???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/1617
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorNASCIMENTO, Vinicius Sampaio do-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/4906179204886024por
dc.contributor.advisor1Oliveira, Clarice de-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/5744497945954765por
dc.contributor.advisor-co1Amaral Sobrinho, Nelson Moura Brasil do-
dc.contributor.referee1Santos, Fabiana Soares dos-
dc.contributor.referee2Vidal, Daniel Perez-
dc.date.accessioned2017-05-10T14:35:02Z-
dc.date.issued2008-02-25-
dc.identifier.citationNASCIMENTO, Vinicius Sampaio do. Avaliação de Pennisetum purpureum Schum na fitorremediação de zinco e cádmio em solo enriquecido com resíduo. 2008. 64 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia - Ciência do Solo). Instituto de Agronomia, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, RJ, 2008.por
dc.identifier.urihttps://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/1617-
dc.description.resumoPara atender a demanda crescente por bens e serviços da sociedade moderna houve um incremento da atividade industrial, se destacando a siderurgia pela versatilidade de emprego dos seus produtos. Entretanto, assim como toda atividade humana há a geração de resíduos que podem conter contaminantes, dentre estes os metais pesados, que se dispostos de forma inadequada representam um risco a o homem e outros organismos vivos. Em solos os metais pesados podem existir em diferentes formas químicas, apresentando cada uma delas um grau de disponibilidade, sendo o teor total um indicativo de contaminação do solo. A fitorremediação é uma técnica da bioremediação, que utiliza o cultivo de plantas para remediar solos e águas contaminadas, seja pela extração (fitoextração) ou estabilização (fitoestabilização) do contaminante no ambiente. O objetivo do trabalho foi avaliar o efeito do cultivo de Pennisetum purpurem Schum., na distribuição das frações químicas de zinco e cádmio no solo, em três valores de pH, após a contaminação com resíduo industrial contendo altos teores destes elementos, e a sua possível influência na germinação e desenvolvimento da planta. Foi conduzido um experimento inteiramente casualizado no sistema fatorial 2x2x3, em amostra de horizonte Bt de um Argissolo Amarelo, contaminado e não contaminado, com resíduo da Cia Mercantil e Industrial Ingá, com e sem cultivo de Pennisetum purpurem Schum., e recebendo a aplicação de três doses de CaCO3. O solo utilizado foi coletado no município de Pinheiral – RJ, sendo parte da amostra contaminada com resíduo (66,67 g kg-1), para elevar o teor pseudo-total de Zn a valores superiores a 1500 mg kg-1. A amostra contaminada e não contaminada foi dividida em três grupos cada um recebeu uma dose diferente de CaCO3 (0,00; 0,75; 1,5 mg kg-1). Posteriormente sendo incubadas por 40 dias a 80% da capacidade de campo. Após a incubação foram plantados três toletes de Pennisetum purpurem Schum., genótipo Cameroon, em cada unidade cultivada. Aos 18 dias após o plantio foram avaliadas a germinação e a altura média das plântulas. Aos 135 dias após o plantio foram coletadas a parte aérea e raiz das plantas. Os substratos foram amostrados após a incubação e no final do experimento. Nestes substratos foi determinado o pH em água e, para os tratamentos que receberam resíduo, os teores de Zn e Cd nas seguintes frações: solúvel (F1), trocável (F2), precipitada (F3), adsorvida mais fortemente (F4) e residual (F5). Os extratores utilizados para a determinação das frações foram: água deionizada, MgCl2, ácido acético, DTPA e água régia. Os resultados mostraram que a germinação e o desenvolvimento de Pennisetum purpurem Schum. foram limitados pelo teor de Cd e principalmente de Zn nas frações mais biodisponíveis (F1 e F2). Os teores de Zn na fração solúvel (F1) superiores a 125 mg kg-1, provocaram redução na germinação e no desenvolvimento inicial da cultura. O cultivo de Pennisetum purpureum Schum. promoveu redução do pH do solo de todos os tratamentos, tendo favorecido a solubilidade de Zn dos substratos contaminados. Teores foliares de Zn superiores a 1380 mg kg-1 provocaram acentuada redução no crescimento e sintomas de fitotoxidez. O Pennisetum purpureum Schum. não se comportou como hiperacumulador de Zn e Cd, mas apresentou acumulação de Zn e eficiência na remediação de Zn e Cd.por
