???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/2218
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorNASCIMENTO, Elisamara Caldeira do-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/3840954897547586por
dc.contributor.advisor1Zonta, Everaldo-
dc.contributor.advisor-co1Amaral Sobrinho, Nelson Moura Brasil do-
dc.contributor.advisor-co2Coelho, Irene da Silva-
dc.contributor.referee1Zonta, Everaldo-
dc.contributor.referee2Schultz, Nivaldo-
dc.contributor.referee3Lima, Érica Souto Abreu-
dc.contributor.referee4Chagas, Célio Ignácio-
dc.contributor.referee5González, José Manoel Febles-
dc.date.accessioned2018-03-14T18:37:04Z-
dc.date.issued2016-08-30-
dc.identifier.citationNASCIMENTO, Elisamara Caldeira do. Produção orgânica no município de Seropédica: avaliação de sua sustentabilidade e o seu impacto nos atributos químicos e biológicos do solo. 2016. 153 f. Tese (Doutorado em Agronomia - Ciência do Solo). Instituto de Agronomia, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, RJ, 2016.por
dc.identifier.urihttps://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/2218-
dc.description.resumoO interesse pela agricultura orgânica tem aumentado devido a crescente preocupação da população com a qualidade dos alimentos que consome, pela insegurança provocada pelas crescentes crises alimentares, por contaminação e também visando à preservação ambiental. A agricultura orgânica oferece numerosas vantagens ambientais, comparativamente a agricultura convencional, uma vez que está orientada para melhoria da biodiversidade, restabelecimento do equilíbrio ecológico natural, conservação dos solos e dos recursos hídricos. Portanto, é importante entender como, e se estas melhorias estão ocorrendo no ambiente e nos solos em que os sistemas agrícolas estão instalados comparando-se a demais sistemas de ocupação das áreas. A proposta deste estudo foi avaliar os solos das áreas de produção orgânica do município de Seropédica- RJ, que pertencem a associação de produtores SerOrgânico, assim como áreas de pastagem e de mata preservada. Para isto, o trabalho foi dividido em três capítulos. No primeiro, foi aplicado um questionário baseado no Caderno de Produtores do Ministério da Agricultura para todos os agricultores da associação. Ficou claro que todos os produtores possuem uma grande percepção da importância de se produzir alimentos de qualidade e que eles conhecem as principais técnicas para tal fim. Contudo, as dificuldades pelas quais passam são as mesmas enfrentadas por todos os pequenos produtores brasileiros que são: dificuldade de comercialização, falta de acesso a crédito financeiro e assistência técnica. No segundo capítulo, amostras de solo foram coletadas para avaliação da fertilidade, análise granulométrica, fracioanamento químico e granulométrico da matéria orgânica e análise de diversidade de bactérias por análise independente de cultivo (DGGE). As áreas de agricultura orgânica não apresentaram resultados de fertilidade do solo que expressam os efeitos positivos do sistema de cultivo. Contudo, os atributos que mais afetam a fertilidade das áreas estudadas são pH, Ca, H+ Al, P, Carbono, V%, Argila Total e Grau de Floculação. O fracionamento da matéria orgânica demonstrou que as frações mais estáveis são as que mais se relacionam com o C presente nas áreas avaliadas e, o manejo do solo alterou beneficamente a estrutura das comunidades bacterianas. Já no terceiro capítulo, avaliaram-se os aspectos nutricionais de plantas de milho e tomate do tipo italiano condicionadas a diferentes insumos comerciais a base de fósforo e potássio permitidos para o Sistema orgânico de produção. Tanto as fontes de P, quanto as fontes de K não contribuíram para diferenças no acúmulo de matéria seca e nutrientes nas plantas de tomates e milho, entretanto as médias de produtividade de tomate tipo italiano foram superiores a 44 t/ha-1 quando os tratamentos foram associadas a torta de mamona, mostrando-se estas fontes alternativas viáveis para adubação ao produtor orgânico.por
dc.description.abstractInterest in organic agriculture has increased due to growing public concern with the quality of the food it consumes, the insecurity caused by rising food crises contamination and also aimed at environmental preservation. Organic agriculture offers numerous environmental advantages compared to conventional agriculture, since it is geared to improving biodiversity, restoring the natural ecological balance, soil conservation and water resources. Therefore, it is important to understand how and if these improvements are occurring in the environment and the soil in which agricultural systems are installed compared to other systems of occupation of areas. The purpose of this study was to evaluate the soil of organic production farms in the municipality of Seropédica- RJ, belonging to producers of the SerOrgânico organization, as well as areas of pasture and preserved forest. For this, the work was divided into three chapters. In the first, a questionnaire was applied based on the ministry of agriculture producers notebook for all farmers in the association. It was clear that all producers have a great sense of the importance of producing quality food and they know the main techniques for this purpose. However, the difficulties that pass are the same as those faced by all small brazilian producers are marketing difficulties, lack of access to financial credit and technical assistance. In the second chapter, soil samples were collected for evaluation of fertility, grain size analysis, chemical and grain size fracioanamento organic matter and analysis of bacterial diversity by independent analysis of culture (DGGE). The areas of organic farming showed no soil fertility results that express the positive effects of cropping system. However, the attributes that most affect the fertility of the studied areas are pH, Ca, H + Al, P, Carbon, V%, total clay and degree of flocculation. Fractionation of organic matter showed that the more stable fractions are most related to the C present in the evaluated areas and soil management beneficially altered the structure of bacterial communities. In the third chapter, we evaluated the nutritional value of corn plants and italian style tomato conditioned to different commercial inputs of phosphorus and potassium base allowed for organic production system. Both P sources, as for sources of K, did not contribute to differences in the accumulation of dry matter and nutrients in plants of tomatoes and corn, however the italian-type tomato productivity averages were higher than 44 t / ha-1 when treatments they were associated with castor bean, showing that it is a viable alternative sources of fertilizers to organic producers.eng
