???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/1454
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Zonas de manejo na cafeicultura de precisão
Other Titles: Management zones in precision coffee farming.
???metadata.dc.creator???: JACINTHO, João Luiz 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Ferraz, Gabriel Araújo e Silva
???metadata.dc.contributor.referee1???: Ferraz, Gabriel Araújo e Silva
???metadata.dc.contributor.referee2???: Barros, Murilo Machado de
???metadata.dc.contributor.referee3???: Silva, Flávio Castro da
???metadata.dc.description.resumo???: A delimitação de zonas de manejo consiste no agrupamento de regiões com características semelhantes, possibilitando a administração mais precisa de insumos. Este trabalho foi elaborado na Fazenda Brejão, localizada no município de Três Pontas – MG, em uma área de 22 hectares de lavoura de cafeeiro (Coffea arabica L.) da cultivar Topázio (MG 1190), transplantada em dezembro de 2005, no espaçamento de 3,8m entre linhas e 0,8m entre plantas, totalizando 3,289 plantas.ha 1. O solo da área foi classificado como Latossolo Vermelho Distrófico Argiloso e o clima do local é caracterizado como ameno, tropical de altitude, com temperaturas moderadas, verão quente e chuvoso, classificado por Köppen como Cwa. Demarcou-se na área em estudo, com a utilização de receptores GPS topográficos uma malha amostral regular, com pontos espaçados de 57 x 57 m, totalizando 64 pontos amostrais georreferenciados (em média 2,9 pontos por hectare). O estudo teve como objetivo aplicar técnicas de agricultura de precisão no cafeeiro, utilizando análise de correlação na definição de zonas de manejo. Utilizou-se o método de análise descritiva dos dados seguido da análise de correlação entre os atributos de solo, as características agronômicas das plantas e produtividade. Foram avaliados atributos químicos de solo, características agronômicas das plantas e produtividade do cafeeiro. Os atributos químicos do solo avaliados foram: pH do solo, disponibilidade de Fósforo (P), Fósforo remanescente (Prem), disponibilidade de Potássio (K), Cálcio Trocável (Ca 2+ ), Magnésio Trocável (Mg 2+ ), Acidez Trocável (Al 3+), Acidez Potencial (H + Al), Saturação por Alumínio (m), CTC potencial (T), CTC efetiva (t), Soma de Bases (SB), Saturação por Base (V) e Matéria orgânica (MO). As características agronômicas das plantas avaliadas foram: produtividade, índice de maturação, enfolhamento, altura da planta e diâmetro de copa. A altitude também foi analisada. As variáveis que se mostraram candidatas a referências na definição de zonas de manejo foram analisadas através da geoestatística, para verificar sua dependência espacial. Os resultados mostram que foi possível definir os atributos que mais se relacionaram com a produtividade (altitude, diâmetro de copa e fósforo) e confirmando os resultados da análise de correlação, as variáveis altitude, fósforo e diâmetro de copa, quando utilizadas na definição de zonas de manejo influenciaram a média da produtividade. A integração metodológica adotada para definir zonas de manejo mostrou-se adequada para o reconhecimento de padrões de agrupamento nas variáveis que estiveram correlacionadas com a produtividade. Foi possível verificar a correlação dos atributos do solo e das características agronômicas das plantas com a produtividade e definir as zonas de manejo na cultura do cafeeiro, utilizando as variáveis altitude, diâmetro de copa e fósforo (P). A utilização da cafeicultura de precisão se mostrou muito importante no manejo do solo e da planta visando o melhoramento de técnicas e operações de campo que garantam o bom desenvolvimento da cultura.
Abstract: The delimitation of management zones consists on grouping regions with similar characteristics, making possible a better administration of inputs.This work was developed in Brejão farm, in Três Pontas, Minas Gerais state, in a 22 hectares coffee (C offea arabica L.) Topázio (MG 1190) farm area, planted at December 2005, with a spacing of 3,8 meters between lines and 0,8 meters between plants, totalizing 3,289 plants per hectare. The area soil was classified as Latossolo Vermelho Distrófico Argiloso and the local weather is characterized as bland, highly tropical, with moderate temperatures, hot and rained summer, classified by Köppen as Cwa. The study area was sampled on a regular grid, using topographic GPS receivers, with samples farbetween 57 per 57 meters, totalizing 64 georeferenced samples (medium of 2,9 points per hectare). This study aims apply precision agriculture techniques in coffee cultivation, using correlation analysis to define management zones. Were evaluated chemistry soil attributes, agronomic plant characteristics and coffee yield. Chemistry soil evaluated were: soil pH, phosphorus availability (P), reminiscent phosphorus (Prem), potassium availability (K), changeable calcium (Ca 2+) , changeable magnesium (Mg 2+ ), changeable aluminum (Al 3+) , potential acidity (H + Al), aluminum saturation (m), potential cation exchange capacity (T), effective cation exchange capacity (t), sum of bases (SB), base saturation (V) and organic matter (OM). Agronomic plant characteristics evaluated were: coffee yield, maturation index, leafiness, plant height and crown diameter. Altitude was analyzed too. Descriptive analysis was applied on data followed by correlation analysis between soil attributes, agronomic plant characteristics and coffee yield. Variables who demonstrate potential to define management zones were analyzed by geostatistics to verify spatial dependence. Results showed that were possible define the attributes more related to coffee yield (level, crown diameter and phosphorus) and confirmed the correlation analysis, these attributes when used to define management zones, showed influence on coffee yield medium. Methodology adopted seems to be suitable on pattern recognition of attributes correlated with coffee yield. Was possible verify correlation between soil and plant attributes with coffee yield and define management zones in coffee cultivation, using the variables: level, phosphorus and crown diameter. Precision coffee cultivation showed the importance in soil and plant management, looking for improves techniques and field operations to guarantee the good development of the plant cultivation.
Keywords: precision agriculture
coffee
agricultura de precisão
café
???metadata.dc.subject.cnpq???: Ciências Agrárias
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
???metadata.dc.publisher.initials???: UFRRJ
???metadata.dc.publisher.department???: Instituto de Tecnologia
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola e Ambiental
Citation: JACINTHO, João Luiz. Zonas de manejo na cafeicultura de precisão. 2016. 48 f. Dissertação (Mestrado Engenharia Agrícola e Ambiental). Instituto de Tecnologia, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, RJ, 2016.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/1454
Issue Date: 17-Feb-2016
Appears in Collections:MESTRADO EM ENGENHARIA AGRÍCOLA E AMBIENTAL

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016 - João Luiz Jacintho.pdfDocumento principal1.53 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.