???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/tede/329
???metadata.dc.type???: Tese
Title: Uso de materiais inertizantes e crescimento de espécies arbóreas em solo contaminado por metais pesados oriundos da Baía de Sepetiba Itaguaí - RJ.
Other Titles: Use of inertizant materials and tree growth in soil contaminated by heavy metals from Sepetiba Bay - Itaguaí - RJ. 2009.
???metadata.dc.creator???: Pereira, Ana Carolina Callegario 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Amaral Sobrinho, Nelson Moura Brasil do
First advisor-co: Mazur, Nelson
???metadata.dc.description.resumo???: O desenvolvimento das tecnologias e o crescimento acelerado da população mundial acarretaram no aumento da demanda de bens de consumo. O processo produt ivo gera considerável montante de resíduos que, se indevidamente tratados, funcionarão como potenciais fontes poluidoras da água, ar e solo. De acordo com a problemática apresentada, este trabalho buscou atingir soluções viáveis e eficientes na remediação de áreas contaminadas por metais pesados próximas à Baía de Sepetiba, localizada no Município de Itaguaí-RJ. O trabalho foi dividido em três etapas de acordo com a estratégia de remediação utilizada. A primeira etapa foi referente a um experimento de contenção química, que avaliou a eficiência de resíduos industriais, alcalino (Escória de Aciaria) e adsorvente (Carepa de Laminação), na redução da solubilidade dos metais Mn e Zn presentes em três substratos contaminados (G1, G2 e G3) oriundos do Porto de Itaguaí RJ. A segunda etapa foi referente ao estudo das espécies arbóreas: Córdia - Africana (Cordia africana), Sabiá (Mimosa caesalpiniaefolia), Acácia (Acacia angustissima) e Angico Branco (Anadenanthera colubrina), desenvolvidas há aproximadamente nove anos, em uma área onde foi depositado um substrato contaminado, oriundo da dragagem do fundo da Baía de Sepetiba, e a possível utilização destas espécies em estratégias de fitorremediação. Esses dois primeiros capítulos serviram de base para selecionar os tratamentos inertizantes e as espécies vegetais mais eficientes para serem utilizados em estratégias de fitoestabilização, estudadas no terceiro capítulo. Dessa forma, a terceira etapa consistiu no estudo do desenvolvimento e potencial fitorremediador das espécies Córdia Africana e Acácia, cultivadas no substrato G1 (o mais ácido entre os avaliados na primeira etapa do trabalho) tratado com as doses de resíduos industriais inertizantes, também determinadas na primeira etapa do trabalho. Assim, foram utilizados dados das duas primeiras etapas para a execução da terceira, em um experimento realizado em casa de vegetação. Neste experimento, foi realizado um incremento na contaminação natural do substrato pela adição do resíduo industrial (RI) oriundo da Cia. Mercantil e Industrial Ingá Resíduo Ingá (Classe I), coletado de pilhas depositadas inadequadamente, às margens da Baía de Sepetiba, contribuintes para a contaminação do entorno da mesma. Na etapa referente à contenção química, foi observado por meio da análise dos dados, que os inertizantes mais eficientes na redução da solubilidade de metais pesados foram a Escória de Aciaria e a Carepa de Laminação. Como conclusão do estudo preliminar, de acordo com os critérios adotados, foram selecionadas as espécies Córdia-Africana e Acácia como espécies possíveis de serem estudadas em estratégias de fitoestabilização. Na terceira etapa, foi observado que, as plantas da espécie Acácia entraram em senescência, e a espécie Córdia - Africana apresentou maior tolerância aos tratamentos estudados e maior potencial para sua utilização em programas de fitoestabilização. Os resíduos, Escória de Aciaria e Carepa de Laminação, foram eficientes na redução da solubilidade de metais pesados, permitindo o desenvolvimento da Córdia Africana.
Abstract: The development of technologies and the growth of the world population resulted in increasing the demand of consumer goods. The manufacturing process generates considerable amount of waste that if improperly treated, will serve as potential sources of water, air and soil pollution. According to the issue presented, this study aimed to achieve viable and efficient solutions in remediation of areas contaminated by heavy metals near the Sepetiba Bay, located in Itaguaí municipality, Rio de Janeiro State (Brazil). The study was divided into three stages according to the strategy used for remediation. The first step was an experiment of chemical containment, which evaluated the efficiency of industrial wastes, alkaline (steelmaking slag) and adsorbent (mill scale), reduc ing the solubility of the metals Mn and Zn in three contaminated substrates (G1, G2 and G3) from Itaguaí Port - RJ. The second stage was related to the study of tree species growth: African Cordia (Cordia africana), knew (Mimosa caesalpiniaefolia), Acacia (Acacia angustissima), and white angico (Anadenanthera colubrina), developed for approximately nine years, in an area where it was deposited a contaminated substrate, from dredging the bottom of Sepetiba Bay, and possible usage of these species in phytoremediation strategies. These first two chapters were the basis for selecting inertizant treatments and more efficient plant species for us ing in strategies for phytostabilization, studied in the third chapter. Thus, the third step was to study the development and potential of the species Cordia africana, and Acacia angustissima, grown on the substrate G1 (the most acid one as evaluated in the first stage) treated with doses of industrial waste inertizants, also determined in the first stage of study. Thus, there were used data from the first two steps for the implementation of the third, in a greenhouse experiment. In this experiment, there was an increase in contamination of the natural substrate by the addition of industrial waste (IW) originated from Cia Mercantil and Industrial Ingá plants named Ingá Waste (Class I residue), collected from improperly disposed batteries, placed on the shores of the Sepetiba Bay, and sources of environmental contamination. In the phase regarding chemical restraining, it was observed that the inertizant more efficient in reducing the solubility of heavy metals were the steelmaking slag and the mill scale. In conclusion of the preliminary study and in accordance with the adopted criteria, the Cordia africana, and Acacia angustissima were selected as possible species to be studied in phytostabilization strategies. In the third stage, it was observed that the plants of the species Acacia angustissima entered into senescence, and the Cordia africana species had higher tolerance to the treatments studied and the highest potential for programs of phytostabilization. The residues steelmaking slag and the mill scale were effective in reducing the solubility of heavy metals, allowing the development of the Cordia Africana trees.
Keywords: Contenção química, fitorremediação, inertizantes.
Chemical contention, phytoremediation, inertization.
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::CIENCIA DO SOLO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
???metadata.dc.publisher.initials???: UFRRJ
???metadata.dc.publisher.department???: Ciências Agrárias
???metadata.dc.publisher.program???: Curso de Pós-Graduação em Agronomia - Ciência do Solo
Citation: PEREIRA, Ana Carolina Callegario. Use of inertizant materials and tree growth in soil contaminated by heavy metals from Sepetiba Bay - Itaguaí - RJ. 2009.. 2009. 123 f. Tese (Doutorado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, 2009.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/tede/329
Issue Date: 17-Feb-2009
Appears in Collections:DOUTORADO EM AGRONOMIA - CIÊNCIA DO SOLO

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2009 - Ana Carolina Callegario Pereira.pdf3.04 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.