dc.description.provenanceSubmitted by Jorge Silva (jorgelmsilva@ufrrj.br) on 2018-03-14T18:37:04Z No. of bitstreams: 1 2016 - Elisamara Caldeira do Nascimento.pdf: 1795022 bytes, checksum: f0542dfea7f8bcf0ed2dc8ad2238d37d (MD5)eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2018-03-14T18:37:04Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016 - Elisamara Caldeira do Nascimento.pdf: 1795022 bytes, checksum: f0542dfea7f8bcf0ed2dc8ad2238d37d (MD5) Previous issue date: 2016-08-30eng
dc.description.sponsorshipCAPESpor
dc.description.sponsorshipFAPERJpor
dc.formatapplication/pdf*
dc.thumbnail.urlhttps://tede.ufrrj.br/retrieve/6049/2016%20-%20Elisamara%20Caldeira%20do%20Nascimento.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal Rural do Rio de Janeiropor
dc.publisher.departmentInstituto de Agronomiapor
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsUFRRJpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Agronomia - Ciência do Solopor
dc.relation.referencesABAB, Associação Brasileira de Agricultura Biodinâmica, Calendário Biodinâmico, Botucatu, SP, 2016. Disponível em: http://biodinamica.org.br/aplicativo-calendariobiodinamico. ABIO, 2014. Associação de agricultores biológicos do estado do Rio de Janeiro, Histórico. http://www.abio.org.br/historico.html. (acesso em 12.05.2014). ABRAMOVAY, R., VICENTE, M.C.M., BAPTISTELLA, C.S.L. AND FRANCISCO, V.L.F.S. Novos dados sobre a estrutura social do desenvolvimento agrícola no Estado de São Paulo. Agricultura em São Paulo, São Paulo 43 (2), 67-88.1996. ADEMIR FONTANA(2), MARCOS GERVASIO PEREIRA(3), LÚCIA HELENA CUNHA DOS ANJOS(3) & VINICIUS DE MELO BENITES (4) Quantificação E utilização das frações húmicas como característica diferencial em horizontes diagnósticos de solos brasileiros(1) Seção V - Gênese, Morfologia E Classificação Do Solo R. Bras. Ci. Solo, 34:1241-1257, 2010. ALVARENGA, M.I.N.; SIQUEIRA, J.O.; DAVIDE, A.C. Teor de carbono, biomassa microbiana, agregação e micorriza em solos de Cerrado com diferentes usos. Ciência Agrotecnológica, 23:617-625, 1999. AMARAL SOBRINHO, N.M.B.; VELLOSO, A.C.X.; OLIVEIRA, C. Solubilidade de metais pesados em solo tratado com resíduo siderúrgico. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Campinas, v.21, n.1, p.9-16, 1997. ANDREOLA, F.; FERNANDES, S.A.P. A microbiota do solo na agricultura orgânica e no manejo das culturas. In: FREITAS, S. dos S.; SILVEIRA, A. P. D. da. Microbiota do Solo e Qualidade Ambiental. São Paulo:Instituto Agronômico de Campinas, 2007. p. 21-37. ANDREWS, S.S.; KARLEN, D.L.; CAMBARDELLA, C.A. The soil management assessment framework: a quantitative soil quality evaluation method. Soil Science Society of America Journal, v.68, p.1945-1962, 2004. ANDREWS, S.S; CARROLLI, C.R. Designing a decision tool for sustainable agroecosystem management: Soil quality assessment of a poultry litter management case study. Ecological Applications 11 (6), 1573 – 1585. 2001. ANVISA, Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução - RDC Nº 42, de 29 de agosto de 2013. Diário Oficial da União. Seção 1. Brasília. Nº 168, sexta-feira, 30 de agosto de 2013. AQUINO, A.M. AND ASSIS, R.L., 2007. Agricultura orgânica em áreas urbanas e periurbanas com base na agroecologia. Ambiente e Sociedade, Campinas, São Paulo 10 (1), 137-150. ARAÚJO, A. S. F.; MONTEIRO, R. T. R.; CARVALHO, E. M. S. Effect of composted textile sludge on growth, nodulation and nitrogen fixation of soybean and cowpea. Bioresource Technlogy, Londres, v. 97, p. 1028-1032, 2007. ARSHAD, M. A.; MARTIN, S. Identifying critical limits for soil quality indicators in agroecosystems. Agriculture, Ecosystems and Environment. v. 88, n. 2, p.153 – 160, feb. 2002. BAREA, J. M.; POZO, M.J.; AZCÓN, R.; AZCÓN‑AGUILAR, C. Microbial co-operation in the rhizosphere. Journal of Experimental Botany, v.56, p.1761-1778, 2005. BARROS, J. D. de S.; CHAVES, L. H. G.; CHAVES, I. B.; PEREIRA, W. E. Effects of Different Soil Management Systems in the Chemical Properties in the Coastal Plains of State Paraiba. Iranica Journal of Energy & Environment, p. 339-347, 2011. BAYER, C.; MIELNICZUK, J. & MARTIN-NETO, L. Efeito de sistemas de preparo e de cultura na dinâmica da matéria orgânica e na mitigação das emissões de CO2. R. Bras. Ci. Solo, 24:599-607, 2000. BENITES, V. M.; MADARI, B. & MACHADO, P. L. O. A. Extração e fracionamento quantitativo de substâncias húmicas do solo: um procedimento simplificado de baixo custo. Rio de Janeiro: Embrapa Solos, 2003. 7p. (Embrapa Solos. Comunicado Técnico, 16). BICALHO, A.M.S.M., 2004. Different routes to organic farming and building partnership networks in Rio de Janeiro State, Brazil. In: Proceedings of Conference on Land Use and Rural Sustainability. Aberdeen, Scotland. BRASIL, 2003. Lei, vol. 10.831, de 23 de dezembro de 2003. Dispõe sobre a agricultura orgânica e dá outras providências. https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/2003/L10.831.htm (Accessado em 05.09.2015). BRUNETTO, G.; GATIBONI, L.C.; RHEINHEIMER, D.S.; SAGGIN, A. & KAMINSKI, J. Nível crítico e resposta das culturas ao potássio em um Argissolo sob sistema plantio direto. R. Bras. Ci. Solo, 29:565-571, 2005. CAMARGO, F.A.C.; GIANELLO, C.; TEDESCO, M.J. & VIDOR, C. Nitrogênio orgânico do solo. In: SANTOS, G.A. & CAMARGO, F.A.O., eds. Fundamentos da matéria orgânica do solo. Porto Alegre, Genesis, 1999. p.117-137. CAMBARDELLA, C.A.; ELLIOT, E.T. Particulate soil organic-matter changes across a grassland cultivation sequence. Soil Sci Soc Am J, v.56, p.777-783, 1992. CAMPOS, F.F.A., Comercialização de frutas, legumes e verduras orgânicas e a inserção do agricultor no estado do Rio de Janeiro. Dissertação de Mestrado, PPGG/UFRJ. 2001. Canellas, L. P.; Velloso, A. C. X.; Marciano, C. R.; Ramalho, J. F. G. P.; Rumjanek, V. M.; Rezende, C. E.; Santos, G. A. Propriedades químicas de um Cambissolo cultivado com canade- açúcar, com preservação do palhiço e adição de vinhaça por longo tempo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.27, n.5, p.935-44, 2003. CARDOSO, C. F. A. Estudo geológico- geotécnico de parte do lote 4 do arco metropolitano do Rio de Janeiro – RJ. Monografia, Instituto de Agronomia, Departamento de Geociências, UFRRJ, 24p., 2008. CARDOSO, E. L.; SILVA, M. L. N.; CURI, N; FERREIRA, M.M.; FREITAS,D. A. F. F. Qualidade química e física do solo sob vegetação arbórea nativa e pastagens no Pantanal Sul- Mato- Grossense. