto Garcia
???metadata.dc.description.resumo???: A Amazônia viveu uma crise em sua economia desde que a produção de borracha entrou em decadência a partir de 1911. As ações estatais federais em relação à região se mantiveram em proporções modestas até os anos 1950. Desta década em diante a ação estatal começa a mudar e é intensificada na década de 1960 e, principalmente, nos anos 1970 com os governos militares. Constituiu-se, então, um projeto nacional para a Amazônia que a colocou como produtora de produtos naturais, destacadamente minerais e voltados para o mercado internacional. Com os grandes projetos as decisões importantes sobre o desenvolvimento regional foram tomadas fora da região, na associação Estado brasileiro, grande capital privado nacional e capital multinacional. Respondia-se assim às necessidades da acumulação capitalista brasileira. Neste processo a Sudam e a burguesia regional foram deslocadas do centro de decisões sobre a Amazônia, ficando à margem do mesmo. Assim, diferentemente da idéia comum, não acreditamos que devamos buscar a crise do modelo de desenvolvimento e planejamento amazônico e da própria Sudam somente nos anos 1980-1990. Suas razões explicativas estão assentadas principalmente no projeto nacional definido para a Amazônia nas décadas anteriores, particularmente nos anos 1970. A inserção amazônica no desenvolvimento capitalista brasileiro representou um projeto, antes de tudo, voltado para o capital e, em muitos aspectos, apresentou uma face mais conservadora que a chamada modernização conservadora nacional.
Abstract: Amazônia experienced a crisis in its economy caused by the decadence in the production of rubber occured from 1911. The federal government actions concerning the Amazônia region remained modestly until the 50 s. From this decade the government actions began to change and to be intensified in the 60 s and, mainly, in the 70 s with the military governments. Thus, a national project was constituted reaching Amazônia as a producer of natural products, mainly minerals, aiming the international consumption. Once the big projects were done, the important decisions concerning the regional development were arranged outside the region, in the brazilian State association, great private national capital and mutinational capital. In this way, the questions for the necessities of the brazilian capitalist accumulation were answered. During this process, Sudam and the regional bourgeoisie were displaced from the the center of the decisions concerning Amazônia, being at the edge of the process. Thus, differently from the common idea, we do not believe that we should look for a crisis of the model of development and planning of the Amazônia, and so for Sudam, only in the 80 s and 90 s. The reasons that are capable to explain the situation can be found mainly in the national project defined for Amazônia during the earlier decades, particularly in the 70 s. The insertion of Amazônia in the brazilian capitalist development represented a project, above others reasons, aiming the capital and, regarding several aspects, in a more conservative way than the way known as conservative national modernization.
Keywords: estado
Sudam
desenvolvimento
acumulação capitalista.
state
development
capitalist accumulation.
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
???metadata.dc.publisher.initials???: UFRRJ
???metadata.dc.publisher.department???: Ciências Sociais Aplicadas
???metadata.dc.publisher.program???: Curso de Pós-Graduação em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade
Citation: MARQUES, Gilberto de Souza. State and developmente in the Amazônia: the Amazonian inclusion in the Brazilian capitalist reproduction.. 2007. 335 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais Aplicadas) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, 2007.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/tede/697
Issue Date: 19-Dec-2007
Appears in Collections:DOUTORADO EM CIÊNCIAS SOCIAIS EM DESENVOLVIMENTO, AGRICULTURA E SOCIEDADE

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2007 - Gilberto de Souza Marques.pdf6.77 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.