???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/2825
???metadata.dc.type???: Tese
Title: Alimentação de Ornithodoros rostratus (Acari: Argasidae) por meio de membranas de silicone: parâmetros biológicos e infecção in vitro de Rickettsia parkeri
Other Titles: Feeding of Ornithodoros rostratus (Acari: Argasidae) by silicone membranes: biological parameters and infection in vitro of Rickettsia parkeri
???metadata.dc.creator???: RIBEIRO, Carla Carolina Dias Uzedo 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Fonseca, Adivaldo Henrique da
???metadata.dc.contributor.referee1???: Fonseca, Adivaldo Henrique da
???metadata.dc.contributor.referee2???: Piranda, Eliane Mattos
???metadata.dc.contributor.referee3???: Cançado, Paulo Henrique Duarte
???metadata.dc.contributor.referee4???: Faccini, João Luiz Horácio
???metadata.dc.contributor.referee5???: Massard, Carlos Luiz
???metadata.dc.description.resumo???: A alimentação artificial representa uma importante ferramenta por possibilitar estudos envolvendo a intrínseca relação vetor- patógeno, além de mimetizar a utilização de hospedeiros naturais. O objetivo do primeiro capítulo foi estabelecer a alimentação artificial da espécie O. rostratus por meio de membranas de silicone e avaliar o efeito da dieta nos parâmetros biológicos dos carrapatos alimentados artificialmente. O segundo capítulo teve como finalidade avaliar a eficiência da técnica descrita no primeiro capítulo, para infecção in vitro de R. parkeri para carrapatos O. rostratus e verificar o potencial de transmissão de R. parkeri por carrapatos infectados artificialmente quando ninfas para cobaios. O primeiro experimento foi iniciado com 130 ninfas de primeiro instar de O. rostratus, individualizadas, para cada grupo experimental. Os grupos foram divididos de acordo com a dieta fornecida, sendo eles, sangue citratado de coelho, sangue citratado de bovino, sangue de bovino com antibiótico e sangue desfibrinado de bovino. O grupo-controle procedeu a alimentação diretamente em coelhos. Os espécimes eram pesados antes e após a alimentação artificial, que era realizada em um aparato confeccionado por membranas de silicone. Para o experimento do segundo capítulo foram utilizadas 42 ninfas de diferentes instares, com pesos homogêneos, divididas em três grupos experimentais. O grupo 1 foi direcionado para a avaliação da técnica de alimentação artificial na infecção in vitro de R. parkeri para ninfas de O. rostratus e o grupo 2 foi utilizado para avaliar a capacidade de transmissão de Rickettsia parkeri por O. rostratus infectados artificialmente quando ninfas para cobaios. O grupo 3 caracterizou o grupo -controle. Os grupos 1 e 2 foram alimentados artificialmente com sangue de coelho, contendo 5 x 105 de células VERO infectadas com R. parkeri. Foi realizada a PCR para avaliar a infecção nos carrapatos do grupo 1. A avaliação da transmissão nos cobaios foi realizada por meio da técnica de RIFI e pelos sinais clínicos apresentados pelos hospedeiros. Os resultados do primeiro experimento demonstraram que o aparato alimentar proposto foi eficiente quanto ao estímulo de fixação e satisfatório quanto ao ingurgitamento dos carrapatos, sendo possível a manutenção de colônias de Ornithodoros rostratus, utilizando somente alimentação artificial por meio de membranas de silicone. Os carrapatos que receberam sangue citratado de coelho apresentaram parâmetros biológicos semelhantes aos observados em condições de alimentação in vivo. O segundo estudo demonstrou que o sistema de alimentação artificial foi capaz de promover a infecção in vitro de ninfas do carrapato O. rostratus por R. parkeri, além de verificar que adultos de O. rostratus infectados por R. parkeri por meio artificial possuem poder infectante para cobaio
Abstract: Artificial feeding is an important tool for enabling studies involving the intrinsic relationship vector - pathogen, and mimic the use of natural hosts. The aim of the first chapter was to establish the artificial feeding of the species O. rostratus using silicone membranes and evaluate the effect of diet in the biological parameters of the ticks fed artificially. In the second chapter, was to evaluate the efficiency of the technique described in the first chapter in the infection in vitro of R. parkeri by tick nymphs of O. rostratus and verify the potential for transmission of R. parkeri by infected tick nymphs to susceptible hosts was verified as well as the possibility of pathogen isolation in culture. The first experiment was initiated with 130 ninfal first instar nimphs of O. rostratus individualized for each experimental group. The groups were divided according to the given diet, namely, citrated rabbit blood, citrated bovine blood, bovine blood with antibiotics and defibrinated bovine blood. The control group was fed directly in rabbits.The specimens were weighed before and after artificial feeding, wich was carried out in an apparatus made of silicone membranes. In the second chapter, 42 nymphs in diferent instars were used, with homogeneous weights, divided into three groups. Group 1 was directed to the assessment of the artificial feeding technique in the infection in vitro of R. parkeri to O. rostratus nymphs and group 2 was used to evaluate the transmission capacity of Rickettsia parkeri to guinea pigs by artificially infected O. rostratus nymphs. Group 3 was the control group. Groups 1 and 2 were artificially fed with rabbit blood containing 5 x 105 of VERO cells infected with R. parkeri. PCR was performed to assess infection in group 1 ticks. Evaluation of infection in guinea pigs was carried out by the IFA technique, and clinical signs presented by the hosts. The results of the first experiment showed that the proposed feed apparatus was efficient concerning fixation stimulus and satisfactory in engorging ticks, as being possible to maintain colonies of Ornithodoros rostratus using artificial feeding only through silicon membrane. Ticks that received citrated rabbit blood showed biological parameters similar to those in vivo conditions. The second study demonstrated that the artificial feeding system was able to promote the infection in vitro of R. parkeri to O. rostratus tick nymphs, in addition to verifying that adult O. rostratus infected by R. parkeri by artificial means is able to infect guinea pigs.
Keywords: Carrapato
Argasidae
Alimentação Artificial
Infecção Experimental
???metadata.dc.subject.cnpq???: Medicina Veterinária
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
???metadata.dc.publisher.initials???: UFRRJ
???metadata.dc.publisher.department???: Instituto de Veterinária
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias
Citation: RIBEIRO, Carla Carolina Dias Uzedo. Alimentação de Ornithodoros rostratus (Acari: Argasidae) por meio de membranas de silicone: parâmetros biológicos e infecção in vitro de Rickettsia parkeri. 2015. 97 f. Tese (Doutorado em Ciências Veterinárias, Parasitologia Veterinária). Instituto de Veterinária, Departamento de Parasitologia Animal, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, RJ, 2015.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/2825
Issue Date: 20-Feb-2015
Appears in Collections:DOUTORADO EM CIÊNCIAS VETERINÁRIAS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015 - Carla Carolina Dias Uzedo Ribeiro.pdfDocumento principal2.72 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.