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 35, n. 02, p. 613-622, 2011. CARNEIRO, M. A. C.; SOUZA, E. D.; REIS, E. F.; PEREIRA, H. S.; AZEVEDO, W. R. Atributos físicos, químicos e biológicos de solo de cerrado sob diferentes sistemas de uso e manejo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, MG, v.33, n.1, p. 147-157, fev. 2009. CARTER, M.R. Soil Quality for Sustainable Land management: Organic Matter and Aggregation Interactions that Maintain Soil Functions. Agronomy Journal, Vol.94, January- February, 2002. CARTER, M.R.; GREGORICH. E.G.; ANDERSON, D.W.; DORAN, J.W.; JANZEN, H.H.; PIERCE, F.J. Concepts of soil quality and their significance. 1997. CENCIANI, K.; LAMBAIS, M. R., CERRI, C. C.; AZEVEDO, L. C. B.; FEIGL, B. J. Bacteria diversity and microbial. Biomass in forest, pastere and fallow soils in the southwestern amazon basin. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.33, pag. 907-916, 2009. CERRI, C.E.P.; SPAROVEK, G.; BERNOUX, M.; EASTERLING, W.E.; MELILLO, J.M. & CERRI, C.C. Tropical agriculture and global warming: Impacts and mitigation options. Sci. Agric., 64:83-99, 2007. CHIEN, S.H. & MENON, R.G. Factors affecting the agronomic effectiveness of phosphate rock for direct application. Fertil. Res., 41:227-234, 1995. CLARK, M.S.; HORWATH, W.R.; SHENNAN, C. & SCOW, K.M. Changes in soil chemical properties resulting from organic and low-input farming practices. Agronomy Journal, 90:662-667, 1998. CONCEIÇÃO, P. C.; AMADO, T. J. C.; MIELNICZUK, J.; SPAGNOLLO, E. Qualidade do solo em sistemas de manejo avaliada pela dinâmica da matéria orgânica e atributos relacionados. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, MG, v. 29, n. 5, p. 777-788, 2005. CORAZZA, E.J.; SILVA, J.E.; RESCK, D.V.S.; GOMES, A.C. 1999. Comportamento de diferentes sistemas de manejo como fonte ou depósito de carbono em relação à vegetação de Cerrado. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 23: 425-432. COSTA, M. B. B. e CAMPANHOLA, C. A agricultura alternativa no Estado de São Paulo. Jaguariúna: Embrapa-CNPMA, 63p. (Documentos, 7), 1997. COSTA, N.R.; ANDREOTTI, M.; ULIAN, N. de A.; COSTA, B.S.; PARIZ, C.M.; TEIXEIRA FILHO, M.C.M. Acúmulo de nutrientes e tempo de decomposição da palhada de espécies forrageiras em função de épocas de semeadura. Bioscience Journal, v.31, p.818-829, 2015. DOI: 10.14393/BJ-v31n3a2015-22434. CRUZ, C. D.; REGAZZI, A. J. Modelos biométricos aplicados ao melhoramento genético. Viçosa: UFV, p. 480, 2001. CRUZ, C.D. Programa Genes: Diversidade genética. Viçosa, Editora UFV, 2008. CRUZ, F.A.O. AND BIGANSOLLI, A.R. Análise dos dados educacionais da cidade de Seropédica: realidade e previsão. Vivências: Revista Eletrônica de Extensão da URI, Rio de Janeiro 7 (13), 29-37, 2011. CUNHA, T.J.F , Fracionamento químico da matéria orgânica e características de ácidos húmicos de solos com horizonte A antrópico da Amazônia (Terra Preta) . Acta Amazônica [S.I.], v. 37, n. 1, p. 91-98, 2007. DA COSTA, D. P., DIAS, A. C. F., DURRER, A., DE ANDRADE, P. A. M., GUMIERE, T., ANDREOTE, F. D. Composição diferencial das comunidades bacterianas na rizosfera de variedades de cana-de-açúcar. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 38, n. 6, p. 1694- 1702, 2014. DARNHOFER, I., Organic farming and Rural Development: some evidence from Austria. Sociol. Ruralis, 45 (4), 308–323. doi:10.1111/j.1467-523.2005.00307.x, 2005. DE WIT, J. AND VERHOOG, H., Organic values and the conventionalization of organic agriculture. NJAS _ Wageningen J. Life Sci. 54 (4), 449–462. 2007. doi:10.1016/S1573- 5214(07)80015-7. DICK, R.P. Soil enzymes activities as indicators of soil quality. In: DORAN, J. W.; COLEMAN, D. C.; BEZDICEK, D. F.; STEWART, B. A. (Ed.). Defining soil quality for a sustainable environment. Madison: Soil Science Society of America, 1994. p.107-124. (Special Publication number, 35). DONAGEMMA, CAMPOS, D. V. B., CALDERANO, S. B., TEIXEIRA,W. G. EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária -. Centro Nacional de Pesquisa de Solos. Manual de métodos de análise do solo. Rio de Janeiro, 230p. 2011. DONAGEMMA, G. K.; CAMPOS, D. V. B.; CALDERANO, S.B.; TEIXEIRA, W.G.; VIANA, J. H. M.. Manual de métodos de análises de solos. 2. ed. rev. Rio de Janeiro: Embrapa Solos, 230p. (Embrapa Solos, Documentos, 132), 2011. DORAN, J. W. Soil microbial and biochemical changes associated with reduced tillage. Soil Science Society of America Journal, Madison, v. 44, p. 765-771, 1980. DORAN, J. W.; PARKIN, T. B. Defining and assessing soil quality. In: DORAN, J.W.; COLEMAN, D.C.; BEZDICEK, D. F.; STEWART, B. A. (Org.) Defining soil quality for a sustainable environment. Madison: SSSA, p. 3-1, 1994. DORAN, J.W.; PARKIN, T.B. Quantitative indications of soil quality: a minimum data set. In: DORAN, J.W & JONES, A.J., ed.Methods for assessing soil quality. Madison, Soil Science Society of America, p.231-245. (SSSA Special Publication, 49), 1996. DORAN, J.W.; SARRANTONIO, M.; LIEBIG, M.A. Soil Healthy and Sustainability. Adv. Agron. 