???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/1582
???metadata.dc.type???: Tese
Title: Estudo comparativo da inclusão de aditivos zootécnicos na ração de codornas japonesas em produção
Other Titles: Comparative study of the inclusion of zootechnical additives in the feed of Japanese quails in production
???metadata.dc.creator???: LEMOS, Marina Jorge de 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Calixto, Lígia Fátima Lima
???metadata.dc.contributor.referee1???: Fassani, Édison José
???metadata.dc.contributor.referee2???: Moura, Adolpho Marlon Antoniol de
???metadata.dc.contributor.referee3???: Torres, Karoll Andrea Alfonso
???metadata.dc.contributor.referee4???: Araujo, Alexandre Herculano Borges de
???metadata.dc.contributor.referee5???: Calixto, Lígia Fátima Lima
???metadata.dc.description.resumo???: Foi conduzido um experimento com o objetivo de avaliar a morfologia intestinal, o desempenho, a qualidade dos ovos e análise da viabilidade financeira da inclusão de diferentes aditivos na ração durante todo o período produtivo de codornas japonesas. Foram utilizadas 360 codornas distribuídas em um delineamento inteiramente casualizado em esquema de parcela subdividida no tempo (de 9 até 23 semanas de idade e de 24 até 39 semanas de idade) com cinco tratamentos e oito repetições de nove aves cada. Os tratamentos utilizados foram: controle, antibiótico, prebiótico, probiótico e simbiótico. A morfologia intestinal foi avaliada através da altura e largura e proporção largura/altura das vilosidades, profundidade de cripta e relação vilo: cripta; o desempenho pelo consumo de ração, produção de ovos, peso médio dos ovos, conversão alimentar (kg/kg e kg/dúzia), massa dos ovos e viabilidade; a qualidade de ovos pela unidade Haugh, índice de gema, percentagem dos componentes do ovo, espessura de casca medida pelo micrômetro e pelo microscópio eletrônico de varredura (MEV); a análise financeira foi computada pela taxa interna de retorno, valor presente líquido e benefício custo. A inclusão dos aditivos na ração aumentou a altura e largura das vilosidades, diminuiu a profundidade de cripta e aumentou a relação vilo:cripta em comparação com o controle. A inclusão dos aditivos reduziu o consumo de ração nos dois períodos de produção das codornas em comparação com o controle. Durante todo o período produtivo, o consumo foi menor após inclusão de antibiótico e simbiótico na ração. A produção de ovos, o peso médio dos ovos, a massa de ovos e a conversão alimentar (kg/kg e kg/dúzia) foram melhores nas codornas alimentadas com os aditivos nos dois períodos de produção. O fornecimento dos aditivos no período de 24 até 39 semanas de idade aumentou a unidade Haugh dos ovos em relação ao controle. A inclusão dos aditivos na ração aumentou a porcentagem de gema e de casca, e melhorou a espessura da casca avaliada pelo micrômetro e das membranas da casca em comparação com o controle nos dois períodos de produção. A espessura da casca (MEV) e da camada paliçada da casca foi melhor após inclusão de antibiótico e simbiótico na ração no período de 24 até 39 semanas de idade. A análise financeira mostrou os melhores valores nos tratamentos que utilizaram antibiótico e simbiótico. A inclusão de antibiótico, probiótico, prebiótico e simbiótico na ração melhora o desempenho e a qualidade dos ovos durante toda a fase produtiva de codornas japonesas, sendo esse efeito potencializado quando as aves recebem os aditivos no primeiro período produtivo. A inclusão de antibiótico e simbiótico é mais eficaz que a inclusão dos outros aditivos na redução do consumo de ração em todo período produtivo e em melhorar a espessura da casca durante o segundo período produtivo. A integridade intestinal das codornas japonesas melhora após a inclusão dos aditivos testados. A análise financeira demonstrou ser mais viável a inclusão de antibiótico ou de simbiótico na ração das codornas japonesas em comparação com os outros aditivos estudados.
Abstract: An experiment was conducted in order to evaluate the intestinal morphology, performance, egg quality and analysis of the financial feasibility of including various additives in feed during the whole production period of Japanese quails. 360 quails were distributed in a completely randomized design in a time split plot scheme (9 to 23 weeks of age and 24 to 39 weeks old) with five treatments and eight repetitions of nine birds each. The used treatments were: control, antibiotic, prebiotic, probiotic and synbiotic. The intestinal morphology was evaluated by the height and width and width/height ratio of the villus, crypt depth and villus/crypt ratio; performance, by the feed intake, egg production, egg weight average, feed conversion (kg / kg and kg / dozen), egg mass and viability; egg quality, by the Haugh unit, yolk index, percentage of egg components, shell thickness measured by the micrometer and the scanning electron microscope (SEM); financial analysis was computed by the internal rate of return, net present value and cost benefit. The inclusion of additives in the feed increased the height and width of the villi, decreased crypt depth and increased villous / crypt ratio compared to the control. The inclusion of the additives reduced the feed intake in the two periods of production of the quails in comparison with the control. Throughout the production period, consumption was lower after inclusion of antibiotic and synbiotic in the feed. Egg production, egg weight average, egg mass and feed conversion (kg / kg and kg / dozen) were improved in the quails fed with additives in the two periods of production. The supply of additives within 24 to 39 weeks of age increased the Haugh unit of the eggs compared to the control. The inclusion of additives in the feed increased the yolk and shell percentage, and improved shell and membrane thickness measured by the micrometer compared to the control in both periods of production. The shell thickness (SEM) and the shell palisade layer were improved after inclusion of antibiotic and synbiotic in the feed within 24 to 39 weeks of age. The financial analysis showed best values in the treatments that used antibiotics and synbiotic. The inclusion of antibiotics, probiotic, prebiotic and synbiotic in the feed improves performance and egg quality throughout the production phase of Japanese quails, and these improvements increase effects when the birds receive the additives in the first productive period. The inclusion of antibiotics and synbiotic is more effective than the inclusion of the other additives in reducing food intake throughout the production period and improving shell thickness during the second production period. Intestinal integrity of Japanese quails improved after the inclusion of the tested additives. The financial analysis proved to be more viable to include antibiotic or synbiotic in the feed of Japanese quails in comparison to the other studied additives.
Keywords: Antibiotic
Intestinal morphology
Synbiotic
Antibiótico
Morfologia intestinal
Simbiótico
???metadata.dc.subject.cnpq???: Produção Animal
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
???metadata.dc.publisher.initials???: UFRRJ
???metadata.dc.publisher.department???: Instituto de Zootecnia
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Zootecnia
Citation: LEMOS, Marina Jorge. Estudo comparativo da inclusão de aditivos zootécnicos na ração de codornas japonesas em produção. 2015. 82 f. Tese (Doutorado em Zootecnia). Instituto de Zootecnia, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, RJ, 2015.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/1582
Issue Date: 8-Dec-2015
Appears in Collections:Doutorado em Zootecnia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015 - Marina Jorge de Lemos.pdfDocumento principal6.13 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.