???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/1559
???metadata.dc.type???: Tese
Title: Seleção de isolados de Metarhizium anisopliae s.l. para o controle biológico de Rhipicephalus microplus a partir da caracterização morfológica e molecular e testes de patogenicidade
Other Titles: Selection of Metarhizium anisopliae s.l. isolates for biological control of Rhipicephalus microplus from morphological and molecular characterization and pathogenicity tests
???metadata.dc.creator???: BEZERRA, Simone Quinelato 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Bittencourt, Vânia Rita Elias Pinheiro
First advisor-co: Moraes, Aurea Maria Lage de
Second Advisor-co: Zahner, Viviane
???metadata.dc.contributor.referee1???: Bittencourt, Vânia Rita Elias Pinheiro
???metadata.dc.contributor.referee2???: Borba, Cíntia de Moraes
???metadata.dc.contributor.referee3???: Fernades, Éverton Kort Kamp
???metadata.dc.contributor.referee4???: Costa, Gisela Lara da
???metadata.dc.contributor.referee5???: Prata, Maria Cristina de Azevedo
???metadata.dc.description.resumo???: Na tentativa de diminuir a utilização de produtos químicos e os danos por eles causados, novas alternativas para o controle de carrapatos vem sendo estudadas. O fungo Metarhizium anisopliae é um dos mais estudados em programas agropecuários de manejo de pragas, pois apresenta grande potencial acaricida. Baseado nisso, o presente estudo objetivou a caracterização morfológica, molecular e a avaliação da virulência de 30 isolados brasileiros de M. anisopliae s.l. provenientes de diferentes regiões geográficas, hospedeiros ou substratos, com a finalidade de selecionar isolados mais virulentos para utilização em futuros programas de biocontrole de carrapatos. Inicialmente os isolados foram caracterizados morfologicamente para confirmação de sua identificação, também sendo avaliado o potencial de produção de conídios de cada isolado. As colônias estudadas apresentaram características morfológicas compatíveis com as descritas na literatura. O tamanho das colônias variou entre 29,66 mm e 51,33 mm de diâmetro. Houve variação no comprimento e na largura de conídios e fiálides num mesmo isolado, assim como a presença de fiálides agrupadas e solitárias. O potencial de produção de conídios foi variável entre os isolados, porém tanto o tamanho dos conídios quanto o diâmetro das colônias não influenciaram a produção de conídios. Numa segunda etapa do estudo, foi avaliada a virulência destes isolados sobre larvas de Rhipicephalus microplus tratadas com uma das quatro diferentes concentrações de conídios (105, 106, 107 ou 108 conídios/mL). Foi confirmada a ação letal dos isolados brasileiros de M. anisopliae s.l. sobre larvas de R. microplus, geralmente ocorrendo de forma diretamente proporcional a concentração conidial dos tratamentos. A maioria dos isolados ocasionou a morte de metade da população de larvas com a concentração de 107 conídios/mL; os isolados mais virulentos apresentaram esta concentração letal com 106 conídios/mL, com percentuais médios de mortalidade de larvas próximos de 100% ao 20º dia após tratamento. Além disso, buscou-se avaliar a variabilidade genética destes isolados e sua relação com outras espécies do gênero Metarhizium através da análise de RFLP-PCR e do sequenciamento da região ITS1-5.8S-ITS2 do rDNA. Não foi observado um padrão de especificidade para o agrupamento entre isolados oriundos de mesma região, hospedeiro ou substrato. Foi observada variabilidade genética entre os isolados que basicamente se agruparam em dois grupos. O isolado CG 344 mostrou-se geneticamente distante de todos os outros, mas de acordo com a comparação com sequências obtidas do “GenBank” mostrou-se relacionado ao gênero Metarhizium. Esta variação pode ser devido ao fato deste isolado ter sido poupado de processos que gerassem alterações morfológicas e moleculares, o que possivelmente contribuiu para a pequena variabilidade genética obsevada. O presente estudo possibilitou a detecção de isolados brasileiros de M. anisopliae s.l. com elevada virulência para larvas de R. microplus, podendo ser considerados potenciais agentes no biocontrole desta espécie de carrapato, ressaltando a importância da utilização de ferramentas moleculares para identificação e caracterização destes isolados, contribuindo para a qualidade do produto, o sucesso de sua aplicação e o monitoramento de um isolado introduzido no ambiente com finalidade de controle biológico.