56:1-54, 1996. DUARTE, L.V., KRAUTTER, M. AND SOARES, A.F. (2001) Bioconstructions à spongiaires siliceux dans le Lias terminal du Bassin lusitanien (Portugal): stratigraphie, sédimentologie et signification paléogéographique. Bull. Soc. Géol. France, Paris, 172, 637- 646. DUDA, G. P.; GUERRA, J.G.M.; MONTEIRO, M.T; DE-POLLI, H.; TEIXEIRA, M.G. Perennial herbaceous legumes as live soil mulches and their effects on C, N and P of the microbial biomass. Scientia Agricola, Piracicaba, v.60, p.139-147, 2003. DUMANSKI, J.; PIERI, C. Land quality indicators: research plan. Agriculture, Ecosystems & Environment v.81, 2000. EHLERS, E. Por que Sir. Albert Howard é considerado o "pai" da Agricultura Orgânica? www.aao.org.br/ahoward.aps , 2005 EHLERS, Eduardo. Agricultura Alternativa: uma perspectiva histórica. Revista Brasileira de Agropecuária, ano 01, n.01, p.24 -37, 2000. EHLERS, Eduardo. Agricultura Sustentável: origens e perspectivas de um novo paradigma. 1ºed, São Paulo, 1996. EHLERS, Eduardo. O que se entende por agricultura sustentável? Dissertação de Mestrado. São Paulo: Programa de Pós-Graduação em Ciência Ambiental/USP, 1993. EMBRAPA (EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA). Centro Nacional de Pesquisa de Solo. Manual de métodos de análise de solo. 2.ed. Rio de Janeiro: EMBRAPA. Serviço Nacional de Levantamento e Conservação de Solo, 212p., 1997. EMBRAPA. Manual de análises químicas de solos, plantas e fertilizantes. Brasília, Embrapa Comunicação para Transferência de Tecnologia. 370p. 1997. EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA-EMBRAPA /CNPS. Sistema brasileiro de classificação de solos. Rio de Janeiro, 306p., 2006. FEDE, K. L.; PANACCIONE, D. G.; SEXTONE, A. J. Characterization of dilution enrichment cultures obtained from size-fractionated soil bacteria by BIOLOGR communitylevel physiological profiles and restriction analysis of 16S rDNA genes. Soil Biology and Biochemistry, Oxford, v. 33, n. 11, p. 1555-1562, Sept. 2001. FERES, A.M.B. O impacto das mudanças da legislação Brasileira sobre a produção agropecuária orgânica: um estudo de caso no estado do Rio de Janeiro. Anais do Encontro de Geógrafos da América Latina (EGAL). Montevideo, Uruguai, 2009. http://observatoriogeograficoamericalatina.org.mx/egal12/Geografiasocioeconomica/Geografi aagricola/13.pdf. FERREIRA, A. L. ; MAURICIO, R. M. ; PEREIRA, L. G. R. ; AZEVEDO, J. A. G. ; OLIVEIRA, L. S. ; PEREIRA, J. M., 2012. Nutritional divergence in genotypes of forage peanut. Rev. Bras. Zootec., 41 (4): 856-863. FERREIRA, A.D.D. AND ZANNONI, M., 2001. Une autre agriculture et la reconstruction de la ruralite. In: Zanonid, M., Lamarche, H. (Eds.). Agriculture et Ruralite au Bresil; Un Autre mode`le de de´veloppement. Karthala Ed, Paris, pp. 15–26. FERRO, M. Efeito residual de diferentes espécies de adubos verdes de inverno sobre o rendimento de soja e milho. In: REUNIÃO CENTRO-SUL DE ADUBAÇÃO VERDE E FIERER, N.; STRICKLAND, M.S.; LIPTZIN, D.; BRADFORD, M.A.; CLEVELAND, C.C. Global patterns in belowground communities. Ecology Letters, v.12, p.1238-1249, 2009. FILLEY, T.R., MCCORMICK, M.K., CROW, S.E., SZLAVECZ, K., WHIGHAM, D.F., JOHNSTON, C.T. AND VAN DEN HEUVEL, R.N. (2008). Comparison of the chemical alteration trajectory of Liriodendron tulipifera L. leaf litter among forests with different earthworm abundance. Journal of Geophysical Research 113: doi: 10.1029/2007JG000542. issn: 0148-0227. FRADE, C. OLIVEIRA. A construção de um espaço para pensar e praticar a Agroecologia na UFRRJ e seus arredores. Dissertação de Mestrado. Rio de Janeiro: CPDA/UFRRJ, 2000. FREIRE, L.R.; BALIEIRO, F. C.; ZONTA, E.; ANJOS, L.H. C.; PEREIRA, M.G.; LIMA, E.; GUERRA, J. G. M.; FERREIRA, M. B. C.; LEAL, M. A.; CAMPOS, D. V. B.; POLIDORO, J. C. Recomendações gerais. In: Manual de Calagem e Adubação do Estado do Rio de Janeiro. Luiz Rodrigues Freire – Brasília, DF: Embrapa; Seropédica, RJ: Editora Universidade Rural, cap. 3, p.243-256, 2013. FUNDAÇÃO CEPERJ, Centro Estadual de Estatística, Pesquisa e Formação de Servidores, Públicos do Rio de Janeiro. Divisão política e administrativa do Estado. 2014. http://www.ceperj.rj.gov.br/ceep/info_territorios/divis_politico_administrativo.html (acesso em setembro de 2014). GARBEVA, P.; VEEN, J.A.; ELSAS, J.D. van. Microbial diversity in soil: selection of microbial populations by plant and soil type and implications for disease suppressiveness. Annual Review of Phytopathology, v.42, p.243-270, 2014. GOEDERT, WENCESLAU J. – Qualidade do Solo em Sistemas de Produção Agrícola – XXX Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2005. GOLINSKI, J., SOUZA, P., M. AND GOLINSKI, A. Diferenças no grau de desenvolvimento tecnológico dos assentamentos de Reforma agrária do município de Seropédica RJ. XLV. Congresso da Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural. UEL, Londrina, PR, p. 13, 2007. GRANDY, A.S., J.C. NEFF, AND M.N. WEINTRAUB. Carbon structure and enzyme activities in alpine and forest ecosystems. Soil Biology and Biochemistry, 39:2701-2711. 2007. GRAYSTON, S.J.; AMPBELL, C.D.; BARDGETT, R.D.; MAWDSLEY, J.L.; CLEGG, C.D.; RITZ, K.; GRIFFITHS, B.S.; RODWELL, J.S.; EDWARDS, S.J.; DAVIES, W.J.; ELSTON, D.J.; MILLARD, P. Assessing shifts in microbial community structure across a range of grasslands differing in management intensity using CLPP, PLFA and community DNA techniques. Applied Soil Ecology, v.25, p.63-84, 2004. GUILHOTO, J.J.M., ICHIHARA, S.M., SILVEIRA, S.V., DINIZ, B.P.C., AZZONI, C.R. AND MOREIRA, G.R.C. A importância da agricultura familiar no Brasil e em seus Estados. In: 35º Anais do Encontro Nacional de Economia; 2007 December. Recife, http://www.anpec.org.br/encontro2007/artigos/A07A089.pdf. (accessed 10.10. 2015). GUIMARÃES, L.D.D. Agroecologia e educação agrícola: alternativa sustentável para agricultura familiar no município de Seropédica. Dissertação de Mestrado, UFRRJ., 2011. HAIR, J.F.; ANDERSON, R.E.; TATHAM, R.L. & BLACK, W.C. Análise multivariada de dados. Trad. Adonai S. Sant’Anna e Anselmo C. Neto. 5 ed. Porto Alegre: Bookman, 600 p., 2005. HUNGRIA, M.; VARGAS M.A.T. Biologia dos solos dos cerrados. