???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/tede/441
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Estratégias de reabilitação de áreas degradadas em empreendimentos hidrelétricos na Amazônia, Tucuruí - PA.
Other Titles: Strategy of rehabilitation of degraded areas in hydroelectric enterprises in the Amazonian, Tucuruí - PA.
???metadata.dc.creator???: Costa, Leonardo Tienne da 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Valcarcel, Ricardo
???metadata.dc.description.resumo???: A construção da Usina Hidrelétrica Tucuruí demandou a abertura de 15 áreas de empréstimo. Destas, nove foram inundadas pela represa e seis permaneceram submetidas às inclemências dos agentes ambientais, estabelecendo um processo contínuo de degradação. Em 1998 foi iniciada a ampliação da capacidade instalada da UHE, abertura de novas áreas de empréstimo e implantação do Programa de Recuperação de Áreas Degradadas (PRAD) para reabilitar as antigas áreas e mitigar os impactos nas novas áreas. Foram desenvolvidas diversas estratégias, sendo que neste estudo avaliou-se o uso de matacões como abrigo de fauna e agentes indutores de dispersão de propágulos, uso de resíduos de poda e jardinagem como medida de reabilitação de área de empréstimo, assim como reflorestamento com diferentes composições de espécies. Utilizou-se o desenvolvimento da regeneração como bio-indicador da eficiência das estratégias, onde as amostragens foram realizadas pelo Método de Pontos. Os matacões induziram à formação de um ecossistema diferenciado dentro da área degradada e se constituiu em um núcleo de resiliência indutor de propriedades emergentes até 4 m de afastamento. O uso dos resíduos foi avaliado no quinto ano de desenvolvimento e apresentou 85 espécies espontâneas na estação chuvosa e 48 na estação seca, fato este que comparado com a testemunha, com 9 e 8 espécies, respectivamente, evidenciou a importância desta técnica para atividades de reabilitação de áreas degradadas na Amazônia. Os reflorestamentos apresentaram níveis diferenciados de desenvolvimento da regeneração, proporcionados pela distinta composição de espécies, sendo que a testemunha após 25 anos evidenciou níveis incipientes de colonização vegetal e tendência inercial de degradação.
Abstract: The construction of Tucurui hydroeletric demanded the opening of 15 degraded areas. Of these, nine were flooded by the dam and six stayed submitted to environmental factors, establishment of a continuous process of degradation. In 1998 it was initiate the enlargement of the installed capacity of UHE, opening of new loan area and introduce the Program of Recovery of Degraded Areas (PRAD) to rehabilitate the old areas and to mitigate the impacts in the new areas. Several strategies were developed, and for this study was evaluated the stones used as fauna scape cover and agents inductors of seed dispersion, use of pruning residues and gardening to measure the rehabilitation of degraded area, as the reforestation with different compositions of species. The development of the regeneration was used as bioindicators of the efficiency of the strategies, where the samples were colected using the method of points. The stones induced the formation of an ecosystem differentiated inside of the degraded area and it was constituted in a nucleus of resilience inductor of emerging properties up to 4m of it distances. The use of the residue was evaluated in the fifth year of development and it presented 85 spontaneous species in the rainy season and 48 in the dry season when compared with the control area, with 9 and 8 species, respectively, shown the importance of this technique for activities of rehabilitation of degraded areas in the Amazonia. The reforestations presented differentiated levels of development of the regeneration, proportionate for the different composition of species; the control area after 25 years evidenced incipient levels of vegetable colonization and inertial tendency of degradation.
Keywords: áreas degradadas
reabilitação
abrigos de fauna
reflorestamento
resíduos
degraded areas
rehabilitation
scape cover
reforestation
organic residues
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL::CONSERVACAO DA NATUREZA
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
???metadata.dc.publisher.initials???: UFRRJ
???metadata.dc.publisher.department???: Ciências Agrárias
???metadata.dc.publisher.program???: Curso de Pós-Graduação em Ciências Ambientais e Florestais
Citation: COSTA, Leonardo Tienne da. Strategy of rehabilitation of degraded areas in hydroelectric enterprises in the Amazonian, Tucuruí - PA.. 2006. 110 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, 2006.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/tede/441
Issue Date: 30-Aug-2006
Appears in Collections:MESTRADO EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS E FLORESTAIS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2006-Leonardo Tienne da Costa.pdf4.95 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.