dc.description.abstractTo meet growing demand for goods and services of modern society there is an increase in industrial activity, is highlighting the versatility of steel for use of its products. Meanwhile, as well as all human activity there is the generation of waste that may contain contaminants, among these heavy metals, which are arranged in an inappropriate manner pose a risk to humans and other living organisms. In soil heavy metals can exist in different chemical forms, presented each of them a degree of availability, and the total content of an indication of soil contamination. The phytoremediation is a technique of bioremediation, which uses the cultivation of plants to remediate contaminated soil and water, either by the extraction (phytoextraction) or stabilization (phytostabilization) of the contaminant in the environment. The objective was to evaluate the effect of the culture of Pennisetum purpurem Schum., the distribution of chemical fractions of zinc and cadmium in the soil, in three of pH values, after contamination with industrial waste containing high levels of these elements, and their possible influence germination and development of the plant. It was conducted in a completely randomized experiment 2x2x3 factorial system, in a sample of Bt horizon of a Argisol Yellow, contaminated and not contaminated with residue from Cia Mercantile and Industrial Ingá, with and without cultivation of Pennisetum purpurem Schum., and receiving the application of three doses of CaCO3. The soil used was collected in the municipality of Pinheiral - RJ, being part of the sample contaminated with waste (66.67 g kg-1) to raise the level pseudo-Zn total of the values above 1500 mg kg-1. The sample was contaminated and not contaminated divided into three groups each received a different dose of CaCO3 (0.00, 0,75; 1,5 mg kg-1). After being incubated for 40 days to 80% of the field capacity, there were planted three Seedpieces of Pennisetum purpurem Schum., genotype Cameroon, in each unit cultivated. At 18 days after planting and germination were evaluated at the average height of the seedlings. At 135 days after planting were collected to shoot and root plants. The substrates were sampled after hatching and at the end of the experiment. In substrates was determined the pH in water and, for the treatments that received waste, the levels of Zn and Cd in the following fractions: soluble (F1), exchangeable (F2), precipitated (F3), absorbed more strongly (F4) and residual (F5). The extractors used to determine the fractions were: deionized water, MgCl2, acetic acid, DTPA and aqua regia. The results showed that the germination and development of Pennisetum purpurem Schum. were limited by the content of Cd and mainly in fractions of Zn more bioavailable (F1, F2). The levels of Zn in the soluble fraction (F1) exceeding 125 mg kg-1, caused a reduction in the germination and the initial development of culture. The cultivation of Pennisetum purpureum Schum. promoted reduction of soil pH of all treatments, and favored the solubility of Zn of contaminated substrates. Leaf contents of Zn greater than 1380 mg kg-1 caused sharp reduction in growth and phytotoxicity symptoms. The Pennisetum purpureum Schum did not show a behavior as plants hyperaccumulative of Zn and Cd, but they showed Zn accumulation and they were efficient in the remediation of Zn and Cd.eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superiorpor
dc.formatapplication/pdf*
dc.thumbnail.urlhttps://tede.ufrrj.br/retrieve/5434/2008%20-%20Vinicius%20Sampaio%20do%20Nascimento.pdf.jpg*
dc.thumbnail.urlhttps://tede.ufrrj.br/retrieve/6909/2008%20-%20Vinicius%20Sampaio%20do%20Nascimento.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal Rural do Rio de Janeiropor
dc.publisher.departmentInstituto de Agronomiapor
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsUFRRJpor
dc.publisher.programCurso de Pós-Graduação em Agronomia - Ciência do Solopor