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – EMBRAPA, 1997. IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, Levantamento Sistemático da Produção Agrícola. Pesquisa mensal de previsão e acompanhamento das safras agrícolas no ano civil, 2016. INSTITUTO BIODINÂMICO (IBD), Produtores orgânicos em Botucatu-SP. 2000. Disponível. In: http://www.ibd.com.br. (accessed: 15.07.2014). INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE), 2006. Agropecuária, indicadores. http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/indicadores/agropecuaria/lspa/default.shtm. (accessed: 15.09.2014). INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, Indicadores. Panorama Agrícola Municipal, 2017 – levantamento sistemático mensal (accessed: 03.04.2017). INTERNATIONAL FEDERATION OF ORGANIC AGRICULTURE MOVEMENTS (IFOAM). Annual Report, One Earth, Many Minds, 20016. ISLAM, K.R.; WEIL, R.R. Soil quality indicator properties in mid-atlantic soils as influenced by conservation management. Journal of Soil Water Conserve, 55:69-78, 2000. KARLEN, D.L.; MAUSBACK, M.J.; DORAN, J.W.; CLINE, R.G.; HARRIS, R.F.; SCHUMAN, G.E. Soil Quality: A conception, definition, and framework for evaluations. Soil Science Society of America Journal. 61:4-10. 1997. KEENEY D.R., BREMNER J.M. Use of the Coleman model 29 A analyser for total nitrogen analysis of soils. Soil Science, v.104 (5), p. 358-363, 1967. KÖPPEN, W.; GEIGER, R. Klimate der Erde. Gotha: Verlag Justus Perthes. Wall-map 150cmx200cm, 1928. LAL, R.L. Métodos para avaliação do uso sustentável dos recursos solo e água nos trópicos; tradução e adaptação de MEDUNGO, CC & DYNIA, J.F. Jaguariúna: Embrapa Meio Ambiente 97p., 1999. LARSON, W.E.; PIERCE, F.J. Conservation and enhancement of soil quality, 1991. In:, M.R. Soil Quality for Sustainable Land management: Organic Matter and Aggregation Interactions that Maintain Soil Functions. Agronomy Journal, Vol.94, January-February, 2002. LARSON, W.E.; PIERCE, F.J. The dynamics of soil quality as a measure of sustainable management. In: Doran, J.W., Coleman, D.C., Bezdicek, D.F., Stewart, B.A. (Eds.), Defining Soil Quality for a Sustainable Environment. Soil Sci. Soc. Am. Spec. Pub., 35:37-52, 1994. LIMA, C. L. R. Compressibilidade de solos versus intensidade de tráfego em um pomar de laranja e pisoteio animal em pastagem irrigada. 2004. 70p. Tese (Doutorado em Agronomia) – Departamento de Solos e Nutrição de Plantas, Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Universidade de São Paulo, Piracicaba, SP. LOSS, A.; PEREIRA, M. G.; SHULTZ, N.; ANJOS, L. H. C.; SILVA, E. M. R. Carbono e frações granulométricas da matéria orgânica do solo sob sistemas de produção orgânica. Ciência Rural, Santa Maria, v. 39, n. 4, p. 1077-1082, 2009. LOSS, A.; PEREIRA, M.G; GIÁCOMO, S.G.; PERIN, A.; ANJOS, L.H.C. dos. Agregação, carbono e nitrogênio em agregados do solo sob plantio direto com integração lavourapecuária. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.46, p.1269-1276, 2011. LOTTER, D.W., Organic agriculture. J. Sustain. Agric. 21 (4), 59-128. 2003. LYNCH, J.M. Interactions between biological processes cultivation and soil structure. Plant Soil, v.76, p.307-18, 1984. MACEDO, M.C.M. Integração lavoura e pecuária: o estado da arte e inovações tecnológicas. Revista Brasileira de Zootecnia, v.38, p.133-146, 2009. MACEDO, M. C. M.; BONO, J. A.; ZIMMER, A.; COSTA, F. P.; KANNO, T.; MIRANDA, C. H. B.; KICHEL, A. Preliminary results od agropastoral systems in the Cerrados of Mato Grosso do Sul - Brazil. In: WORKSHOP ON AGROPASTORAL SYSTEM IN SOUTH AMERICA, 2001, Japan. Proceedings... Japan: JIRCAS, 2001b. p.35-42. (Working Report, 19). MACHADO, P. L. O. A.; GERZABEK, M. Tillage and crop rotation interactions on humic substances of a typic haplorthox from southern Brazil. Soil Tillage Research, Amsterdam, v. 26, n. 1, p. 227-236, 1993. MACRAE, R.M. Strategies to Overcome Institutional Barriers to the Transition from Conventional to Sustainable Agriculture in Canada: the Role of Government, Research Institutions and Agribusiness. Thesis (Doctor of Philosophy). McGill University, Department of Renewable Resources. Montreal, 1991. MALANSKI, E.P. AND ONÇAY, S. T. A agricultura familiar: costumes, conhecimentos e características do município de Campo Bonito/PR. PROJOVEM CAMPO – Saberes da Terra, do Colégio Estadual José Bonifácio, no município de Campo Bonito/PR, em parceria com CEEBJA/Cascavel – Centro de Educação Básica para Jovens e Adulto. 2011. http://www.nre.seed.pr.gov.br/cascavel/arquivos/File/PROJOVEM/ArtigoElizabet.pdf. (acesso em setembro de 2014). MALAVOLTA, E. Fósforo na planta e interação com outros elementos. In: SIMPÓSIO SOBRE FÓSFORO NA AGRICULTURA BRASILEIRA, Piracicaba, 2003. Anais. Piracicaba, Potafos/Anda, 85p. 2003. MALAVOLTA, E. Manual de nutrição mineral de plantas. São Paulo: Agronômica Ceres, 2006. 631p. MALAVOLTA, E.; PIMENTEL-GOMES, F. e ALCARDE, J. C. Adubos e adubações. São Paulo: Nobel, 200p, 2000. MALAVOLTA, E.; VITTI, G. C.; OLIVEIRA, S. A. Avaliação do estado nutricional das plantas: princípios e aplicações. 2. ed. Piracicaba: POTAFOS, 1997. 319p. MAPA - MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 46, DE 6 DE OUTUBRO DE 2011. MAPA, MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO. Dados disponíveis em: http://www.agricultura.gov.br/assuntos/sustentabilidade/organicos/cadastronacional- produtores-organicos. Acesso: 03/04/2016. MARSCHNER, P.; SOLAIMAN, Z.; RENGEL, Z. Rhizosphere properties of Poaceae genotypes under P-limiting conditions. Plant and Soil, v.283, p.11-24, 2006. MARTHA JUNIOR, G. B; BARIONI, L. G., CEZAR, I. M., Sistemas de produção animal em pastejo: Um enfoque empresarial. Planaltina. Embrapa Cerrados. 2002. MASCIANDARO, G.; CECCANTI, B.; RONCHI, V. & BAUER, C. Kinetic parameters of dehydrogenase in the assessment of the response of soil to vermicompost and inorganic fertilisers. Biol. Fert. Soils, 32:479-483, 2000. MATSUOKA, M.; MENDES, I. C.; LOUREIRO, M. F. Biomassa microbiana e atividade enzimática em solos sob vegetação nativa e sistemas agrícolas anuais e perenes na região de Primavera do Leste/MT. