???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/tede/185
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Variações espaciais e temporais (sazonais, diurnais e por horário) nas assembléias de peixes em duas praias arenosas com diferentes graus de exposição às ondas do Município do Rio de Janeiro, Brasil
Other Titles: Spatial and temporal (seasonal, diel and per hour) in fish assemblages from two sandy beaches with different degree of expousure to waves in Municipality of Rio de Janeiro, Brazil
???metadata.dc.creator???: VASCONCELLOS, Ruan Managna 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Araújo, Francisco Gerson
???metadata.dc.description.resumo???: Variações espaciais e temporais (sazonais, diurnais e por horário) na composição e estrutura das assembléias de peixes das praias do Flamengo (22º55 S e 43º10 W - protegida) e de Grumari (23º03 S e 43º32 W - exposta) foram descritas com base em 384 arrastos realizados trimestralmente ao longo de ciclos de quarenta e oito horas para coleta de peixes e tomada de variáveis ambientais. Objetivou-se testar a hipótese de que o grau de exposição às ondas influencia na estruturação das comunidades de peixes jovens das praias arenosas, sendo inversamente relacionado com a riqueza e abundância (número e biomassa) das comunidades e que as comunidades são moduladas e alteram suas composições ao longo do eixo temporal (sazonal, diurnal e horário) visando a otimização no uso dos recursos disponíveis. Setenta e seis espécies representando trinta e seis famílias foram coletadas entre Julho/2005 e Abril/2006, sendo em sua grande maioria, peixes juvenis ou de pequeno porte. Apenas sete espécies perfizeram 95,14% em número de indivíduos capturados (Harengula clupeola, Trachinotus carolinus, Atherinella brasiliensis, Trachinotus goodei, Pomatomus saltatrix, Sardinella janeiro e Umbrina coroides) e 9 constituíram 89,49% do total da biomassa (H. clupeola, P. saltatrix, T. carolinus, A. brasiliensis, Micropogonias furnieri, T. goodei, S. janeiro, Eucinostomus argenteus e Diplodus argenteus argenteus). H. clupeola foi a espécie mais abundante em número e biomassa. Sessenta e duas espécies contribuíram com menos de 0,1% da abundância total em número, e 67 com menos de 0,1% da biomassa. A abundância relativa (número e biomassa), riqueza e índices de diversidades (H´, D, S e J) foram maiores na praia menos exposta às ondas confirmando a hipótese de que praias mais abrigadas apresentam maior riqueza e abundância do que praias com mais elevado grau de exposição. Na Primavera foram registradas as maiores abundâncias em ambas as praias, quando a salinidade e condutividade foram mais baixas e os valores de temperatura e oxigênio dissolvido intermediários. Em geral, não se registrou padrões de variação entre os turnos dia/noite, embora alguma tendência de maiores abundâncias durante o dia tenha sido detectada. O horário antes do amanhecer apresentou maiores abundâncias na praia do Flamengo, e depois do amanhecer e antes do pico da tarde, para a praia de Grumari. Distribuições das freqüências de comprimento indicaram que várias espécies utilizam essas áreas ao longo do ano, enquanto outras utilizam apenas em parte do ciclo de vida, e que as variações diurnais e por horário nestas praias arenosas são espécie-específicas, podendo variar entre as diferentes praias para uma mesma espécie, uma indicação de que tais fatores são utilizados estrategicamente para coexistirem nestes ambientes.
Abstract: Spatial and temporal (seasonal, diel and per hour) changes in fish assemblages composition and structure in Flamengo (22º55 S and 43º10 W - sheltered) and Grumari (23º03 S and 43º32 W - exposed) beaches were described based on 384 beach seines carried out every three months thoughout 48 hours cycle to collect fish and to measure environmental variables. The aim was to test the hyphotesis that the degree of expousure to waves influences on fish community strucuture in sand beaches, being inversely related to richness and abundance (number and mass) and that communites are moduladed and alter their composition along the temporal (seasonal, diel and hourly) axis to optimeze the use of the available resources. Seventy-six species comprised in thirty-six families were recorded between July 2005 and April 2006, mainly juvenile and small sized fishes. Only seven species amount to 95.14% of total number of individuals (Harengula clupeola, Trachinotus carolinus, Atherinella brasiliensis, Trachinotus goodei, Pomatomus saltatrix, Sardinella janeiro and Umbrina coroides) and nine amounted to 89.49% of biomass (H. clupeola, P. saltatrix, T. carolinus, A. brasiliensis, Micropogonias furnieri, T. goodei, S. janeiro, Eucinostomus argenteus and Diplodus argenteus argenteus). H. clupeola was the most abundant spcies in both number and biomass. Sixty-two species contritubute less than 0.1% of numerical abundance and 67 less than 0.1% of biomass. Relative abundance (number and weight), richness and diversity indices (H´, D, S and J) were higher in the less wave exposed beach confirming the hypothesis that more sheltered beaches have higher richness and abundance communities. The highest abundance for both beaches occurred in Spring, when salinity and conductivity are lower and temperature and dissolved oxygen showed intermediate values. Overall, there is no marked diel variation in community structure, although some trend were detected for higher abundance during the night. The period before sunrise showed the highest abundance for Flamengo beach, and after sunrise and the afternoon for Grumari beach. Length frequency distribution indicate that several species use the beach all year long, while others species, use these areas for short periods, and that diel and hourly variation are specie-specific, changing between the beaches for a given species, an indication that such factors are strategically usede for coexistence in theses systems.
Keywords: zona de arrebentação
peixes costeiros
praias arenosas
sazonalidade
variação diurnal
Rio de Janeiro.
surf zone
coastal fishes
sandy beaches
seasonality
diel variations
???metadata.dc.subject.cnpq???: Ecologia
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
???metadata.dc.publisher.initials???: UFRRJ
???metadata.dc.publisher.department???: Instituto de Ciências Biológicas e da Saúde
???metadata.dc.publisher.program???: Curso de Pós-Graduação em Biologia Animal
Citation: VASCONCELLOS, Ruan Managna. Variações espaciais e temporais (sazonais, diurnais e por horário) nas assembléias de peixes em duas praias arenosas com diferentes graus de exposição às ondas do Município do Rio de Janeiro, Brasil. 2008. 106 f. Dissertação (Mestrado em Biologia Animal). Instituto de Ciências Biológicas e da Saúde, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, RJ, 2008.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/tede/185
Issue Date: 27-Feb-2008
Appears in Collections:MESTRADO EM BIOLOGIA ANIMAL

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2008 - Ruan Managna Vasconcellos.pdf842.84 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.