dc.relation.referencesABREU, C. A.; ABREU, M. F.; BERTON, R. S. Análise química de solo para metais pesados. In: ALVAREZ, V. V. H.; SCHAEFER, C. E. G. R.; BARROS, N. F.; MELLO, J. W. V.; COSTA, L. M. (Ed). Tópicos em Ciência do Solo, Viçosa, v.2: 645-692, 2002. ABREU, C. A; RAIJ, B. V.; ABREU, M. F.; GONZÁLEZ, A. P. Routine soil testing to monitor heavy metals and boron. Sci. Agric. (Piracicaba, Braz.), v.62, n.6: 564-571, Nov./Dec, 2005. ACCIOLY, A. M. A.; SIQUEIRA, J. O.; CURI, N.; MOREIRA, F. M. S. Amenização do calcário na toxidez de zinco e cádmio para mudas de eucalyptus camaldulensis cultivadas em solo contaminado. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.28:775-783, 2004. ALLOWAY, B. J. Soil processes and the behavior of metals. In: ALLOWAY,B. J. (Ed). Heavy metals in soils. London: Blackie Academic & Professional. 11-37. 1990. ALLOWAY, B. J.; AYERS, D. C. Chemical principles of environmental pollution. 2ªed, CRC Press, 395p, 1996. ALLOWAY, B.J. Heavy metals in soils. 2ªed. London, Blackie A. & P. 386p. 1995. ALMEIDA, D.L.; SANTOS, G.A.; DE-POLLI, H.; CUNHA, L.H.; FREIRE, L.R.; AMARAL SOBRINHO, N.M.B.; PEREIRA, N.N.C.; EIRA, P.A.; BLOISE, R.M.; SALEK, R.C. Manual de adubação para o Estado do Rio de Janeiro. Editora Universidade Rural. Coleção Universidade Rural. Série Ciências Agrárias, 179p. 1988. ALTAFIN, L. Ácidos orgânicos e solubilização de metais pesados em solos tratados com lodo de esgoto. Dissertação de mestrado. ESALQ – USP. Piracicaba. 2005. 58p. AMARAL SOBRINHO, N. M. B.; VELLLOSO, A. C.X.; OLIVEIRA, C. Solubilidade de metais pesados em solo tratado com resíduo siderúrgico. Revista Brasileira de Ciências do Solo, v. 21, n.1; 9-16. 1997. AMARAL SOBRINHO, N.M.B.; COSTA, L. M. da; OLIVEIRA, C. de e VELLOSO, A.C. X. Metais pesados em alguns fertilizantes e corretivos. Campinas. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.16, n.2, maio/ago: 271-276, 1992. ANDERSON, P. R.; CHRISTENSEN, T. H. Distribution coefficients of Cd, Co, Ni and Zn in soils. Journal of Soil Science, v.39: 15-21, 1988. ANDRÉ, E.M.; CRUZ, M.C.P.; FERREIRA, M.E.; PALMA, L.A.S. Frações de zinco em solo arenoso e suas relações com disponibilidade para Cynodon spp. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.27, nº. 3: 451-459, 2003. ANJOS, A.R.M.; MATTIAZZO, M.E. Extratores para Cd, Cu, Cr, Mn, Ni, Pb e Zn em Latossolos tratados com biossólido e cultivados com milho. Scientia Agricola, v.58, nº2, abr./jun: 337-344, 2001. ARAÚJO, J.C.T.; NASCIMENTO, C.W.A. Redistribuição entre frações e teores disponíveis de zinco em solos incubados com lodo de esgoto. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 29: 635-644, 2005. ARDUINI, L.; GODBOLD, D. L.; ONNIS, A. Cadmium and copper uptake and distribuition in Mediterranean tree seedlings. Physiologia Plantarum, v.97: 111-117. 1996.41 ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR-10004: Classificação de resíduos. Rio de Janeiro. 71p. 2004. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR-10004: Classificação de resíduos. Rio de Janeiro. 71p. 1987. BAKER, A.J.M.; MCGRATH, S.P.; SODOLI, C.M.D.; REEVES, R.D. The possibility of in situ heavy metal decontamination of polluted soils using crops of metal accumulating plants. Amsterdam. Resources, Conservation and Recycling, v. 11: 41-49, 1994. BARROW, N.J. Reactions of anions and cations with variable-charge soils. Advances in Agronomy. v.38: 183-229, 1985. BATAGLIA, O.C.; VAN RAIJ, B. Soluções extratoras na avaliação da fitodisponibilidade do zinco em solos. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.19: 457-461, 1994. BEHLING, M. Nitrogênio e metais pesados em área de Planossolo da UFRRJ cultivada com soja (CV. Celeste) após aplicação de resíduos industriais. Dissertação de Mestrado. UFRRJ, Seropédica, 2005, 95p. BERGMANN, W. Nutritional disorders of plants: development, visual and analytical diagnosis. New York: Gustav Fischer. 741p. 1992. BERTON, RS. Riscos de contaminação do agrossistema com metais pesados. In: BETTIOL, W.; CAMARGO, O.A. (Ed.) Impacto Ambiental do uso agrícola do lodo de esgoto. EMBRAPA Meio Ambiente. Jaguariúna. Cap. 16: 259-268, 2000. BERTON, R. S. Fertilizantes e poluição. In: Reunião Brasileira de Fertilidade do solo e nutrição de plantas, 20. Piracicaba, 1992. Anais. Campinas: Fundação Cargill: 299-313. 1992. BOGDAN, A.V. Tropical pasture and fodder plants (grasses and legumes). New York: Longman, 1977. 