???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/2422
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Uso de máscaras: aspectos psicossociais das manifestações no Rio de Janeiro pós-junho de 2013
Other Titles: Use of masks: psychosocial aspects of manifestations in Rio de Janeiro post-June 2013
???metadata.dc.creator???: ÁVILA, Raphael Ferreira de 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Naiff, Luciene Alves Miguez
???metadata.dc.contributor.referee1???: Monteiro, Rosa Cristina
???metadata.dc.contributor.referee2???: Souza, Antonio Riguetti Monteiro de
???metadata.dc.description.resumo???: O presente trabalho investiga os aspectos psicossociais do uso de máscara em manifestações e protestos no Brasil contemporâneo, mais especificamente na cidade do Rio de Janeiro, implicando tais ações no contexto das lutas das chamadas Jornadas de Junho de 2013, analisando aqui tais acontecimentos entendo-os como organizados na forma da multidão, e pautados pela emergência do direito à cidade como forma de construir uma concepção destes acontecimentos. Buscamos pensar as possibilidades metodológicas de uma pesquisa em psicologia social a partir da triangulação de dados, em virtude de seu potencial de ampliação de profundidade: a Teoria das Representações Sociais através da abordagem estrutural e a proposta metodológica da Análise de Conteúdo, associadas através de suas perspectivas possíveis em pesquisa. Os resultados apontam o provável núcleo central das representações sociais com os elementos como “anonimato”, “black-bloc”, “esconder”, “proteção” e “vandalismo”. A análise de conteúdo indica respostas nos termos das categorias “experiência”, “justificativa” e “construção de identidade coletiva” para aqueles que declaram já haver usado máscara em protestos, e as categorias “anonimato” “proteção”, “julgamento”, “construção de identidade coletiva” e “fantasia” para aqueles que declaram nunca ter feito tal uso. A triangulação dos dados nos permite destacar a representação do “anonimato” em coro com as narrativas de busca por uma construção de identidade coletiva como potente agenciamento coletivo, tomando o uso de máscaras como distanciamento do indivíduo em favor da identidade de grupo. Concluímos em debate com a teoria, que os atuais protestos e manifestações no Brasil apresentam multiplicidades de afetos em torno do comum, colocando na cena brasileira esta nova forma autônoma de fazer política: dos espaços que criam aos instrumentos e às linguagens que utilizam, até as relações entre quem está atuando, de forma que ocultar o rosto pode ser menos uma proteção da individualidade e mais um ato de construção do pertencimento, da partilha de outro signo, mais social
Abstract: The present work investigates the psychosocial aspects of the use of mask in demonstrations and protests in the city of Rio de Janeiro, Brazil, implying such actions in the context of the struggles of “Jornadas de Junho de 2013”. We analyze here these events, as organized in the form of the the multitude, and guided by the emergence of the right to the city as a way of constructing a conception of these events. It sought to think about the methodological possibilities of a research in social psychology from the triangulation of datas, on its potential of depth extension: the structural approach of Social Representations, and the methodological proposal of Content Analysis, associated through its possible perspectives in research. The results point out as probable central nucleus of social representations the elements "anonymity", "black bloc", "hide", "protection" and "vandalism". Content analysis indicates responses under the categories of "experience", "justification" and "collective identity construction" for those who claim to have used masks in protests, and the categories "anonymity", "protection", "judgment" “collective identity construction" and "fantasy" for those who declare that they have never made such a use. The triangulation of datas allows to highlight the representation of "anonymity" in chorus with the narratives of search of a construction of collective identity as powerful collective agency, taking the use of masks as detachment of the individual in favor of the identity of the group. We conclude in debate with the theory that the current protests and manifestations in Brazil present multiple affections around the common, placing in the brazilian scene this new autonomous way to make politics: from the spaces they create to the instruments and languages they use, until the relations between those who are acting, so that hiding the face may be less a protection of individuality and more an act of building belonging, sharing another signe, more social
Keywords: Máscaras
Protestos
Psicologia Social
Masks
Protests
Social Psychology
???metadata.dc.subject.cnpq???: Ciências Humanas
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
???metadata.dc.publisher.initials???: UFRRJ
???metadata.dc.publisher.department???: Instituto de Educação
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Citation: ÁVILA, Raphael Ferreira de. Uso de máscaras: aspectos psicossociais das manifestações no Rio de Janeiro pós-junho de 2013. 2017. [69 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia). Instituto de Educação, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, RJ, 2017.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/2422
Issue Date: 19-Jul-2017
Appears in Collections:MESTRADO EM PSICOLOGIA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017 - Raphael Ferreira de Ávila.pdfDocumento principal1.11 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.