???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/5760
???metadata.dc.type???: Tese
Title: Análise microbiológica da qualidade do leite e avaliação de medidas de prevenção e controle da mastite bovina em unidades leiteiras no Rio Grande do Sul
Other Titles: Microbiological analysis of milk quality and evaluation of prevention and control measures of bovine mastitis in dairy units in Rio Grande do Sul
???metadata.dc.creator???: Dubenczuk, Felipe Carlos 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Souza, Miliane Moreira Soares de
First advisor-co: Coelho, Shana de Mattos de Oliveira
???metadata.dc.contributor.referee1???: Souza, Miliane Moreira Soares de
???metadata.dc.contributor.referee2???: Da Ros, César Augusto
???metadata.dc.contributor.referee3???: Ribeiro, João Batista
???metadata.dc.contributor.referee4???: Pantoja, Jose Carlos de Figueiredo
???metadata.dc.contributor.referee5???: Soares, Lidiane de Castro
???metadata.dc.description.resumo???: As constantes atualizações das Instruções Normativas IN-51, IN-62, IN-07, estendendo os prazos para seu efetivo cumprimento e flexibilizando os limites de qualidade exigidos mostram a insipiência da produção de leite de boa qualidade no Brasil. A mastite é um dos principais desafios encontrados nos rebanhos leiteiros, e entre as principais ferramentas utilizadas para o seu controle está a Contagem de Células Somáticas (CCS), um importante indicador de saúde da glândula mamária, relacionada com queda na quantidade e qualidade do leite produzido, redução na qualidade e rendimento dos derivados lácteos e diminuição da vida de prateleira dos produtos. Contagens acima de 200 mil células/mL de leite indicam mastite, em sua maioria causada por agentes infecciosos. O objetivo do presente trabalho foi aplicar um instrumento diagnóstico visando traçar o perfil da atividade leiteira em cada propriedade, avaliar as condições higiênico-sanitárias no processo de ordenha e a execução do programa dos 10 pontos de controle da mastite bovina, bem como avaliar a saúde da glândula mamária, através de análises de CCS e cultura bacteriana e identificar o perfil de resistência aos antimicrobianos dos agentes isolados. Foram avaliadas 14 propriedades, as quais receberam 135 visitas técnicas entre os anos de 2014 e 2018, resultando em 5.631 análises de CCS e 445 análises de cultura bacteriológica. Em 30,8% (137/445) das amostras não houve crescimento bacteriano. Foram obtidos 309 isolados e os agentes prevalentes foram Streptococcus spp. e Staphylococcus aureus. A distribuição de S. aureus foi em 100% (14/14) das propriedades leiteiras e 65% das vacas que apresentaram este agente tiveram ao menos uma análise de CCS acima de um milhão. O perfil de resistência antimicrobiana nesta espécie foi superior a 30% para ampicilina, ciprofloxacina, eritromicina, gentamicina, neomicina, penicilina G e sulfametoxazol + trimetoprim. Para Streptococcus spp. observou-se resistência superior a 50% para eritromicina e sulfametoxazol + trimetoprim. A análise do instrumento diagnóstico revelou que 71% (10/14) dos produtores não conheciam as causas de mastite na propriedade, contabilizando apenas os prejuízos causados pela mastite clínica, com a drástica queda de produção. Além disso, o manejo de ordenha apresentava falhas em diferentes aspectos em todas as propriedades estudadas. Os resultados destacam o programa de 10 pontos como uma excelente ferramenta para diagnóstico, prevenção e controle da mastite bovina e reforça a necessidade de se conscientizar os produtores que um bom trabalho realizado “porteira adentro” permite melhores resultados zootécnicos com aumento de produtividade, melhoria na saúde animal e consequentemente melhor preço no produto final
Abstract: The constant updating of the IN-51, IN-62, IN-07 Normative Instructions, extending the deadlines for its effective compliance and making more flexible the required cut off values show that good quality milk production in Brazil is no longer established. Mastitis is one of the main challenges in dairy herds, and among the main tools used for its control is the Somatic Cell Count (CCS), an important indicator of mammary gland health, related to a decrease in milk quantity and quality, reduction in the quality and yield of dairy products and shortening the shelf life of the products. Counts above 200,000 cells / mL of milk indicate mastitis, mostly caused by infectious agents. The aim of the present study was to apply a diagnostic tool to trace the profile of dairy activity in each farm, to evaluate the hygienic-sanitary conditions in the milking process and the execution of the program of the 10 control points of bovine mastitis, as well as to evaluate the health of the mammary gland through analyzes of CCS and bacterial culture and to identify the antimicrobial resistance profile of the isolated agents. We evaluated 14 properties, which received 135 technical visits, resulting in 5.631 CCS analyzes and 445 bacteriological culture analyzes. In 30.8% (137/445) of the samples there was no bacterial growth. A total of 309 isolates were obtained and the prevalent agents were Streptococcus spp. and Staphylococcus aureus. S. aureus was distributed in 100% (14/14) of the dairy properties and 65% of the cows that host this agent had at least one CCS analysis above one million. The antimicrobial resistance profile in this species was higher than 30% for ampicillin, ciprofloxacin, erythromycin, gentamicin, neomycin, penicillin G and sulfamethoxazole + trimethoprim. For Streptococcus spp. resistance greater than 50% was observed for erythromycin and sulfamethoxazole + trimethoprim. The analysis of the diagnostic tool revealed that 71% (10/14) of the producers did not know the causes of mastitis in the property, accounting only for the damages caused by the clinical mastitis, with the drastic decrease of production, in addition, in different aspects in all the studied properties. These results highlight the implementation of the 10-point program as an excellent tool for diagnosis, prevention and control of bovine mastitis and reinforces the need to make producers aware that a good work done "indoors" allows better zootechnical results with increased productivity, improvement in animal health and consequently better price in the final product
Keywords: Mastite bovina
Etiologia da mastite
Controle e prevenção da mastite
Bovine mastitis
Etiology of mastitis
Control and prevention of mastitis
???metadata.dc.subject.cnpq???: Engenharia Agrícola
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
???metadata.dc.publisher.initials???: UFRRJ
???metadata.dc.publisher.department???: Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Ciência, Tecnologia e Inovação em Agropecuária
Citation: DUBENCZUK, Felipe Carlos. Análise microbiológica da qualidade do leite e avaliação de medidas de prevenção e controle da mastite bovina em unidades leiteiras no Rio Grande do Sul. 2019. 70 f. Tese (Doutorado em Ciência, Tecnologia e Inovação em Agropecuária) - Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, 2019.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/5760
Issue Date: 5-Apr-2019
Appears in Collections:Doutorado em Ciência, Tecnologia e Inovação em Agropecuária

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019 - Felipe Carlos Dubenczuk.pdf2019 - Felipe Carlos Dubenczuk3.2 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.