Abstract: Aiming to decrease the chemicals acaricide use and their damages, new alternatives for ticks control has been studied. Metarhizium anisopliae s.l. is one of the most studied fungi in agricultural pest management programs, since it has great acaricide potential. Therefore, this study aimed to characterize molecular and morphologically, as well as evaluate the virulent potential of 30 M. anisopliae s.l. isolates from different geographical regions, hosts or substrates allowing the selection of virulent isolates in order to be further investigated for field programs of microbial control of pests. Initially, the analyses of morphological characterizations of the isolates were made to confirm their identification. Each isolate had its conidial potential production evaluated. The colonies studied showed morphological characteristics consistent with those described in the literature. The colonies diameter varied between 29.66 mm and 51.33 mm among isolates. There was both length and width variation in the conidia and phialides in the same isolate, as well as the presence of grouped and solitary phialides. The conidial production potential was variable among isolates, but both conidial size and colonies diameter did not influence the conidial production; isolates with low conidial production showed similar colony size in comparison to isolates with high potential. In a second stage of the study, the virulence of these isolates was evaluated to Rhipicephalus microplus larvae treated with one of the four different conidial concentrations (105, 106, 107 or 108 conidia.mL-1). The lethal action of Brazilian M. anisopliae s.l isolates to R. microplus larvae were confirmaded with high mortality among the isolates, which in general was proportional to the conidia concentration of the treatments. Most isolates killed larvae population with 107 conidia.mL-1 concentration, however the most virulent isolates presented lethal concentration of 106 conidia.mL-1 with main percentages of mortality nearly 100% at day 20 after treatment. In addition, the genetic variability of these isolates was performed to evaluate their relationship with other species of Metarhizium sp. through RFLP-PCR analysis and ITS1-5.8S-ITS2 rDNA sequencing. No specificity pattern was observed when isolates from the same region, host or substrate were grouped. Low genetic variability was observed among isolates, which were basically grouped into two groups. The CG 344 isolate was shown to be genetically distant from the remaining Brazilian isolates studied, but according to the “GenBank” sequences comparison, it was related to the Metarhizium genus. It is suggested that this variation occured owing the lack of procedures that could generated morphological and molecular changes, which probably contribute to this low genetic variability. The present study allowed the detection of M. anisopliae s.l. isolates with highly virulence to R. microplus larvae, that may be considered potential biocontrol agents for this tick species, emphasizing the importance of molecular tools for identification and characterization of fungal isolates, ensuring the product quality, their success implement and the environmental track of the fungi at field biological control programs.
Keywords: Biological control
genetic variation.
Controle biológico
Metarhizium anisopliae
Rhipicephalus microplus
variabilidade genética
???metadata.dc.subject.cnpq???: Medicina Veterinária
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
???metadata.dc.publisher.initials???: UFRRJ
???metadata.dc.publisher.department???: Instituto de Veterinária
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias
Citation: QUINELATO, Simone. Seleção de isolados de Metarhizium anisopliae s.l. para o controle biológico de Rhipicephalus microplus a partir da caracterização morfológica e molecular e testes de patogenicidade. 2012. 84 f. Tese (Doutorado em Ciências Veterinárias, Parasitologia Veterinária). Instituto de Veterinária, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, RJ. 2012.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/1559
Issue Date: 30-Mar-2012
Appears in Collections:DOUTORADO EM CIÊNCIAS VETERINÁRIAS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012 - Simone Quinelato Bezerra.pdfDocumento principal1.66 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.