475p. (Tropical Agricultural Series). BORGES M.R.; COUTINHO E.L.M. Metais pesados do solo após aplicação de biossólido. I – fracionamento. Revista brasileira de Ciência do Solo, v.28: 543-555, 2004. BROWN, S.L.; CHANEY, R.L.; ANGLE, J.S.; BAKER, A.J.M. Zinc and cadmium uptake by hiperaccumulator Thlaspi caerulescens grow in the nutrient solution. Soil Science Society of America Jornal. Madison, v. 59: 125-133, 1995. CAMARGO, O. A.; ALLEONI, L. R. F.; CASAGRANDE, J. C. Reações dos micronutrientes e elementos tóxicos. In: FERREIRA, M. E.; CRUZ M. C. P da; RAIJ, B. V.; ABREU, C. A. de (Ed.) Micronutrientes e elementos tóxicos agricultura. Jaboticabal: CNPq/FAPESP/Potafos, cap. 5: 89-125, 2001. CANTARUTTI, R. B.; BARROS, N. F.; MARTINEZ, H. E. P.; NOVAIS R. F. Avaliação da Fertilidade do Solo e Recomendação de Fertilizantes. In: NOVAIS, R. F.; ALVAREZ, V.; BARROS, N. F. de; FONTES, R. L. F.; CANTARUTTI, R. B.; NEVES, J. C. L. Fertilidade do Solo, Viçosa, 2007, 1017p. CARNEIRO, M. A. C.; SIQUEIRA, J. O.; MOREIRA, F. M. S. Comportamento de espécies herbáceas em misturas de solo com diferentes graus de contaminação com metais pesados. Pesquisa agropecuária Brasileira, v. 37, n. 11: 1629-1638, 2002. CARNEIRO, M. A. C.; SIQUEIRA, J. O.; MOREIRA, F. M. S. Estabelecimento de plantas herbacias em solo com contaminação de metais pesados e inoculação de fungos micorrizicos arbusculares. Pesquisa agropecuária Brasileira, v. 36, n. 12: 1443-1452, 2001.42 CARVALHO, A. S. Produção de matéria seca e de grãos por plantas de feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.) cultivadas em solos tratados com metais pesados. Tese de mestrado. UFLA, Lavras, 2006, 76p. CARVALHO, G. S. Efeito de resíduos siderúrgicos no cultivo de arroz irrigado por inundação: comparação de extratores e disponibilidade de elementos-traço. Dissertação de mestrado. UFL. Lavras, 2007, 81p. CARVALHO, L.A. Pennisetum purpureum Schumacher, revisão. Coronel Pacheco: EMBRAPA, CNPGL, (Boletim Técnico, 10), 1985, 86p. CASTRO A. G.; ALMEIDA, A.; COSTA, M. C. R.; CARVALHO, C. M.; CÂNDIDO, D. M. Germinação da espécie Jatropha curcas L. (pinhão manso) em substrato contendo os metais pesados Zn, Pb e Cd. V Workshop internacional Brasil-Japão em biocombustível, meio ambiente e novos produtos da biomassa. UNICAMP, Campinas, 2007. CD-ROM CAVALLARO, N. & Mc BRIDE, M.B. Zinc and copper sorption and fixation by an acid soil clay: effect of selective dissolutions. Soil Science Society American Journal, v.48: 1050- 1054, 1984. CETESB - Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental. In: CASARINI, D. C. P.; DIAS, C. L.; LEMOS, M. M. G. Relatório de estabelecimento de valores orientadores para solos e águas subterrâneas no Estado de São Paulo, 2005, 73p. CHEN, Y.; LI, X.D.; SHEN, Z.G. Leaching and uptake of heavy metals by ten different species of plants during an EDTA-assisted phytoextraction process. Chemosphere, v.57: 187- 196, 2004. CHOU, A.Y.; ARCHDEACON, J.; KADO, C.I. Agrobacterium transcriptional regulator Ros is a prokariotic zinc finger protein that regulates the plant oncogeneit. Proceedings National Academy Science, April 28, v. 95 n. 9: 5293-5298, 1998. COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPÉIAS. Bruxelas, 11/03/2003, 250p. COPPE - Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pos-Graduacao e Pesquisa de Engenharia. Rio de Janeiro, RJ. 13/09/2007. (http://www.planeta.coppe.ufrj.br/artigo.php?artigo=907). COSTA, A. C. S. Determinação de cobre, alumínio e ferro em solos derivados do basalto através de extrações seqüenciais. Química Nova, v. 25, n. 4: 548-552, 2002. COSTA, S. M. S. P. Avaliação do potencial de plantas nativas do Brasil no tratamento de esgoto doméstico e efluentes industriais em “Wetlands” construídos. Tese de Doutorado. UNICAMP, Campinas, 2004, 118p. DANG, Y.P.; CHHABRA, R.; VERMA, K.S. Effect of Cd, Ni, Pb and Zn on growth and chemical composition of onion and fenugreek. Communications in Soil Science and Plant. Analysis, v.21: 717-735, 1990. DERESZ, F. Capim-elefante manejado em sistema rotativo para produção de leite e carne. In: PASSOS, L.P.; MARTINS, C.E.; BRESSAN, M.; PEREIRA, A.V. (Ed.) Biologia e manejo do capim-elefante. Juiz de Fora: Embrapa Gado de Leite, 1999, 131-160p. DINARDI, A. L.; FORMAGI, V. M.; CONEGLIAN, C. M. R.; BRITO, N. N. de; DRAGONI SOBRINHO, D.; TONSO, S.; PELEGRINI, R. Fitorremediação. III Fórum de Estudos Contábeis, Faculdades Integradas Claretianas, Rio Claro, (SP), 2003. CD-ROM. DUFFUS, J. H. “Heavy Metals” - A meaningless term. (IUPAC Technical Report). Pure Appl. Chem., v. 74, n. 5: 793–807, 2002.43 ELRASHIDI, M. A.; O’CONNOR, G. A. Influence of soil solution composition on sortion of zinc by soils. Soil Science Society of America Journal, v.46: 1153-1158, 1982. EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Manual de métodos de análises de solos, 2ªed. Rio de Janeiro: EMBRAPA/CNPS, 1997. 