???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/tede/17
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorJavaroni, Fábiopt_BR
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4282793J4por
dc.contributor.advisor1Silva, Clarissa Oliveira dapt_BR
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4797726A0por
dc.date.accessioned2016-04-26T13:52:01Z-
dc.date.available2008-04-18pt_BR
dc.date.issued2007-03-09pt_BR
dc.identifier.citationJAVARONI, Fábio. Determinação das conformações mais estáveis da isomaltose α-Dglicopiranosil-(1→6)-D-glicose. 2007. 19 f. Dissertação (Mestrado em Química). Instituto de Ciências Exatas, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, RJ, 2007.por
dc.identifier.urihttps://tede.ufrrj.br/jspui/handle/tede/17-
dc.description.resumoSabendo-se que a conformação das moléculas de dissacarídeos é definida pela energia de rotação da ligação glicosídica definida pelos ângulos diedros Ø (phi) e Ψ (psi) (e Ώ(ômega), quando este existir), o nosso trabalho consistiu na definição de um conjunto de valores de ângulos que permitem à molécula da isomaltose alcançar conformações estáveis, em fase gasosa e em solução aquosa. Para alcançarmos este objetivo, fizemos uma varredura nos ângulos diedros Ø (phi), Ψ (psi) da molécula, com o auxílio de um método teórico computacional ab initio, baseando-nos apenas nas leis da mecânica quântica. Apesar de envolver um elevado tempo computacional, este método descreve quantitativamente propriedades da molécula que dependem da sua distribuição eletrônica, tais como o efeito exo-anomérico e as ligações hidrogênio. Os dados experimentais disponíveis na literatura para a isomaltose são muito escassos e os dados teóricos bastante divergentes em seus resultados, o que novamente justifica a escolha deste método. De posse dos valores de energia obtidos pela varredura nos ângulos glicosídicos, foram construídos mapas conformacionais (gráficos que representam os valores de energia em função do respectivo valor que cada ângulo Ø, Ψ e Ώ assume numa dada conformação). A partir dos mapas conformacionais, foram identificadas as respectivas regiões de energia mínima, representadas por confôrmeros cujas geometrias foram selecionadas. Constatou-se também que a solvatação destas estruturas não cria novas regiões de estabilidade. Para estas estruturas finais foram realizados cálculos de frequência vibracional, tanto para propriamente caracterizar estas estruturas como mínimos de energia como para possibilitar a incorporação das correções térmicas e entrópicas. Todos os cálculos foram realizados em nível HF com uma base do tipo 6-31G(d,p), uma descrição adequada para a investigação da geometria de carboidratos. Os cálculos em solução foram realizados com o modelo de solvatação Polarizable Continuum Model (PCM). Foram obtidas um total de 18 regiões de estabilidade, fazendo da isomaltose a molécula com o maior número de confôrmeros estáveis de baixa energia dentre todos os dissacarídeos formados por duas unidades de glicose, comprovando que a rotação de sua ligação glicosídica possui um elevado grau de liberdade, devido ao fato de que esta peculiar ligação α(1,6) permite uma maior distância entre as duas unidades glicosídicas. Esta maior flexibilidade, não teria uma associação direta com a maior solubilidade (grau de solvatação) da molécula. Para uma relação mais direta com o grau de solvatação, outros parâmetros foram investigados neste trabalho, como, por exemplo, o momento de dipolo da molécula.por
dc.description.abstractKnowing that the conformation of disaccharide molecules is defined by the energy of rotation of the glycosidic linkage defined by dihedral angles Ø (phi) and Ψ (psi) (and Ώ(omega), when it exists), our work has consisted by the definition of a set of values of angles that allow to the isomaltose molecule to reach stable conformations of low energy, in gas phase and aqueous solution. To reach this objective, we have performed scannings on the dihedral angles Ø (phi) and Ψ (psi) of the molecule, with the aid of an ab initio computational theoretical method, based only on the laws of the quantum mechanics. Although it takes much computational times, this method describes quantitatively properties of the molecule that depend on its electronic distribution, such as the exo-anomeric effect and hydrogen bonds. The available experimental data in the literature for isomaltose are very scarce and the theoretical data are divergent in its results, thus justifying again the choice of this method. From the calculations performed, conformational maps (graphics that represent the energy values as a function of the respective values of each angle Ø, Ψ e Ώ exactly assumes in one given conformation) were built. From the conformational maps, regions of minimum energy were identified. Solvation does not create new regions of stability. For the final structures, calculations of vibrational frequency were carried out, to properly characterize these structures as energy minimum and to make possible the incorporation of thermal and entropic corrections. All the calculations were carried out at HF level with a 6-31G (d, p) basis set, a description suited for carbohydrates. The calculations in solution were carried out with the Polarizable Continuum Model (PCM). A total of 18 regions of stability were obtained, making of isomaltose the molecule with the highest number of stable conformations of low energy among all the existing disaccharides with two glucose units, proving that the rotation of its glycosidic linkage have a degree of freedom with a low barrier, since this peculiar linkage α(1,6) allows a larger distance between the two glycosidic units. This higher flexibility does not have a direct association with the high solubility (solvation degree) of the molecule. For a more direct relationship with the solvation degree, other parameters were investigated in this work, as, for example, the dipole moment of the molecule.eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2016-04-26T13:52:01Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2007-Fabio Javaroni.pdf: 2019812 bytes, checksum: 6007264fc6215b4a111d30f169877a77 (MD5) Previous issue date: 2007-03-09eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superiorpt_BR
dc.formatapplication/pdfpor
dc.thumbnail.urlhttps://tede.ufrrj.br/retrieve/9700/2007%20-%20F%c3%a1bio%20Javaroni.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal Rural do Rio de Janeiropor
dc.publisher.departmentInstituto de Ciências Exataspor
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsUFRRJpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Químicapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectisomaltosepor
dc.subjectmapa conformacionalpor
dc.subjectângulo diedro glicosídico.por
dc.subjectconformational mapeng
dc.subjectglycosidic dihedral angle.eng
dc.subject.cnpqQuímicapor
dc.titleDeterminação das conformações mais estáveis da isomaltose α-Dglicopiranosil-(1→6)-D-glicosepor
dc.title.alternativeDetermination of the most stable conformations of isomaltose α-Dglucopyranosyl-(1→6)-D-glucoseeng
dc.typeDissertaçãopor
Appears in Collections:MESTRADO EM QUÍMICA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2007 - Fábio Javaroni.pdfDocumento principal1.99 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.