???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/2810
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: A propaganda oficial no Acre e o reforço de uma identidade florestal
Other Titles: Official propaganda in Acre and the strengthening of a forest identity
???metadata.dc.creator???: CARVALHO, Antônio Henrique Martins de 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Gonçalves, Silvia Maria Melo
???metadata.dc.contributor.referee1???: Gonçalves, Silvia Maria Melo
???metadata.dc.contributor.referee2???: Damasceno, Allan Rocha
???metadata.dc.contributor.referee3???: Rocha, Fátima Niemeyer da
???metadata.dc.description.resumo???: No início da década de 1990, os militantes do Partido dos Trabalhadores no Acre entenderam que somente com a conquista do poder político institucional seria possível reorientar os rumos do desenvolvimento regional que durante toda sua história foi alvo de projetos desenvolvimentistas dos governos centrais. Ainda sob impacto da morte de Chico Mendes e influenciado pelas propostas e conquistas dos “Povos da Floresta”, um grupo de militantes começou a articular um projeto político que teve entre seus objetivos resgatar a identidade acreana que entendia gozar de pouca unidade. Para tanto, um dos eixos de sua atuação se daria no campo da comunicação com uma política pública de massificação dos valores e símbolos próprios da acreanidade. Ao conquistar pelo voto o governo do Estado, em 1999. Esse projeto foi posto em prática e toda uma série de ações coordenadas com outras políticas públicas ressignificaram o valor dado à floresta e aos seus povos tradicionais. Referenciada em autores dos chamados Estudos Culturais a presente pesquisa buscou reconhecer entre as posições essencialistas e construtivistas da identidade em qual polo se situou o projeto de identidade cultural posto em movimento pelo governo do Estado. Para tanto, elegemos uma amostra de propagandas e estabelecemos a frequência de acionamentos de símbolos referenciados nos índios, seringueiros e na floresta dentro das peças publicitárias. Também propusemo-nos a traçar uma breve narrativa da história dos “Povos da Floresta” assim como a emergência do Partido dos Trabalhadores como principal força política no Estado do Acre. O resultado desse trabalho levou-nos concluir que o recurso a essencialismos históricos foram a tônica das mensagens publicitárias, subordinando outras possíveis representações de identidade cultural que aparentemente ganhou espaços no decorrer dos sucessivos governos.
Abstract: In the early 1990s the militants of the Workers Party in Acre understood that only by conquering the institutional political power would be possible to reorient the direction of regional development that throughout its history has been subject to development projects of the central government. Still under the impact of the death of Chico Mendes and influenced by the proposals and accomplishments of the "People of the Forest", a group of militants began to articulate a political project that had among its objectives rescue Acre identity understood that enjoy little unity. For both of the axes of its activities would occur in the field of communication with the public policy of mass eigenvalues and symbols acreanidade. In winning the vote by the state government in 1999 this project was put in place and a whole series of coordinated actions with other public policies reformed the value given to the forest and its traditional peoples. Referenced authors in the so-called Cultural Studies this study sought to recognize between essentialist and constructivist positions of identity in which pole stood the project of cultural identity set in motion by the state government. To elect both a sample of advertisements and establish a frequency drives symbols referenced in the Indians, rubber tappers and the forest in official advertisements. Also we proposed to trace a brief narrative of the history of the "People of the Forest" and the emergence of the Workers Party as the main political force in the state of Acre. The result of this work led us to conclude that the use of historical essentialism were the keynote of advertising messages subordinating other possible representations of cultural identity that apparently tended to win spaces in successive governments.
Keywords: Identidade
Propaganda
Povos da Floresta
Partido dos Trabalhadores
Identity
Advertising
Forest Peoples
Workers Party
???metadata.dc.subject.cnpq???: Educação
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
???metadata.dc.publisher.initials???: UFRRJ
???metadata.dc.publisher.department???: Instituto de Agronomia
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Educação Agrícola
Citation: CARVALHO, Antônio Henrique Martins de. A propaganda oficial no Acre e o reforço de uma identidade florestal. 2014. 77 p. Dissertação (Mestrado em Educação Agrícola). Instituto de Agronomia, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, RJ. 2014.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/2810
Issue Date: 27-Aug-2014
Appears in Collections:MESTRADO EM EDUCAÇÃO AGRÍCOLA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014 - Antonio Henrique Martins de Carvalho.pdfDocumento principal5.35 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.