???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/tede/683
???metadata.dc.type???: Tese
Title: O parque Natural Regional do Pantanal, Brasil: uma experiência em áreas privadas.
Other Titles: Regional Natural Park of the Pantanal; Brazil: an experience in private areas.
???metadata.dc.creator???: Gonzales, Gilma Conceição
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Castro, Ana Célia
???metadata.dc.description.resumo???: O Parque Natural Regional do Pantanal é uma área de aproximadamente 1.400.000 hectares, somatório das áreas de fazendas situadas em Mato Grosso do Sul, na planície do Pantanal Mato-Grossense, compreendendo a parte rural dos municípios de Aquidauana (80%), Rio Verde de Mato Grosso (50%), Corumbá (40%) e Miranda (40%). O Parque, organizado em áreas privadas, incorpora uma experiência inovadora: foi criado em 2002 como uma proposta de desenvolvimento local. Sua diferença: a adesão dos proprietários é livre, o que leva à existência de áreas descontínuas e a práticas de atividades econômicas diversificadas. As premissas na Charte (Carta do Parque) serão estabelecidas por representantes dos fazendeiros da região, da comunidade local, do Estado e das prefeituras da área, as ville portes , compatíveis com a convenção do desenvolvimento sustentável. O modelo adotado baseou-se nos parques naturais franceses e se trata da primeira experiência fora do território francês. O Parque busca fomentar atividades econômicas distintas da pecuária pré-existente, mas que lhe sejam complementares: as pousadas pantaneiras, as escolas do Parque, o vitelo pantaneiro e a biodiversidade com a onça-pintada e com a onça-parda. Todas essas atividades estão ligadas ao turismo e são compatíveis com a permanência do homem no lugar, mantendo seus costumes e sua cultura em um ambiente único. Na fase de elaboração da tese, o Parque encontrava-se em momento delicado, em virtude de o Instituto do Parque do Pantanal, instituição que o administra, estar em crise, com dificuldades de negociar, com os atores relevantes, o seu processo de institucionalização, o que se refletia na precária consolidação do Parque. A crise advém de contradições e conflitos inerentes à complexidade da área: proteção ambiental, valorização da natureza e da paisagem, por um lado; e sua apropriação econômica, anseios de modernização da cultura tradicional e interesses, por outro. A despeito da crise e das dificuldades, sustenta-se que o Parque Natural do Pantanal tem potencial e logrou integrar, recriar e problematizar o desenvolvimento local, a partir da convenção do desenvolvimento e do turismo sustentável, reinventando o Pantanal.
Abstract: The Regional Natural Park of the Pantanal is an area with approximately 1.400.000 hectares, the sum of the farm areas located in Mato Grosso do Sul, on the plain of Pantanal Mato- Grossense, comprehending the rural part of the municipalities of Aquidauana (80%), Rio Verde de Mato Grosso (50%), Corumbá (40%) and Miranda (40%). The Park, organised in private areas, incorporates an innovative experience: it was created in 2002 with a proposal of local development. Its differential: the owners´ commitment is free, which leads to the existence of discontinuous areas and to practices of diversified economic activities. The Chartre´s premises (The Park´s Letter) will be established by representatives of the regional farmers, the local community, the State and the municipalities involved, the ville portes , compatible with the convention of sustainable development. The model adopted was based on the French natural parks, and this is the first experience outside France. The Park tries to foment economic activities other than the pre-existing cattle raising, but complementary to it: pousadas pantaneiras (Pantanal inns), Pantaneiro veals, park schools; biodiversity with jaguars and with cougars. All of these are connected with tourism, and are compatible with the permanence of men in their place, keeping their habits and their culture in a unique environment. During the elaboration of this thesis, the park was in a delicate situation because the Instituto Parque do Pantanal (Pantanal Park Institute) - its managing institution - was going through a crisis, with difficulties to negotiate its institutionalization process with the relevant actors, aspects which reflected on the Park consolidation. The crisis comes from contradictions and conflicts inherent to the area complexity: environment protection, valorisation of nature and landscape, on the one hand; and its economic appropriation, interests, wishes to modernize traditional culture, on the other. Despite the crisis and difficulties, we stand that the Pantanal Natural Park has enormous potential and was able to integrate, recreate and deal with local development, from the convention of sustainable development and sustainable tourism, reinventing, thus, the Pantanal.
Keywords: Parque Natural do Pantanal
desenvolvimento sustentável
turismo sustentável
instituição
Pantanal Natural Park
sustainable development
sustainable tourism
institution.
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
???metadata.dc.publisher.initials???: UFRRJ
???metadata.dc.publisher.department???: Ciências Sociais Aplicadas
???metadata.dc.publisher.program???: Curso de Pós-Graduação em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade
Citation: GONZALES, Gilma Conceição. Regional Natural Park of the Pantanal; Brazil: an experience in private areas.. 2006. 11 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais Aplicadas) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, 2006.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/tede/683
Issue Date: 30-Aug-2006
Appears in Collections:DOUTORADO EM CIÊNCIAS SOCIAIS EM DESENVOLVIMENTO, AGRICULTURA E SOCIEDADE

Files in This Item:
File SizeFormat 
2007-Gilma Conceicao Gonzales.pdf2.31 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.