214p. ESSINGTON, M.E. Soil and water chemistry: an integrative approach. Boca Raton, CRC Press, 2004. 534p. FADIGAS, F. S.; AMARAL SOBRINHO, N.M.B. do; MAZUR, N. ANJOS, L.H.C. dos; FREIXO, A.A. Concentrações naturais de metais pesados em algumas classes de solos brasileiros. Bragantia, v.61, n. 2: 151-159, 2002. FADIGAS, F.S.; AMARAL SOBRINHO, N.M.B. do; MAZUR, N.; ANJOS, L.H.C. dos; FREIXO, A.A. Proposição de valores de referência para a concentração natural de metais pesados em solos brasileiros. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental. v.10, n.3: 699–705, 2006. FARIA, V.P. Formas de uso do capim-elefante. In: PASSOS, L.P.; MARTINS, C.E.; BRESSAN, M.; PEREIRA, A.V. (Ed.) Biologia e manejo do capim elefante. Juiz de For a, Embrapa Gado de Leite: 119-130, 1999. FONTES, M.P.F.; GOMES, P.C. Simultaneous competitive adsorption of heavy metals by the mineral matrix of tropical soils. Applied Geochemistry. v.18: 795-804, 2003. FONTES, R. L. F.; COX, R. Iron deficiency and zinc toxicity in soybean grown in nutrient solution with different levels of sulfur. Journal of Plant Nutrition, New York, v. 21, n. 8: 1715-1722, 1998. GALLEGO, S. M.; BERNAVIDES, M. P.; TOMARIO, M. L. Effect of heavy metal ion excess on sunflower leaves, evidence for involvement of oxidative stress. Plant Science. v. 121: 151-159, 1996. GOMES, P. C. et al. Selectivity sequence and competitive adsorption of heavy metals by Brazilian soils. Soil Science Society of America Journal. v.65: 1115-1121, 2001. GUILHERME, L. R. G.; MARGUES, J. J.; PIERANGELE, M. A. P.; ZULIANI, D. Q.;M. L.; MARCHI, G. Elementos-traço em solos e sistemas aquáticos. IN: TORRADO, P. V. Tópicos em Ciência do Solo. 4ªed. Minas Gerais – Viçosa. 345-390p. 2005. GUILHERME, L.R.G. Poluição do solo e qualidade ambiental. Congressos Brasileiros de Ciência do Solo, 27, Brasília. Anais. 1999. CD-ROM HAMMER, D.; KELLER, C. Change in the rhizosphere of metal-accumulating plants evidenced by chemical extractants. Journal of Environmental Quality, v.31: 1561-1569, 2002. HUANG, J. W.; CHEN, J. BERTI, W. R.; CUNNINGHAM, S. D. Phytorermediation of leadcontaminated soils: Role of synthetic chelates in lead phytoextraction. Environmental Science and Technology, v.31: 800-805, 1997. INPI - International Plant Nutrition Institute. Deficiência severa de ferro. Piracicaba, SP. 14/08/2003.(http://www.ipni.net/ppiweb/gbrazil.nsf/$webindex/185827E4FDD2CD1A83256 D820062EA42?opendocument&print=1). ISO 11466 - International Standard:, Soil quality – Extraction of trace elements soluble in aqua regia, 03–01: 10 1995. 347p. JESUS de, C. A. G. Balanço mineral brasileiro, zinco. Ministério de Minas e Energia. Departamento Nacional de Produção Mineral. 2001, 15p.44 KABATA-PENDIAS, A.; PENDIAS, H. Trace elements in soils and plants. 3ªed. Boca Raton, Flórida: CRC. 2001, 413p. KABATA-PENDIAS, A. & PENDIAS, H. Trace elements in soils and plants. 2ªed. Boca Raton: CRC Press, 1992. 445p. KABATA-PENDIAS, A. Agricultural problems related to excessive contents of soils. In: SALOMONS. W.; FORSTNER, U.; MADER, P. Heavy metals: problems and solutions. Berlim: Springer – Verlag, Cap. 5, 1995, 360p. KIEKENS, L.; COTTENIE, A. Principles of investigation on the mobility and plant uptake of heavy metals. In: LESCHBER, R.; DAVIES, R.D.; L’HERMITe, P. (Ed.) Chemical methods for assessing bioavailability metals in sludge and soils. London: Elsevier: 32-41, 1985. KIEKENS, L. Zinc. In: ALLOWAY, B. J. (Ed.). Heavy metals in soils. New York: John Wiley, 261-279p. 1990. KING, L.D. & HAJJAR, L.M. The residual effect of sewage sludge on heavy metal content of tobacco and peanut. Journal of Environmental Quality, v.19: 738-748, 1990. KRUPA, Z.; MONIAK. Cadmium-induced changes in the composition and structure of the light-harvesting chlorophyll a/b protein complex II in radish cotyledons. Physiologia Plantarum. v. 73, n. 4: 518-524, 1998. KURKIER, U.; PETERS, C. A.; CHANEY, R. L.; ANGLE, J. S.; ROSEBERG, J. R. The effect of pH on metal accumulation in two Alyssum species. Journal Quality, v. 33:2090-2102, 2004. LASAT. M. M. Phytoextration of metals from contaminated soil: a review of plant/soil/metal interaction and assessment of pertinent agronomic issues. Journal of Hazardaus Substance Research. Manhattan. v. 2, n 5: 1-25, 2000. LINDSAY, W.L. Chemical equilibrium in soil. New York, John Wiley. 