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 27, p. 425-433, 2003. MAZZOLENI, E.M. AND NOGUEIRA, J.M. Agricultura orgânica: características básicas do seu produtor. Revista de Economia e Sociologia Rural 44, 263-293, 2006. MELO, A. C. G.; DURIGAN, G. Impacto do fogo e dinâmica da regeneração da comunidade vegetal em borda de floresta estacional semidecidual (Gália, SP, Brasil). Revista Brasileira de Botânica, v. 33, n.1, p. 37-50, 2010. MENDES, I. C.; REIS JUNIOR, F. B. Uso de parâmetros microbiológicos como indicadores para avaliar a Qualidade do Solo e a sustentabilidade dos agroecossistemas. Planaltina, DF: Embrapa Cerrados, (Documentos, 112) 34 p., 2004. MESQUITA, F.F. Agricultura orgânica: relato de uma experiência. Colóquio. Revista Desenvolvimento Regional, Taquara, RS 10 (2), 149-156, 2013. MILLIGAN, G.W., COOPER, M.C An examination of procedures for determining the number of cluster in a data set. Psychometrika. v.50, p.159-179, 1985. MINISTÉRIO DA AGRICULTURA PECUÁRIA E ABASTECIMENTO – MAPA. Relatório anual de produção orgânica, Brasília, DF, 2012. MINISTÉRIO DA AGRICULTURA PECUÁRIA E ABASTECIMENTO (MAPA), Cadastro Nacional DOS produtores orgânicos. 2014a. http://www.agricultura.gov.br/desenvolvimentosustentavel/ organicos/cadastro-nacional. (Acccessed 13.06.2014). MINISTÉRIO DA AGRICULTURA PECUÁRIA E ABASTECIMENTO (MAPA), Caderno do Plano de manejo orgânico/ Secretaria de desenvolvimento agropecuário e cooperativismo. -. MAPA/ACS, Brasília, 56p., 2011. http://www.redesans.com.br/redesans/wpcontent/ uploads/2012/10/caderno-manejo-organico-biblioteca.pdf. (accessed: 23.06.2014). MINISTÉRIO DA AGRICULTURA PECUÁRIA E ABASTECIMENTO (MAPA), Orgânicos, Cadastro nacional de produtores orgânicos. 2014b. http://www.agricultura.gov.br/desenvolvimento-sustentavel/organicos. (Accessed 10.08.2015). MINISTÉRIO DA AGRICULTURA PECUÁRIA E ABASTECIMENTO (MAPA). Caderno do plano de manejo orgânico. 2016. MORAGHAN, J.T. & MASCAGNI JR., H.J. Environmental and soil factors affecting micronutrient, deficiences and toxicities. In: MORTVEDT, J.J.; COX, F.R.; SHUMAN, L.M. & WELCH, R.M., eds. Micronutrients in agriculture. Madison, Soil Science Society of Agronomy, 1991. p.371-426. MOREIRA, F. M. S., SIQUEIRA, J. O. Microbiologia e Bioquímica do solo. 2º edição. Atualizado e ampliado. Lavras. Editora UFLA, 2006. 729p. MORGAN, K. AND MURDOCH, J., Organic versus conventional agriculture: knowledge, power and innovation in the food chain. Geo. Forum 31 (2), 159-173, 2000. NARDI, S.; CARLETTI, P.; PIZZEGHELLO, D. & MUSCOLO, A. Biological activities of humic substances. In: SENESI, N.; XING, B. & HUANG, P.M., eds. Biophysico-chemical processs involving natural nonliving organic matter in environmental systems. New Jersey, Wiley, 2009. p.305- 339. NASCIMENTO, P. C.; LANI, J. L.; MENDONÇA, E. S.; ZOFFOLI, H. J. O.; PEIXOTO, H. T. M. Teores e características da matéria orgânica de solos hidromórficos do Espírito Santo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, MG, v. 34, n. 1, p. 339-348, 2010. NETO, N.C., DENUZI, V.S.S., RINALDI, R.N. AND STADUTO, J.R. Produção orgânica: uma potencialidade estratégica para a agricultura familiar. Revista Percurso- NEMO, Maringá 2 (2), 73-95, 2010. NEVES, C.M.N.; SILVA, M.L.N.; CURI, N.; CARDOSO, E.L.; MACEDO, R.L.G.; FERREIRA, M.M.; SOUZA, F.S. Atributos indicadores da qualidade do solo em sistema agrossilvopastoril no noroeste do estado de Minas Gerais. Scientia Forestalis, v. 74, n. 02, p. 45-53, 2007. NIEBERG, H. AND OFFERMANN, F. Economic aspects of organic farming – the profitability of organic farming in Europe. OECD Workshop on Organic Agriculture, Washington, DC. In: 23-26, 2002. NIMER, E. Climatologia do Brasil. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, Rio de Janeiro, RJ; 421 p., 1989. NOCKER, A. SOSSA, K. E., CAMPER, A. K., Molecular monitoring of disinfection efficacy using propiduem monoazide in combination with quantitative PCR. J. microbial meth 70. 252-260. NOVAIS, R.F. & SMYTH, T.J. Fósforo em solo e planta em condições tropicais. Viçosa, MG, Universidade Federal de Viçosa, 399p., 1999. OVREAS, L., FORNEY, L., DAAE, F. L., & TORSVIK, V. Distribution of bacterioplankton in meromictic Lake Saelenvannet, as determined by denaturing gradient gel electrophoresis of PCR-amplified gene fragments coding for 16S rRNA. Appliedand Environmental Microbiology, 63(9), p.3367-3373, 1997. PAPA, R.A. Avaliação da Aptidão Agrícola e Determinação da Qualidade de Solos do Distrito Federal. Monografia de Graduação, Universidade de Brasília – UnB, 2006. PAUL, B.K.; VANLAUWE, B.; AYUKE, F.; GASSNER, A.; HOOGMOED, M.; HURISSO, T.T.; KOALA, S.; LELEI, D.; NDABAMENYE, T.; SIX, J.; PULLEMAN, M. M. Mediumterm impact of tillage and residue management on soil aggregate stability, soil carbon and crop productivity. Agriculture, Ecosystems and Environment, v.164, p.14-22, 2013. PEIXOTO, F.; ALVES-FERNANDES, D.; SANTOS, D.; FONTAINHAS-FERNANDES, A. Toxicological effects of oxyfluorfen on oxidative stress enzymes in tilapia Oreochromis niloticus. Pestic. Biochem. Physiol., v.85, p.91-96, 2006. PIMENTA, R. S. Yeast communities in two Atlantic rain Forest fragments in Southeast Brazil. Brazilian Journal of Microbiology, São Paulo, v. 40, n. 5, p. 90-35, 2009. PRATES, F. B. S.; GENUNCIO, G. C.; FERRARI, A. C., NASCIMENTO, E. C.; ALVEZ, G. Z.; PALERMO, D. P.; ZONTA, E. Acúmulo de nutrientes e produtividade de crambe em função da fertilização com torta de mamona e serpentinito. Ciência Rural, Santa Maria, v. 44, n. 5, p. 810-816, 2014. RABÊLO, F. H. S., DE REZENDE, A. V., RABELO, C. H. S.; AMORIM, F. A. Características agronômicas e bromatológicas do milho submetido a adubações com potássio na produção de silagem. Revista Ciência Agronômica, v. 44, n. 3, p. 635-643. 2013. RAIJ, BERNADO VAN. Fertilidade do Solo e Adubação. Editora Agronômica Ceres. 1991. RAJAN, S.S.S.; WATKINSON, J.H.; SINCLAIR, A.G. Phosphate rocks for direct application to soils. Adv. Agron., 57:77-159, 1996. RAMOS, D. P.; CASTRO, A. F.; CAMARGO, M. N. Levantamento detalhado de solos da área da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.8, p.1-27, 1973. RECH, M; PANSERA, M. R.; SARTORI, V. C.; RIBEIRO, R. T. S. Microbiota do solo em vinhedos agroecológico e convencional e sob vegetação nativa em Caxias do Sul, RS. Revista Brasileira de Agroecologia, v. 8, p. 141-151, 2013. REDE ECOLÓGICA RIO. http://redeecologicario.org. (Accessed 09.12.2014). REGAZZI, A.J. Análise multivariada, notas de aula INF 766, Departamento de Informática da Universidade Federal de Viçosa, v.2, 2000. RESENDE, A. V.; NETO, A. E. F.; ALVES, V. M. C.; MUNIZ, J. A.; CURI, N.; FAQUIN, V.; KIMPARA, D. I.; SANTOS, J. Z. L.; CARNEIRO, L. F. Fontes e modos de aplicação de fósforo para milho em solo cultivado da região do cerrado. