???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/2269
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Efeito da aplicação de ocitocina durante a ordenha sobre a eficiência reprodutiva de vacas mestiças submetidas à inseminação artificial em tempo fixo
Other Titles: Effect of oxytocin during milking on reproductive performance of milk cows crossbred submitted to artificial insemination in time
???metadata.dc.creator???: MASCARENHAS, Leandro Mendes 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Botteon, Rita de Cássia Campbell Machado
???metadata.dc.contributor.referee1???: Botteon, Rita de Cássia Campbell Machado
???metadata.dc.contributor.referee2???: Brandão, Felipe Zandonadi
???metadata.dc.contributor.referee3???: Mello, Marco Roberto Bourg de
???metadata.dc.description.resumo???: Em vacas, o “período crítico” do ciclo estral determinado pelo estado fisiológico em que deve ser definida a manutenção do corpo lúteo (CL) e da prenhez ou a luteólise e um novo estro ocorre 15 a 19 dias após a ovulação. Os mecanismos envolvidos com a luteólise prematura e regressão do CL ainda não estão complemente compreendidos. È provável que a regressão precoce do CL esteja relacionada à liberação de PGF2a pelo endométrio mediada por concentrações mais baixas de receptores de P4, maiores concentrações de receptores de OT, ou ambos, no endométrio. Assim, receptores uterinos para a P4 e OT podem influenciar a secreção de PGF2a a partir do 10º dia do ciclo, período em que o CL é mais sensível à ação luteolítica da PGF2a. Objetivou-se avaliar o efeito da OT exógena, no pós-parto de vacas mestiças sobre a eficiência reprodutiva, com ênfase no período do reconhecimento materno da gestação. O experimento foi conduzido em Bom Jesus do Itabapoana, Região Noroeste Fluminense entre setembro de 2013 e janeiro de 2014. Vinte e quatro vacas foram inseridas em um programa de IATF (D0 - dispositivo intravaginal liberador de progestágeno + benzoato de estradiol (BE - 2 mg, i.m.); D8 - remoção do dispositivo intravaginal e aplicação de PGF2a (0,526 mg, i.m.); D9 - BE (1 mg, i.m.); D10 – IA). Após a ovulação, as vacas foram distribuídas aleatoriamente em dois grupos: GO (n=12): 25 UI ocitocina, i.v., na ordenha da manhã e da tarde; GC (n=12): sem OT. Avaliações ultrassonográficas foram realizadas nos dias 10, 15, 18, 28 e 42. O diâmetro do CL foi calculado pela média dos maiores eixos e os volumes (vol.) por meio da fórmula para volume de uma esfera (V= 4/3p x (D/2)3), em que D é o diâmetro médio (DM) do CL. No dia 28 foi realizado o diagnóstico da gestação, confirmada aos 45 e 60 dias. Observou-se no GC um aumento do DM do CL entre os dias 10 e 18. No GO o DM do CL diminuiu entre os dias 10 e 15 e a maioria das vacas manifestaram cio antes do dia 18 (9/12 – 75%), sendo seis (50%) com retorno ao cio entre os dias 15 e 18. O vol. do CL foi maior nas vacas do GC em todos os momentos com diferença significativa (p<0,05) em relação ao GO no dia 15. As vacas do GC tiveram o vol. do CL maior em todos os momentos e obtiveram uma maior taxa de prenhez (41,7%) comparativamente ao GO (25%). As taxas de fecundação e manutenção da gestação até o 42o dias evidencia a baixa eficiência reprodutiva no GO em relação ao GC (p=0,0022). Com sucessivas inseminações aos 90 dias uma e sete vacas estavam vazias no GC (8,33%) e GO (58,3%), respectivamente. O padrão de desenvolvimento e regressão do CL confirma o envolvimento da OT na atividade reprodutiva de vacas em lactação. A baixa eficiência reprodutiva no GO deve-se provavelmente à ação da OT, confirmando a hipótese de que a OT exógena pode inibir o reconhecimento materno da gestação.
Abstract: In cows, the "critical time" of the estrous cycle determined by the physiological state that must be defined to maintain the corpus luteum (CL) and pregnancy or luteolysis and a new estrus occurs 15 to 19 days after ovulation. The mechanisms involved in premature luteolysis and regression of the CL are not yet understood complements. It is probable that the early CL regression is related to PGF2a release mediated by the endometrium lower concentrations of P4 receptors, higher concentrations of OT receptors, or both, in the endometrium. Thus, uterine receptors for P4 and OT may influence the secretion of PGF2a from the 10th day of the cycle, during which the CL is more sensitive to the luteolytic action of PGF2a. This study aimed to evaluate the effect of exogenous OT, postpartum crossbred cows on reproductive efficiency, with emphasis on the period of maternal recognition of pregnancy. The experiment was conducted in Bom Jesus do Itabapoana, Northwest Region Fluminense between September 2013 and January 2014. Twenty- four cows were entered into a TAI program (D0 - progestin releasing intravaginal device + estradiol benzoate (EB - 2 mg, im); D8 - intravaginal device removal and application of PGF2a (0.526 mg, im); D9 - BE (1 mg, im); D10 - IA). After ovulation, cows were divided randomly into two groups: GO (n=12): oxytocin (25 IU, iv, milking morning and afternoon), GC (n=12): without OT. Sonographic evaluations were performed on days 10, 15, 18, 28 and 42. The diameter of CL was calculated as the average of the two major axes and volumes (vol) using the formula for volume of a sphere (V = 4/3p × (D / 2) 3) where D is the average diameter (DM) of CL. On day 28 of pregnancy diagnosis, confirmed at 45 and 60 days was carried out. We observed an increase in GC DM CL between the 10th and 18th. In GO DM CL decreased among 10th and 15th and most cows expressed estrus before day 18 (9/12 - 75%), six (50%) with return to estrus between the 15th and 18th. The vol. CL was higher in cows GC at all times with a significant difference (p<0.05) compared to GO on the 15th. Cows in the CG had vol. CL higher at all times and had a higher pregnancy rate (41.7%) compared to GO (25 %). The rates of fertilization and maintenance of pregnancy until day 42 demonstrates the low reproductive efficiency in GO compared to the CG (p=0.0022). With successive inseminations at 90 days one seven cows were empty in CG (8.33%) and GO (58.3%), respectively. The pattern of development and regression of the CL confirms the involvement of OT in the reproductive activity of lactating cows. The low reproductive efficiency in GO is probably due to the action of OT, confirming the hypothesis that exogenous OT can inhibit the maternal recognition of pregnancy.
Keywords: Oxytocin
hormones
reproduction
ovulation
pregnancy
Ocitocina
hormônios
reprodução
ovulação
gestação
???metadata.dc.subject.cnpq???: Medicina Veterinária
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
???metadata.dc.publisher.initials???: UFRRJ
???metadata.dc.publisher.department???: Instituto de Veterinária
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Medicina Veterinária (Patologia e Ciências Clínicas)
Citation: MASCARENHAS, Leandro Mendes. Efeito da aplicação de ocitocina durante a ordenha sobre a eficiência reprodutiva de vacas mestiças submetidas à inseminação artificial em tempo fixo. 2014. 56 f. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária, Ciências Clínicas). Instituto de Veterinária, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, RJ, 2014.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/2269
Issue Date: 26-Feb-2014
Appears in Collections:MESTRADO EM CIÊNCIAS VETERINÁRIAS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014 - Leandro Mendes Mascarenhas.pdfDocumento principal2.54 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.