???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/1213
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Identificação de enterobactérias através da técnica de MALDI-TOF MS e compreensão da disseminação destes agentes em ambiente de produção leiteira
Other Titles: enterobacteria identification by MALDI-TOF MS technique and understanding the spread of these agents in dairy production environment
???metadata.dc.creator???: Rodrigues, Naiara de Miranda Bento 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Coelho, Shana de Mattos de Oliveira
First advisor-co: Souza, Miliane Moreira Soares de
???metadata.dc.contributor.referee1???: Moreira, Beatriz Meurer
???metadata.dc.contributor.referee2???: Santos, Huarrisson Azevedo
???metadata.dc.description.resumo???: A mastite bovina afeta negativamente a produção de leite dificultando a recuperação dos níveis de produção total das propriedades leiteiras, levando a perdas econômicas consideráveis. Esta redução no percentual da produção de leite pode estar associada ao agente patogênico específico que causou a infecção, sendo as enterobactérias frequentemente responsáveis pela mastite ambiental. Estes microrganismos são preferencialmente encontrados no habitat normal dos animais como locais que apresentam esterco, urina, barro e camas orgânicas. Os testes fenotípicos estão entre os métodos disponíveis atualmente utilizados para identificar as enterobactérias; no entanto, eles podem ocasionalmente identitificar erroneamente algumas espécies apesar dos múltiplos ensaios realizados. Além disso, a demora na sua execução pode tardar a antibioticoterapia realizada em campo. Por outro lado, a técnica de MALDI-TOF MS tem atraído a atenção pela sua identificação precisa dos vários microorganismos em nível de espécie. No presente estudo, um total de 183 enterobactérias foram isoladas a partir de amostras de leite (n=47) e fezes colhidas de vacas em lactação (n=94); amostras de água (n=23) e na linha de ordenha (n=19) em uma propriedade situada no Rio de Janeiro. A proposta foi utilizar a técnica de MALDI-TOF MS como um método eficaz de identificação bacteriana de enterobactérias e descrever a permanencia destes microrganismos no ambiente de produção leiteira. A técnica proteômica confirmou 92,9% (170/183) das espécies de enterobactérias identificadas pelos testes bioquímicos convencionais. O sequenciamento do gene gyrB, realizado em oito das 13 enterobactérias que apresentaram identificação discordante, confirmou em 100% o resultado da técnica proteômica, que foi utilizada como metodologia de referência no presente estudo. O gênero Enterobacter foi o mais discordante pelo método bioquímico (76,9%, 9/13). A E.coli foi a espécie predominante (83%, 152/183) em todas as amostras avaliadas, sendo que o leite bovino apresentou maior diversidade de enterobactérias. Não foi detectada a presença de Salmonella spp. nas amostras de fezes bovinas e todas as amostras de água dos diferentes pontos de coleta da propriedade apresentaram padrões microbiológicos inaceitáveis. Foram isoladas enterobactérias das mãos e cavidades nasal dos ordenhadores, bem como nas ordenhadeiras mecânicas utilizadas na propriedade. Estes dados visam contribuir de forma significativa para a caracterização das enterobacterias bem como para a compreensão e sua descrição no ambiente de produção leiteira, auxiliando no diagnóstico preciso dos possíveis agentes envolvidos na mastite bovina bem como na implementação de medidas profiláticas devidamente direcionadas.
Abstract: Mastitis adversely affects milk production and in general cows do not regain their full production levels post recovery, leading to considerable economic losses. Moreover the percentage decrease in milk production depends on the specific pathogen that caused the infection and enterobacteria are responsible for this greater reduction. These microorganisms are preferentially found in the habitat of animals in places contaminated with feces, urine, clay and also organic beds. Phenotypic tests are among the currently available methods used worldwide to identify enterobacteria; however they tend to misdiagnose the species despite the multiple tests carried out and they can delay the antibiotic therapy by clinic veterinary. On the other hand the MALDI-TOF MS technique has been attracting attention for its precise identification of several microorganisms at species level. In the current study, 183 enterobacteria were detected in milk (n=47) and fecal samples (n=94) collected from cows; also water (n=23) and milk line samples (n=19) collected from a farm in Rio de Janeiro with the purpose to present the MALDI-TOF MS technique as efficient methodology and also as a “gold standard” to better understand the possible current biochemical errors in enterobacteria identification considering isolates from bovine environments. This proteomic technique confirmed 92.9% (170/183) of the enterobacteria species identified by biochemical tests that showed high sensitivity (> 81%) and specificity (> 89%). The gyrB sequencing was made in eigth from thirteen misidentified enterobacteria and confirmed 100% the MALDI-TOF results, so the proteomic technique was used as a “gold standard” for this study. The amino acid decarboxylation test made the most misidentifications and Enterobacter spp was the largest misidentified genus (76.9%, 10/13). E.coli was prevalent (83%, 152/183) in all samples and the bovine milk presented the most enterobacteria diversity. The Salmonella sp wasn’t detected in feces bovine samples and all water samples from different points in the farm presented unacceptable microbiological standards. Was identified enterobacteria in milkers hands and nasal cavity also in the milking machines used on the property. These results aim to contribute significantly to the characterization of the Enterobacteriaceae as well in understanding of its spread in dairy production environment , assisting in need diagnostic of possible agents involved in bovine mastitis as well as to implement properly targeted prophylactic measures.
Keywords: Bovine Mastitis
Enterobacteria
MALDI-TOF
Mastite bovina
Enterobactérias
MALDI-TOF
???metadata.dc.subject.cnpq???: Ciências Biológicas
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
???metadata.dc.publisher.initials???: UFRRJ
???metadata.dc.publisher.department???: Instituto de Veterinária
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias
Citation: Rodrigues, Naiara de Miranda Bento. Identificação de enterobactérias através da técnica de MALDI-TOF MS e compreensão da disseminação destes agentes em ambiente de produção leiteira. 2016. [68 folhas]. Dissertação( PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS VETERINÁRIAS) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, [Seropédica - RJ] .
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/1213
Issue Date: 26-Feb-2016
Appears in Collections:MESTRADO EM CIÊNCIAS VETERINÁRIAS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016 - NAIARA DE MIRANDA BENTO RODRIGUES.pdfNaiara de Miranda Bento Rodrigues1.47 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.