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 30, pag. 453-466, 2006. RESENDE, M; CURI, N; DE REZENDE, S.B.; CORRÊA, G.F. Pedologia – base para distinção de ambientes. 4º ed. NEPUT. Viçosa. 2002. ROCHA, F.L. AND SANTIAGO, T. S. As dificuldades do acesso ao crédito Rural para Os agricultores familiares através da ASCOOB-SISAL no município de Serrinha- BA. Covibra, Congressos On-Line, 2013. http://www.convibra.org/upload/paper/2013/30/2013_30_6751.pdf. ROSADO, A.S., DUARTE, G.F., SELDIN, L. AND VAN ELSAS, J.D. Molecular microbial ecology: a minireview. Revista de Microbiologia 28: 3, 135-147, 1997. ROSSI, C. Q.; PEREIRA, M. G.; GIÁCOMO, S. G.; BETTA, M.; POLIDORO, J. C. Frações lábeis da matéria orgânica em sistema de cultivo com palha de braquiária e sorgo. Revista Ciência Agronômica, Fortaleza, v. 43, n. 3, p. 38-46, 2012. ROSSI, C. Q.; PEREIRA, M. G.; GIÁCOMO, S. G.; BETTA, M.; POLIDORO, J. C. Frações húmicas da matéria orgânica do solo cultivado com soja sobre palhada de braquiária e sorgo. Bragantia, Campinas, v. 70, n. 3, p. 622-630, 2011. SALTON, J.C.; MIELNICZUK, J.; BAYER, C.; FABRÍCIO, A.C.; MACEDO, M.C.M.; BROCH, D.L. Teor e dinâmica do carbono no solo em sistemas de integração lavourapecuária. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.46, p.1349-1356, 2011. SANTOS, R.D.; LEMOS, R.C.; SANTOS, H.G.; KER, J.C.; & ANJOS, L. H.C. Manual de descrição e coleta de solo no campo. 5.ed. Viçosa, MG, SBCS/SNLCS, 100p, 2005. SAS Institute Inc. SAS OnlineDoc® 9.2. Cary, NC: SAS Institute Inc. 2010. SAS INSTITUTE INC. Statistical Analysis System, guide. 1. ed. Cary, EUA, v.9, 513p. 2002. SEUFERT, V.; RAMANKUTTY, N.; FOLEY, J. Comparing the yields of organic and conventional agriculture. Nature, v. 485, pag. 229-232, 2012. SEVERINO, L.S.; FERREIRA, G.B.; MORAES, C.R.A.; GONDIM, T.M.S.; CARDOSO, G.D.; VIRIATO, J.R.; BELTRÃO, N.E.M. Crescimento e produtividade da mamoneira adubada com macronutrientes e micronutrientes. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.41, n.5, p.563-568, 2006. SHENDURE, J.; PORRECA, G.J; REPPAS, N. B.; LIN, X.; MCCUTCHEON, J.P.; ROSENBAUM, A. M.; WANG, M. D.; ZHANG, K.; MITRA, R. D.; CHURCH, G. M. Accurate multiplex polony sequencing of an evolved bacterial genome. Science, 309, 1728- 1732, 2005. SHULTZ, G., NASCIMENTO, L.F.M. AND PEDROZO, E.A. As cadeias produtivas de alimentos orgânicos do Município de Porto Alegre/RS frente à evolução das demandas do mercado: lógica de produção e/ou de distribuição. Congresso Internacional de Economia e Gestão de Negócios Agroalimentares 3, 185, 2001. SILVA, E.F. da; LOURENTE, E.P.R.; MARCHETTI, M.E.; MERCANTE, F.M.; FERREIRA, A.K.T.; FUJII, G.C. Frações lábeis e recalcitrantes da matéria orgânica em solos sob integração lavoura-pecuária. Pesquisa Agropecuária Brasileira , v.46, p.1321-1331, 2011. DOI: 10.1590/S0100-204X2011001000028. [Links] SILVA, F.C. & RAIJ, B.van. Disponibilidade de fósforo em solos avaliada por diferentes extratores. Pesq. Agropec. Bras., 34:267-288,1999. SILVA, I. R.; MENDONÇA, E. S. Matéria orgânica do solo. In: NOVAIS, R. F.; ALVAREZ, V. V. H.; BARROS, N. F.; FONTES, R. L. F.; CANTARUTTI, R. B.; NEVES, J. C. L. (Ed.). Fertilidade do solo. Viçosa: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, p. 275-374, 2007. SILVA, R. C. S.; ALMEIDA, J. C. R.; BATISTA, G. T.; FORTES NETO, P.; Os indicadores físicos, químicos e biológicos da qualidade do solo e da sustentabilidade dos ambientes naturais Repositório Eletrônico Ciências Agrárias, Coleção Ciências Ambientais, http://www.agro.unitau.br/dspace. p. 1-13, 2011. SILVA, R.R.; SILVA, M.L.N.; FERREIRA, M. M. Atributos Físicos Indicadores da qualidade do solo sob sistemas de manejo na Bacia do Alto do Rio Grande MG. Ciênc. Agrotec, Lavras, v.29, n.4, p.719-730, jul./ago, 2005. SILVA, S. D.; PRESOTTO, R. A.; MAROTA, H. B.; ZONTA, E. Uso de torta de mamona como fertilizante orgânico. Pesquisa Agropecuária Tropical, v. 42, n.1, p. 19-27, 2012. SMITH, J. L.; PAUL, E. A. The significance of soil microbial biomass estimations. In: BOLLAG, J.; STOTZKY, D. G. (Ed.). Soil biochemistry. New York: M. Dekker, v. 6, p. 357- 396, 1990. SMITH. O.H.; PETERSEN, G.W.; NEEDELMAN, B.A. Environmental indicators of agroecosystems. Adv. Agron. 69:75-97, 2000. SOUZA, J.; RESENDE, P. – Manual de Horticultura Orgânica – Viçosa: Aprenda Fácil, 2003. STEVENSON, F.J. 1994. Humus chemistry: genesis, composition, reactions. 2. ed. John Willey, New York, USA. 496pp. STOCKDALE, E. A., BROOKES, P. C. 2006. Detection and quantification of the soil microbial biomass – impacts on the management of agriculture soils. J. Agric. Science, 144, 285-302. STORCH, G., SILVA, F.F., BRIZOLA, R.M.O., AZEVEDO, R., VAZ, D.S. AND BEZERRA, A.J.A., Caracterização de um grupo de produtores agroecológicos do sul do Rio Grande DO Sul. Revista Brasileira de Agrociência 10 (3), 357-362, 2004. SWIFT, R. S.; In: Methods of soil analysis. Part 3. chemical methods – SSSA Book series no 5”. Soil Science Society of America and American Society of Agronomy, Madison, p. 1011, 1996. TABARELLI, M.; MANTOVANI, W. A regeneração de uma floresta tropical montana após corte e queima (São Paulo- Brasil). Revista Brasileira de Biologia, v. 59: 239-250, 1999. TEDESCO, M. J.; GIANELLO, C.; BISSANI, C. A.; BOHNEN, H.; VOLKWEISS , S. J. Análises de solo, plantas e outros materiais. Boletim Técnico Nº 5 - Departamento de Solos - UFRGS, 174 p., 1995. TEDESCO, M.J., VOLKWEISS, S.J., BOHNEN, H. Análise de solo, plantas e outros materiais. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, Brasil. 188p. 1995. TEXEIRA, C.F. A; PAULETTO, E.A; SILVA, J.B. Resistência Mecânica à Penetração de um Argissolo Amarelo Distrófico Típico sob Diferentes Sistemas de Produção em Plantio Direto. Ciência Rural, v33.nº 6, Santa Maria, 2003, p.1165-1167. THENG, B. K. G.; TATE, K. R.; SOLLINS, P.; MORIS, N.; NADKARNI, N.; TATE III, R. L. Constituents of soil organic matter in temperate and tropical soils. In: COLEMAN, D. C.; OADES, J. M.; UEHARA, G. (Ed.). Dynamics of soil organic matter in tropical ecosystems. Hawaii: University of Hawaii; NifTAL Project, p. 5-31, 1989. TOLEDO, L. O.; ANJOS, L. H. C.; COUTO, W. H.; CORREIA, J.R.; 4 , PEREIRA, M. G.; CORREIA, M. E. F. Análise multivariada de atributos pedológicos e fitossociológicos aplicada na caracterização de ambientes de Cerrado no Norte de Minas Gerais. Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 33, n. 5, p. 957-968, jun. 2009. TORSVIK, V. AND OVREAS, L. (2002) Microbial Diversity and Function in Soil: From Genes to Ecosystems. Current Opinions in Microbiology, 5, 240-245. http://dx.doi.org/10.1016/S1369-5274(02)00324-7. TORSVIK, V.; GORSOYR, J.; DAEE, F. L. High diversity in DNA soil bacteria. Applied and Environmental Microbiology, Washington, v. 56, p. 782-787, 1990. TÓTOLA, M. R.; CHAER, G. M. Microrganismos e processos microbiológicos como indicadores da qualidade dos solos. In: ALVAREZ, V. H.; SCHAEFER, C. E. G. R.; BARROS, N. F.; MELLO, J. W. V.; COSTA, L. M. (Ed.). Tópicos em Ciência do Solo. Viçosa: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, v. 2, p. 195-276, 2002. TRASAR-CEPEDA, C.; LEIRÓS, C.; GIL-SOTRES, F.; SEOANE, S. Towards a biochemical quality index for soils: An expression relating several biological and biochemical properties. Biology and Fertility of Soils, New York, v. 26, p. 100-106, 1998. UPRETY, D.; HEJCMAN, M.; SZÁKOVÁ, J.; KUNZOVÁ, E.; TLUSTOS P. Concentration of trace elements in arable soil after long term application of organic and inorganic fertilizers. Nutrient Cycle Agroecosystem, Dordrecht, v.85, p. 242-252, 2009. USDA (United States Department of Agriculture). Guidelines for Soil Quality Assessment in Conservation Planning, 2001. USDA (United States Department of Agriculture). Soil Quality Thunderbook. A Note about Soil Quality and the Thunderbook, 2004. USDA (United States Department of Agriculture). Soil Quality Thunderbook. A Note about Soil Quality and the Thunderbook, 2012. USEPA - United States Environmental Protection Agency. Method 3052 - Microwave assisted acid digestion of siliceous and organically based matrices. 1996. 20p. Disponível em: <http://www.epa.gov/epawaste/hazard/testmethods/sw846/pdfs/3052.pdf. Acessado em: 25 de junho de 2016. USEPA. (2007). Method 3051A, Microwave assisted acid digestion of sediments, sludges, soils and oils. Retrieved from <http://www.epa.gov/osw/hazard/testmethods/ sw846/pdfs/3051a.pdf> Accessed January, 2015. USEPA. United States Environmental Protection Agency. Federal register. Zinc Fertilizers Made From Recycled Hazardous Secondary Materials. V.67, No.142, p.48393-48415, 2002. Disponível em http://www.epa.gov/osw/hazard/recycling/fertilz/ VARGAS, L.K. & SCHOLLES, D. Biomassa microbiana e produção de C-CO2 e N mineral de um Podzólico Vermelho-Escuro submetido a diferentes sistemas de manejo. R. Bras. Ci. Solo, 24:35-42, 2000. VERNETTI JÚNIOR, F.J.; GOMES, A.S.; SCHUCH, L.O.B. Sustentabilidade de sistemas de rotação e sucessão de culturas em solos de várzea no Sul do Brasil. Ciência Rural, v.39, p.1708-1714, 2009. VILELA, L.; MACEDO, M.C.M.; MARTHA JÚNIOR, G.B.; KLUTHCOUSKI, J. Benefícios da integração lavoura-pecuária. In: KLUTHCOUSKI, J.; STONE, L.F.; AIDAR, H. (Ed.). Integração lavoura pecuária. Santo Antônio de Goiás: Embrapa Arroz e Feijão, 2003, p.145-170. WARD, D. M.; WELLER, R.; BATESON, M. M. 16S rRNA sequences reveal numerous uncultured microrganisms in a natural community. Nature, London, v. 345, p. 63-65, 1990. WEID, J.M.V.D. Agroecologia: condição para a segurança alimentar. Agriculturas – Experiências in Agroecologia. Rio de Janeiro 1, 4-7, 2004. WHIPPS, J. M. Effect of CO2 concentration on growth, carbon distribution and loss of carbon from the roots of maize. J. Exp. Bot. 26. (1985) 644-651. WILLER, HELGA. Research Institute of Organic Agriculture (FiBL), Frick, Switzerland BioFach Congress 2013, Urnberg, Session Organic Market Data Networks, 2013. XAVIER, F.A.S.; MAIA, S.M.F.; OLIVEIRA, T.S. & MENDONÇA, E.S. Biomassa microbiana e matéria orgânica leve em solos sob sistemas agrícolas orgânico e convencional na Chapada da Ibiapaba – CE. R. Bras. Ci. Solo, 30:247-258, 2006. YEMEFACK, M.; ROSSITER, D. G.; NJOMGANG, R. Multi-scale characterization of soil variability within an agricultural landscape mosaic system in southern Cameroon. Geoderma, v. 125, n. 1-2, p. 117-143, 2005. http://dx.doi.org/10.1016/j.geoderma.2004.07.007. YEOMANS, J.C. & BREMNER, J.M. A rapid and precise method for routine determination of organic carbon in soil. Comm. Soil Sci. Plant Anal., 19:1467-1476, 1988. YOORIN, Fertilizantes. Disponível em: http://www.yoorin.com.br. ZACCARDELLI, M.; VILLECCO, D.; CAMPANILE, F.; PANE, C. Metagenomic profiles of soil microbiota under two different cropping systems detected by STRs-based PCR. Agricultural Sciences. n.3, 98-103. 2012. ZAGO, A.S.; POLASTRI, P.F.; VILLAR, R.; SILVA, V.M.; GOBBI, S. Efeito de um programa geral de atividade física de intensidade moderada sobre os níveis de resistência de força em pessoas da terceira idade. Revista Brasileira de Atividade Física e Saúde, Londrina, v.5, n.3, p.42-51, 2000. ZILLI, J.E.; XAVIER, G.R.; MOREIRA, F.M.S.; FREITAS, A.C.R.; OLIVEIRA, L.A. Fixação biológica de nitrogênio. In: ZILLI, J. É.; VILARINHO, A. A.; ALVES, J. M. A. (Ed.) A cultura do feijão caupi na Amazônia brasileira. Boa Vista: Embrapa Roraima, 2009b. p. 185-221.por
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectOrganic farmingeng
dc.subjectAgricultura orgânicapor
dc.subjectFertilidade do solopor
dc.subjectQualidade do solopor
dc.subjectSoil fertilitypor
dc.subjectSoil qualitypor
dc.subject.cnpqAgronomiapor
dc.titleProdução orgânica no município de Seropédica: avaliação de sua sustentabilidade e o seu impacto nos atributos químicos e biológicos do solopor
dc.title.alternativeOrganic production in the municipality of Seropédica: assessment your sustainability and its impact in chemical attributes and biological soileng
dc.typeTesepor
Appears in Collections:DOUTORADO EM AGRONOMIA - CIÊNCIA DO SOLO

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016 - Elisamara Caldeira do Nascimento.pdfDocumento principal2.34 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.