???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/2347
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Produção de gongocompostos e sua utilização como substrato para produção de mudas de alface
Other Titles: Production of millicomposts and their utilization as substrate for the production of lettuce seedlings
???metadata.dc.creator???: ANTUNES, Luiz Fernando de Sousa 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Correia, Maria Elizabeth Fernandes
First advisor-co: Leal, Marco Antonio de Almeida
???metadata.dc.contributor.referee1???: Correia, Maria Elizabeth Fernandes
???metadata.dc.contributor.referee2???: Guerra, José Guilherme Marinho
???metadata.dc.contributor.referee3???: Berbara, Ricardo Luis Louro
???metadata.dc.description.resumo???: O gongocomposto é um substrato 100% constituído por composto orgânico gerado pela atividade de diplópodes da espécie Trigoniulus corallinus, popularmente conhecidos como gongolos, que são grandes consumidores de serrapilheira e garantem a ciclagem de nutrientes para o solo. A geração de resíduos lignocelulósicos é crescente e nem sempre há a destinação correta destes resíduos. A gongocompostagem é uma alternativa amiga do meio ambiente, que viabiliza a produção de compostos orgânicos a partir de diferentes resíduos agrícolas para posterior uso como substrato na produção de hortaliças. Nesse sentido, este trabalho se dividiu em três etapas, cujos objetivos foram: avaliar o consumo de resíduos agrícolas e urbanos pelo diplópode Trigoniulus corallinus (Capítulo I); avaliar a eficiência dos gongocompostos produzidos a partir de resíduos agrícolas e urbanos, em diferentes tempos de compostagem pela atividade dos diplópodes Trigoniulus corallinus, como substratos para a produção de mudas de alface cultivar Vera, além de avaliar os valores de pH, de condutividade elétrica e dos teores de macronutrientes totais dos gongocompostos após o armazenamento pelo período de três meses (Capítulo II) e avaliar o desempenho agronômico da alface em sistema de produção orgânica, de acordo com a qualidade das mudas de alface crespa cultivar Vera produzidas por diferentes gongocompostos (Capítulo III) No Capítulo I, os resultados confirmam que os diplópodes T. corallinus são capazes de ingerir resíduos pobres em nutrientes, porém exibem nitidamente as suas preferências alimentares por resíduos que contenham maiores teores nutricionais. No Capítulo II, dos três gongocompostos avaliados, apenas os substratos T2-gongocomposto 125 dias e T3-gongocomposto 180 dias se mostraram eficientes na produção de alface, contudo, o substrato T3 foi responsável pela produção de plantas com maior acúmulo de biomassa, altura e estabilidade de torrão, sendo semelhantes ao substrato T4-SIPA, tido como controle. O armazenamento pelo período de três meses proporcionou alterações nos valores de pH, condutividade elétrica e teores de macronutrientes, sendo que apenas os valores de condutividade elétrica ficaram acima do permitido pela legislação brasileira. Na avaliação das mudas de alface, o substrato T4-SIPA seguido pelo substrato T2-gongocomposto 125 dias, foram os que proporcionaram mudas com maior desenvolvimento. No Capítulo III, o tratamento T1-90 dias foi inferior em todos os parâmetros avaliados, quando comparado aos demais tratamentos, porém sua produtividade estimada atende à esperada para o estado do Rio de Janeiro. Embora não tenha havido diferenças estatísticas, a produtividade estimada foi 10,38 e 11,82% menor para o tratamento T2-125 dias em relação aos tratamentos T3-180 dias e T4-SIPA, respectivamente, comprovando que a qualidade da muda transplantada no campo é capaz de influenciar diretamente na produtividade na cultura da alface.
Abstract: The millicompost is a 100% substrate consisting of organic compound generated by the activity of diplopods of the species Trigoniulus corallinus, popularly known as millipedes, that are big consumers of litter and guarantee the cycling of nutrients to the soil. The generation of lignocellulosic residues is increasing and there is not always the correct destination of these residues. The millicomposting is an environmentally friendly alternative that allows the production of organic compounds from different agricultural residues for later use as a substrate in the production of vegetables. In this sense, this work was divided in three stages, whose objectives were: to evaluate the consumption of agricultural and urban residues by the Trigoniulus corallinus (Chapter I); to evaluate the efficiency of the millicomposts produced from agricultural and urban residues, at different composting times by the activity of the Trigoniulus corallinus diplopods, as substrates for the production of Vera lettuce seedlings, in addition to evaluating the pH, electrical conductivity and total macronutrient contents of the gongocomposts after storage for three months (Chapter II) and to evaluate the agronomic performance of lettuce in an organic production system, according to the quality of the seedlings of cultivar Vera lettuce grown by different millicomposts (Chapter III) In Chapter I, the results confirm that T. corallinus diplopods are able to ingest nutrient poor residues, but clearly exhibit their food preferences for residues containing higher nutrient contents. In Chapter II, of the three millicomposts evaluated, only the substrates T2-millicompost 125 days and T3- millicompost 180 days were efficient in lettuce production, however, the T3 substrate was responsible for the production of plants with greater accumulation of biomass, height and stability of the clod, being similar to the substrate T4-SIPA, considered as control. The storage for a period of three months allowed changes in pH, electrical conductivity and macronutrient contents, and only the electrical conductivity values were higher than allowed by Brazilian legislation. In the evaluation of the lettuce seedlings, the substrate T4-SIPA followed by the substrate T2-millicompost 125 days, were those that provided seedlings with greater development. In Chapter III, the T1-90 days treatment was lower in all evaluated parameters, when compared to the other treatments, but its estimated productivity meets the expectations for the state of Rio de Janeiro. Although there were no statistical differences, the estimated productivity was 10.38 and 11.82% lower for the treatment T2-125 days in relation to treatments T3-180 days and T4-SIPA, respectively, proving that the quality of the seedlings transplanted on the field is able to directly influence productivity in the lettuce crop.
Keywords: Gongolos
Resíduos orgânicos
Mudas de qualidade
Agricultura orgânica
Millipedes
Organic wastes
Quality seedlings
Organic agriculture
???metadata.dc.subject.cnpq???: Agronomia
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
???metadata.dc.publisher.initials???: UFRRJ
???metadata.dc.publisher.department???: Instituto de Agronomia
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Agronomia e Ciência do Solo
Citation: ANTUNES, Luiz Fernando de Sousa. Produção de gongocompostos e sua utilização como substrato para produção de mudas de alface. 2017. 73 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia - Ciência do Solo). Instituto de Agronomia, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, RJ, 2017.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/2347
Issue Date: 15-Feb-2017
Appears in Collections:MESTRADO EM AGRONOMIA - CIÊNCIA DO SOLO

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017 - Luiz Fernando de Sousa Antunes.pdfDocumento principal3.41 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.