1979, 439p. LOMBI, E.; ZHAO, F.J.; DUNHAM, S.J.; MCGRATH, S.P. Phytoremediation of heavymetal contaminated soils: natural hyper accumulation versus chemically enhanced phytoextraction. Journal of Environmental Quality, v.30: 1919-1926, 2001. LUO, Y.M. & CHRISTIE, P. Bioavailability of copper and zinc in soils treated with alkaline stabilized sewage sludge. Journal Environmental Quality, v.27: 335-342, 1998. LUTTS, S.; LEFEVRE, I.; DELPEREE, C.; KIVITS, S.; DECHAMPS, C.; ROBLEDO, A.; CORREAL, E. Heavy metal accumulation by the halophyte species Mediterranean saltbush. Journal Environmental Quality, v. 33: 1271-1279, 2004. MAKSYMIEC, W.; BASZYNSKI, T. Different susceptibility of runner bean plants to excess copper as a function of the growth stages of primary leaves. Journal of Plant Physiology. v. 149 p. 217-221. 1996. MAKSYMIEC, W. Effect of copper on cellular processes in higher. Photosynthetica. v. 35: 321-342, 1997. MARSCHNER, H.; ROMHELD, V.; CAKMAK, I. Root-induced changes of nutrient availability in the rhizosphere. Jornal of Plant Nutrition, v.10: 1175-1184, 1987. MATTIAZZO-PREZZOTO, M.E. Comportamento de cobre, cádmio, cromo, níquel e zinco adicionados a solos de clima tropical em diferentes valores de pH. Tese (Livre Docência) – ESALQ – Piracicaba, 1994, 197p.45 MCBRIDE, M.D. Environmental chemistry of soils. New York: Oxford University. 1994, 406p. MCGRANTH, S. P.; SHEN, Z. G.; ZHAO, F. J. Heavy metal uptake and chemical changes in the rhizosphere of Thlaspi caerulescens and Thlaspi ochoroleucum grown in contaminated soils. Plant Soil, v, 188: 153-159, 1997. MELO, E. E. C.; NASCIMENTO, C. W. A.; SANTOS, A. C. Q. Solubilidade, fracionamento e fitoextração de metais pesados após aplicação de agentes quelantes. Revista Brasileira de Ciência do Solo. v.30:1051-1060, 2006 MENGEL, K.; KIRKBY, E.A. Principles of plant nutrition. Bern: International Potash Institute: 525-536, 1987. MILLER, W.P.; MARTENS, D.C.; ZELAZNY, L.W. Effect of sequence in extraction of trace metals from soils. Soil Science Society of American Journal, Madison, v.50: 598-601, 1986. MOLINA, M.V. Nitrogênio e metais pesados em latossolo e eucalipto cinqüenta e cinco meses após a aplicação de biossolido. Dissertação de Mestrado. ESALQ - Piracicaba. 2004, 66p. MOREIRA, C.S. Adsorção competitiva de cádmio, cobre, níquel e zinco em solos. Dissertação de Mestrado. ESALQ, Piracicaba, 2004, 108p. NASCIMENTO JR., D. Informações sobre algumas plantas forrageiras no Brasil, Viçosa. Imprensa Universitária, UFV. 1975, 73p. NASCIMENTO, C.W.A. & XING, B. Phytoextractlion: A Review on enhanced metal availability and plant accumulation. Scientia Agrícola, v.63, n.3: 299-311, 2006. OLIVEIRA, C. Avaliação do potencial de contaminação de dois solos agrícolas com lodo enriquecido com cádmio, chumbo e zinco. Tese de Doutorado. Seropédica, RJ, 1998, 188p, OLIVEIRA, F. C.; MATTIAZZO, M. E. Metais pesados em Latossolo tratado com lodo de esgoto e em plantas de cana-de-açúcar. Scientia Agricola, v.58, n.3: 581-593, 2001. PAIM, L.A.; CARVALHO, R.; ABREU, C. M. P.; GUERREIRO, C. M. Estudo dos efeitos do silício e do fósforo na redução da disponibilidade de metais pesados em área de mineração. Química Nova, São Paulo, v.29, n.1: 28-33, 2006. PEREIRA, A.C.C. Uso de produtos industriais na inertização de Cd e Zn presentes em resíduo classe I. Dissertação Mestrado. UFRRJ, Seropédica, 2004, 68p. PEREIRA, G. A.; SILVA, M.L.S.; BORGES, W.L.B.; ALVES, C.C.; FURLANI JÚNIOR, E.; LAZARINI, E.; BUZETTI, S. Estudo da interação entre níveis de zinco no solo e saturação por bases no desenvolvimento de plantas de café (Coffea arabica L.). Fertibio. Santa Maria, RS. 2000. PIERANGELI, M.A.P. Pb em Latossolos brasileiros: adsorção e dessorção sob efeito do pH e força iônica. Tese de Mestrado. UFLA, Lavras, 1999, 108p. PIERANGELI, M.A.P.; GUILHERME, L. R. G.; CURI, N.; SILVA, M. L. N.; LIMA, J. M.;COSTA, E. T. S. Efeito do pH na adsorção e dessorção de cádmio em latossolos brasileiros. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v.29, n.4: 523-532, 2005. PIERZYNSKI, G.M.; SIMS, J.T. & VANCE, G.F. Soils and environmental quality. Boca Raton, Lewis Publishers, 1994. 