???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/1636
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: INFLUÊNCIA DO TRATAMENTO TÉRMICO SOBRE O ALUMÍNIO LIVRE DO SOLO
Other Titles: INFLUENCE OF THERMAL TREATMENT ON FREE SOIL ALUMINUM
???metadata.dc.creator???: Santos, Gabriel de Araújo 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Braun, Walter Augusto i Gross
???metadata.dc.description.resumo???: No presente trabalho estudou-se o efeito do tratamento térmico em três latossolos com o objetivo de detectar-se modificações nos teores de Al livre, e conseqüente eliminação de toxides desse elemento para as plantas. Nos solos, tratados em laboratório à temperaturas que variavam do ambiente até 300°C, foram estudadas as modificações causadas pelo calor sobre: a composição mineralógica, o teor de carbono, o pH determinado em suspensão aquosa e em KCl, o Al e o Fe extraídos em KCl 1N e AcNH4 pH 4,8. Foi ainda estudado o efeito do tratamento térmico a 200°C e 400°C sobre o crescimento de plantas sorgo em um dos solos que apresentava toxides. Com um período de aquecimento de uma hora, poucas mo-7 3 dificações se fizeram sentir até a temperatura de 100ºC. A partir daí houve profundas modificações na composicão mineralógica que culminaram com o desaparecimento da gibsita e da goetita. O teor de carbono reduziu-se apreciavelmente com o aquecimento à temperatura de 200°C e acima desta, tendo produzido a redução do Fe3+ a Fe2+ . Com a redução do Fe3+, houve um aumento progressivo da extração desse elemento, tanto em KCl como AcNH4 pH 4,8, que atingiu um máximo a temperatura de 200°C, diminuindo rapidamente a temperatura mais altas. O Al trocável, extraído em KCl, sofreu uma diminui- ção progressiva e acentuada, a proporção que a temperatura do tratamento aumentava, reduzindo-se a zero a temperatura de 300ºC. O Al extraído em AcAG14 pH 4,8 aumentou a proporção que a temperatura do tratamento crescia acima de 100ºC. Esse aumento é provavelmente devido a solubilização de estruturas do alumínio mais sujeitas ao ataque da solução de pH 4,8 proveniente de estruturas cristalinas ou semi-cristalinas, pré- existentes que foram fragmentadas pela desidratação consequete do tratamento térmico. O pH do solo também aumentou consideravelmente com ostratamentos acima de 100ºC, chegando a valores que se situavam a mais de uma unidade acima do seu valor inicial. Da mesma forma o alumínio "não trocável", representado pela diferen-74 ça entre os dois métodos de extração aumentou com a temperatura. Um experimento com sorgo usando como substrato o solo aquecido a 200°C e 400°C por 15 minutos confirmou as observações químicas de laboratório sobre a redução da toxides do alumínio por efeito do calor. Fica portanto provado que independentemente do efeito neutralizante da cinza proveniente das queimadas, o próprio calor do fogo atua sobre o alumínio livre do solo, reduzindo-o a níveis menos tóxicos para as plantas.
Abstract: The purpose of the present work was to study the efect of heat treatments on three different oxisols and to follow the changes in free Al by chenical determinations and pot experiments with plants. Soil samples were treated in laboratory conditions for one hour at temperatures from room temperature up to 300ºC. Changes in the soil chemical properties and mineralogical composition were followed in the heat treatcd samples in order to detect any modifications in the following properties: pH taken in H KCl suspensions, organic carbon content, Fe and Al extracted with KCl and XH4 Ac pH 4.8. A compelemtary experiment was carried in order to defect any effcct of the treatment at 400ºC for 15 minutes, on dry matter production of sorgo plants grown76 on one of the oxisols. One hour heat treatment on these soils at temperatures below 100ºC caused little to no change in the above listed soil properties, where as deep changes occured when the soil was heated above 100ºC. Carbon content decreased slightly at 200°C and dropped to half its value at 300ºC. Fe(III) was sensibly reduced to Fe(II) at the expenses of carbon oxidation. This reduction caused an increase in Fe extraction in NH 4 AC reaching a maximum at 200ºC. At higher temperatures a fast dropin extratable Fe was observed with a tendency to reach zero. This observations seen to indicate that in the process of burning the vegetation cover of tropical soils, fhe heat itself can cause a benefic effect decrasing Al toxity. This effect is enhanced by the neutralixing action of the ash produced.
Keywords: ground
Heat treatment
solo
Tratamento térmico
???metadata.dc.subject.cnpq???: Ciências Agrárias
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
???metadata.dc.publisher.initials???: UFRRJ
???metadata.dc.publisher.department???: Instituto de Agronomia
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Agronomia e Ciência do Solo
Citation: Santos, Gabriel de Araújo. INFLUÊNCIA DO TRATAMENTO TÉRMICO SOBRE O ALUMÍNIO LIVRE DO SOLO. 1976. [90 f.]. Dissertação( PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA E CIÊNCIA DO SOLO) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, [Seropédica - RJ] .
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/1636
Issue Date: 14-Jul-1976
Appears in Collections:MESTRADO EM AGRONOMIA - CIÊNCIA DO SOLO

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
1976 - Gabriel de Araújo Santos.PDF1976 - Gabriel de Araújo Santos414.08 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.