???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/tede/279
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Uso de resíduo orgânico da produção de biodiesel direta da semente na atenuação dos efeitos de hidrocarbonetos de petróleo no solo.
Other Titles: Use of organic residue from the biodiesel production directly from the seed in the reduction of petroleum hydrocarbons effect in soil.
???metadata.dc.creator???: Freitas, Fabio Cardoso de
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Zonta, Everaldo
First advisor-co: Lima, Eduardo
???metadata.dc.description.resumo???: Na busca por matrizes energéticas que possam minimizar o impacto ambiental causado no transporte, refino e distribuição de combustíveis fósseis, o biodiesel se destaca como uma alternativa economicamente viável e totalmente renovável frente ao petróleo. Com a regulamentação da Lei 11097 de 2005 o Brasil se consolidou no cenário mundial como um dos maiores produtores de biocombustíveis do planeta. Entretanto, a produção destes combustíveis verdes também gera resíduos que precisam de especial atenção não só por eventuais riscos quando do seu descarte de forma inadequada no ambiente, mas também por potencial uso na agricultura, como condicionador de solo, por exemplo. Assim, buscou-se neste estudo estimar o potencial de uso do resíduo orgânico oriundo do processo de produção de biodiesel direto da semente (torta de PDS) de Ricinus communis L. (mamoneira), em solo contaminado com hidrocarbonetos de petróleo, utilizando técnicas que aplicam métodos biológicos de remediação de áreas impactadas, e, também, como fertilizante orgânico na produção vegetal. A técnica da produção de biodiesel direta da semente foi desenvolvida pela Petrobras/Cenpes (detentora da patente) e pode ser utilizada para produzir biodiesel a partir de qualquer outra semente de oleaginosa e não apenas das de Ricinus communis L. Para tanto, o estudo se deu em fases distintas, apresentadas em três capítulos. Primeiramente foi feita a caracterização do resíduo segundo a ABNT/NBR 10.004:2004 e, para verificar seu potencial como fertilizante orgânico, teores de nutrientes foram determinados e comparados com a legislação pertinente no país. Todas as determinações foram feitas comparando o resíduo (torta de PDS) a uma torta de mamona procedente da forma convencional de obtenção de óleo (TMC). Depois foram realizados testes de laboratório com doses crescentes dos dois resíduos (tortas de PDS e TMC), para avaliar a taxa de mineralização, medida pela evolução de CO2 em solo contaminado e não contaminado com óleo bruto (4%). Por último, foram feitos ensaios em casa de vegetação onde plantas de Ricinus communis L. (mamona) e Helianthus annus L. (girassol) cresceram em substrato contaminado e não contaminado também com óleo bruto (4%), com seis doses crescentes de torta de PDS. A análise dos dados permitiu concluir que a torta de PDS é um resíduo de Classe II A (Não Perigoso e Não Inerte), segundo a NBR 10004:2004 e, de acordo com a legislação federal do MAPA (BR), como um fertilizante orgânico composto de Classe B . Além disto, verificou-se que o aumento das doses da torta de PDS estimulou a atividade microbiana, conduzindo ainda, no experimento com as oleaginosas, a um incremento linear no ganho de matéria seca da parte aérea e de raiz de ambas as plantas não submetidas ao contaminante. Também ocorreram mudanças na composição dos n-alcanos, tanto no experimento de laboratório como naquele conduzido em casa de vegetação. Assim os resultados permitiram concluir que a torta de PDS tem aplicabilidade nos processos de biorremediação e na ciclagem de nutrientes, devendo, entretanto, passar por ajustes no processo de produção para que sua utilização na agricultura e ou no meio ambiente não seja limitada pelos teores de Na, utilizados nesta nova rota de produção de biodiesel da Petrobrás.
Abstract: In the search for energy resources that can minimize the environmental impact in the transportation, refining and distribution of fossil fuels, biodiesel is highlighted as an economically viable alternative and totally renewable if compared to petroleum. With the regulations of Law 11097, from 2005, Brazil became widely known as one of the planet largest producers of biofuels. However, the production of green fuels also generates waste that needs special attention, not only because of their risk when improperly discarded in the environment, but also for their potential use in agriculture as soil conditioner, for example. Thus, the aim of this study was to estimate the potential usage of the by-product (PDS cake) from the process of biodiesel production directly from the Ricinus communis L. seed in soil contaminated by petroleum hydrocarbons, through remediation technique of contaminated sites, and as an organic fertilizer on vegetal production as well. The production technique was developed and patented by the Brazilian company Petrobras and can be used not only for castor bean seeds, but also for any other oilseed. To accomplish the goals, the present study was held in different stages. First, the residue was characterized according to Brazilian regulation (ABNT/NBR 10.004:2004), and to compare its potential as organic fertilizer, the nutrients contents were quantified and compared to the limits in the country legislation. All the measurements in the residue (PDS cake) were compared to values form a castor bean cake from conventional oil extraction process. Later, laboratory tests with increasing doses of both residues (PDS cake and commercial castor bean cake) were carried out, to quantify the mineralization rate, measured by the CO2 evolution in soil contaminated and uncontaminated by oil (4%). Also, preliminary tests were performed in a greenhouse, where Ricinus communis L. and Helianthus annus L. plants grew in soil contaminated and uncontaminated by oil (4%), added of six increasing doses of PDS cake. The data analysis classified the residue as a Class B organic fertilizer compound, according to MAPA s federal Brazilian legislation. It was also verified that the increase of PDS cake doses stimulated the microbial activity, fostering in the oil plant experiment a linear increase of dry mass gain in stem, leaves and root in both plants non-submitted to contaminant. Plus, there was a change in the n-alkanes composition, in both laboratory and greenhouse tests. The results indicated that the PDS cake has applicability in the bioremediation processes and in nutrients cycling. However, the production process needs to be adjusted so that its application in the environment, as well as in the agriculture, would not be limited by the Na contents, used in this new biodiesel production route of Petrobrás.
Keywords: biorremediação
torta de mamona
biocombustíveis.
bioremediation
castor bean cake
biofuels.
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::CIENCIA DO SOLO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
???metadata.dc.publisher.initials???: UFRRJ
???metadata.dc.publisher.department???: Ciências Agrárias
???metadata.dc.publisher.program???: Curso de Pós-Graduação em Agronomia - Ciência do Solo
Citation: FREITAS, Fabio Cardoso de. Use of organic residue from the biodiesel production directly from the seed in the reduction of petroleum hydrocarbons effect in soil.. 2009. 112 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, 2009.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/tede/279
Issue Date: 17-Feb-2009
Appears in Collections:MESTRADO EM AGRONOMIA - CIÊNCIA DO SOLO

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2009 - Fabio Cardoso de Freitas.pdf905.42 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.