313p.46 PINHEIRO, R. S.; NASCIMENTO, V, S.; HOFFMANN, R, B.; OLIVEIRA, C.; AMARAL SOBRINHO, N. M. B. DO; MAZUR, N. Eficiência de produtos alcalinos e orgânico na imobilização de zinco presente em um resíduo classe I. FERTBIO, Lages, 2004. PIRES, A. C. D., Interação dos Metais Zn+2 e Pb+2 com os Constituintes Orgânicos e Minerais de Solos de Curitiba, PR. Dissertação de Mestrado. UFPR. 2004, 101p. PIRES, A.M.M. Ácidos orgânicos da rizosfera: aspectos qualitativos e quantitativos e fitodisponibilidade de metais pesados originários de biossolidos. Tese de Doutorado. ESALQ, Piracicaba, 2003, 94p. RAIJ, B. Van. Fertilidade do Solo e Adubação. Piracicaba: Ceres, Potafos, 1991. 343p. RAIJ, B. Van; CANTARELLA, H.; QUAGGIO, I.A.; FURLANI, A.M.C. (Ed.) Recomendações de adubação e calagem para o Estado de São Paulo. 2ªed. Campinas: IAC, 1997. 285p. RANGEL, O.J.P. Disponibilidade de Cu, Mn, Ni, Pb e Zn em Latossolo cultivado com milho após a aplicação de lodo de esgoto. Dissertação de Mestrado. UFLA, Lavras. 2003. 88p. RASKIN, I.; ENSLEY, B. Phytoremediation of toxic metals - using plants to clean up the environment. Plan Science, v. 160:1073-1075, 2000. REPUBLICA DE PORTUGAL. Diário da República, 1ª série - Nº 171: 6526-6726, 5 de Setembro de 2006. RIBEIRO FILHO, M.R.; SIQUEIRA, J.O.; CURY, N.; SIMÃO, J.B.P. Fracionamento e biodisponibilidade de metais em solo contaminado incubado com materiais orgânicos e inorgânicos. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v.25: 495-507, 2001. ROSS, S.M. Toxic metals in soil-plant-systems. New York: John Wiley & Sons, 1994. 469p. ROSSI, C. & LIMA, G. P. P. Cádmio e a atividade de peroxidase durante a germinação de sementes de feijoeiro. Scientia Agricola, v.58, n.1: 197-199, 2001. SALT, D.E.; SMITH, R.D.; RASKIN, I. Phytoremediation, Annual Review Plant Physiology Plant Molecular Biology, v.49: 643-668, 1998. SANTOS, F. S. AMARAL SOBRINHO, N. M. B. DO; NASCIMENTO, V. S.; HOFFMANN, R. B.; MAZUR, N. Fitorremeadição por Brachiaria humidicola de área de disposição de um resíduo perigoso. Revista Floresta e Ambiente. v.12, n.1: 22-29, 2005. SANTOS, F.S. Remediação da contaminação com metais pesados provenientes da disposição de resíduos perigosos da produção de zinco. Tese de Doutorado. UFRRJ, Seropédica, 2005, 85p. SANTOS, F.S.; HOFFMANN, R. B.; MAGALHÃES, M. O. L.; MACIEL, M, S.; AMARAL SOBRINHO, N. M. B. DO; MAZUR, N. Acúmulo e distribuição de Zn em leguminosas desenvolvidas em solução nutritiva contaminada. Fertibio. Lages, SC. 2004. SANTOS, G.C.G. Comportamento de B, Zn, Cu, Mn, Pb em solo contaminado sob cultivo de plantas e adição de fontes de matéria orgânica como amenizantes do efeito tóxicos. Tese de Doutorado. ESALQ, Piracicaba, 2005, 150p. SCANDALIOS, J.G. Oxy gen stress and superoxide dismutases. Plant Physiology. v. 101: 7- 12, 1993. SCHAT, H.; KALIF, M. M. A. Are phytochelatins involved in differential metal tolerance or do they merely reflect metal-imposed strain? Plant Physiology. Rockville. v.99: 1475-1480, 1992.47 SERENO, M.L. Avaliação da tolerância de cana de açúcar (Saccharum spp.) a metais: expressão dos genes de metalotioneina. Dissertação de Mestrado, ESALQ, Piracicaba (SP), 2004, 94p. SILVA, C. M. Dinâmica de metais pesados potencialmente tóxicos no solo após aplicação de lodo de esgoto. Dissertação de Mestrado. UNICAMP, Campinas, 2005, 93p +ap. SILVA, J.G. Complexos DTPA-metais pesados: uso de espectrofotometria no infravermelho. Dissertação de Mestrado.UFLA, Lavras, 2004, 49p. SILVA, M.L.S. Avaliação do comportamento de elementos traços essenciais e não essenciais em solo contaminado sob cultivo de plantas. Tese de Doutorado. ESALQ, Piracicaba, 2006, 112p. SILVEIRA, M.L.A. Extração seqüencial e especiação iônica de Zn, Cu e Cd em Latossolos tratados com biossolidos. Tese de Doutorado. ESALQ, Piracicaba, 2002, 166p. SIMÃO, J. B. P.; SIQUEIRA, J.O. Solos contaminados por metais pesados: características, implicações e remediação. Informe Agropecuário, v.22: 18-26, 2001. SIMONETE, M. A.; KIEHL, J. C.Extração e fitodisponibilidade de metais em resposta à adição de lodo de esgoto no solo. Scientia Agricola, v.59, n.3: 555-563, 2002. SIMONETE, M. A. Alterações nas propriedades químicas de um Argissolo adubado com lodo de esgoto e desenvolvimento e acúmulo de nutrientes em plantas de milho. Tese de Doutorado.ESALQ, Piracicaba, 2001, 89p. SINGH, B.R.; NARWAL, R.P. Plant availability of heavy metals in a sludge-treated soil: II. Metal extractability compared with plant metal uptake. Journal of Environmental Quality, v.13: 344-349, 1984. SKORZYNSKA-POLIT, E.; BASZYNSKI, T. Differences in sensitivity of the photosynthetic apparatus in Cd-stressed runner bean plants in relation to their age. Plant Molecular Biology. v. 29, n. 5: 1005-1014, 1997. SKORZYNSKA-POLIT, E.; DRAZKIEWICZ, M.; KRUPA, Z. The activity of the antioxidative system in cadmium treated Arabidopsis thaliana. Biologia Plantarum. v.47 n.1: 71-78. 2003. SOARES, ACCIOLY, A. M. A.; A MARQUES, T. C. L. L. S. M.; SIQUEIRA, J. O.; MOREIRA, F. M. S.. Acumulo e distribuição de metais pesados nas raízes, caule e folhas de mudas de arvores em solo contaminado por rejeitos de industria de zinco. Revista Brasileira de Fisiologia Vegetal, v.13: 302-315, 2001. SOARES, M. R. Coeficiente de distribuição (k0) de metais pesados em solos do estado de São Paulo. Tese de Doutorado, ESALQ. Piracicaba, 2004, 202p. SPARKS, D.L. Environmental soil chemistry. San Diego, Academic Press, 1995. 267p. SPOSITO, G. The chemical forms of trace metals in soils. In: Thornton, I. (Ed.). Applied environmental geochemistry. London: Academic Press: 123-170, 1983. SPOSITO, G. The surface chemistry of soils. New York, Oxford University Press, 1989, 234p. STAHL, R.S.; JAMES, B.R. Zinc sorption by manganese oxide-coated sand as function of pH. Soil Science Society American Journal, v.55: 1291-1294, 1991.48 TEDESCO, M.J.; GIANELLO, C.; BISSANI, C.A.; BOHENEN,H.; VOLKWEISS, S.L. Análise de solo, plantas e outrosmateriais. 2.ed. Porto Alegre: UFRGS, Departamento de Solos, 1995. 174p. (Boletim Técnico, 5). TEÓDULO, M.J.R.; LIMA, E.S; NEUMANN, V.H.M.L.; LEITE, P.R.B.; SANTOS, M.L.F. Comparação de métodos de extração parcial de metais traço em solos e sedimentos de um estuário tropical sob a influência de um complexo industrial portuário, Pernambuco Brasil. Estudos Geológicos, v. 13: 25-36, 2003. THORNTON, I. Metals in the Global Environment: Facts and Misconceptions, ICME, Ottawa (1995). TILLER, K.G. Heavy metals in soils and their environmental significances. Advances in Soil Science, New York, v.9: 113-142, 1989. UNIÃO EUROPÉIA. Directiva do Conselho de 15 de Julho de 1975 relativa aos resíduos. URE, A.M.; DAVIDSON, C.M. Introduction to speciation. In: URE, A.M. & DAVIDSON, C.M., ed. Chemical speciation in the environment. New York, Blackie Academic & Professional, 1-5p, 1995. VÁSQUEZ, T.G.P. Avaliação da remoção de Cd e Zn de solução aquosa por biossorção e bioflotação com Rhodococcus opacus. Dissertação de Mestrado. PUC-Rio, Rio de Janeiro, 2005, 108p. WHO - World Health Organization. Environmental health criteria 134 - Cadmium. Geneva, 1992. 280p. WHO - World Health Organization. Trace elements in human nutrition and health, Geneva, 1996. 343p. WOOLHOUSE, H.W. Toxicity and tolerance in the responses of plant to metals. In: LANGE, O. L.; OSMOND, C. B.; ZIEGLER, H. (Ed.). Encyclopedia of Pant Pysiology. Berlin : Springer, v. 12: 245-300, 1983. WU, Q.; HENDERSHOT, W. H.; MARSHALL, W. D.; GE, Y. Speciation of cadmium, copper, lead, and zinc in contamined soils. Communication in Soil Science and Plant Analysis, v.31: 1129-1144, 2000. ZEITOUNI, C. F. Eficiência de espécies vegetais como fitoextratoras de cádmio, chumbo, níquel e zinco de um Latossolo Vermelho Amarelo Distrofico. Dissertação de Mestrado. UNICAMP, Campinas, 2003, 91p. ZHANG, T.C.; PANG, H. Applications of microelectrode techniques to measure pH and oxidation-reduction potential in rhizosphere soil. Environmental Science and Technology, v.33: 1293-1299, 1999.por
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectFractions soil chemicaleng
dc.subjectHeavy metalseng
dc.subjectElephant grasseng
dc.subjectFrações químicas do solopor
dc.subjectMetais pesadospor
dc.subjectCapim-elefantepor
dc.subject.cnpqCiências Agráriaspor
dc.titleAvaliação de Pennisetum purpureum Schum na fitorremediação de zinco e cádmio em solo enriquecido com resíduopor
dc.title.alternativeEvaluation of Pennisetum purpureum Schum. in the phytoremediation of zinc and cadmium in soil enriched with wasteeng
dc.typeDissertaçãopor
Appears in Collections:MESTRADO EM AGRONOMIA - CIÊNCIA DO SOLO

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2008 - Vinicius Sampaio do Nascimento.pdfDocumento principal964.43 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.