???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/2663
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Heterarquia na aprendizagem coletiva e desenvolvimento de competência profissional pericial num centro de criminalística: o caso da polícia militar do Rio de Janeiro
Other Titles: Heterarchy in collective learning and professional competencies development in a forensic criminology center: the case of the military police of Rio de Janeiro
???metadata.dc.creator???: SILVA, Alex Sandro da 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Villardi, Beatriz Quiroz
???metadata.dc.contributor.referee1???: Galindo, Flávia Luzia Oliveira da Cunha
???metadata.dc.contributor.referee2???: Zouain, Deborah Moraes
???metadata.dc.contributor.referee3???: Ramos Filho, Américo da Costa
???metadata.dc.contributor.referee4???: Villardi, Beatriz Quiroz
???metadata.dc.description.resumo???: A presente pesquisa aplicada teve como objetivo descrever o processo de aprendizagem coletiva e desenvolvimento da competência profissional funcional dos peritos militares no CCrim por meio de aprendizagem no trabalho para subsidiar a elaboração de um plano de capacitação pertinente à realidade da unidade. Para tanto, foram identificados os principais conceitos na literatura e realizada pesquisa empírica qualitativa. A fundamentação teórica versa sobre gestão de pessoas por competências, aprendizagem coletiva e comunidades de prática. A pesquisa aplicada foi configurada como um estudo de caso único para obter profundidade e detalhamento. Os quatorze sujeitos da pesquisa foram todos os peritos e a chefia do CCrim. A coleta de dados se realizou mediante entrevista semiestruturada com roteiro para explicitar o contexto da aprendizagem e competências desenvolvidas na visão dos entrevistados assim como suas concepções sobre o que e como se constitui a competência profissional do perito criminal. Os dados de campo foram qualitativamente interpretados. Com base nos resultados obtidos, foram reveladas as formas de aprendizagem praticadas até o momento pelos peritos no seu trabalho cotidiano e que têm sido efetivas para gerar e desenvolver suas competências funcionais. Os resultados evidenciam que a coexistência da aprendizagem formal e informal propicia aos peritos desenvolverem as suas competências funcionais, revelando características de comunidade de prática nas quais se estabelecem relações heterárquicas de trabalho para gerar conhecimento pericial na unidade ao invés das hierárquicas que caracterizam estruturas militares. Como implicações práticas, apontam-se, portanto, a necessidade no CCrim de se investir e capitalizar a aprendizagem informal interdisciplinar e a vivência de veteranos com novatos no aperfeiçoamento da competência profissional em pericia criminal inclusive na formação e capacitação dos peritos mediante seu curso de investigação e perícia criminal, primeiro degrau do Oficial da PMERJ para o exercício da função. Recomenda-se para capacitação de peritos a intensificação na atividade prática durante e após a formação, de modo a atender as necessidades e realidades a serem enfrentadas ao longo do exercício da função. E para ativar o processo de aprendizagem coletiva dos peritos, fomentar a maior participação dos profissionais mais experientes no ambiente de trabalho, principalmente com atenção aos novatos, com o apoio e a participação da chefia da unidade. Como implicações teóricas, sugerem-se continuar a pesquisa na organização examinando como os gestores das demais unidades da PMERJ podem estimular o desenvolvimento de competências coletivas em grupos de trabalho, bem como a interação e o comprometimento dos peritos veteranos com os peritos novatos, para compartilhamento do conhecimento.
Abstract: The present applied research aimed at describing the process of collective learning and development of the functional professional competence of the military forensics experts in the CCrim through learning in the work to support the formulation of a training plan pertinent to the reality of the unit. Main concepts were identified, and qualitative empirical research was carried out. The theoretical framework includes people management by competencies, collective learning and communities of practice. The applied research was set up as an in depth and detailed single case study. The fourteen subjects of the research were, all the experts and the head of CCrim military police unit. The data was collected through semistructured interview with a script to elicit the learning context and developed competencies from the interviewees' perspective as well as their conceptions about what constitutes the professional competence of a criminal forensics expert. Field data were qualitatively interpreted. Resulting in a description of the ways of learning practiced nowadays by the experts in their daily work that generated and developed their functional competencies. The results show that formal and informal learning processes coexist enabling the experts to develop their functional competencies, while revealing characteristics of community of practice in which heterarquial work relations are established in the unit instead of hierarchical ones. As practical implications, therefore, the CCrim needs to invest and capitalize this interdisciplinary informal learning and the experience of veterans with the novices during the improvement of their professional competence in forensic criminal expertise including in the training and qualification of the experts through the investigation and expertise Criminal Course, which is the first step of the PMERJ Officer to perform the function. It is recommended forensics experts training to intensify the learning through practical lived experience during and after training, in order to achieve the needs and overcome challenges r during the practice of forensics expert function. It is also recommended to activate the collective learning process of the experts by means of fostering greater participation of the most experienced professionals in the work environment interacting with the novices, with the support and participation of the head of the unit. To deepen this research, it is suggested to continue examining how the managers of other military police criminal forensics units stimulate collective competences development in working groups, as well as the interrelationships and commitment among veteran and novices for knowledge sharing.
Keywords: Aprendizagem coletiva
Gestão de Pessoas por Competências
Centro de Criminalística
Polícia Militar
Heterarquia
Competência funcional pericial
Collective learning
Personnel Management by Competencies
Forensics Center
Military Police
Heterarchy
Forensics’ functional competency
???metadata.dc.subject.cnpq???: Administração
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
???metadata.dc.publisher.initials???: UFRRJ
???metadata.dc.publisher.department???: Instituto de Ciências Sociais Aplicadas
Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Gestão e Estratégia
Citation: SILVA, Alex Sandro da. Heterarquia na aprendizagem coletiva e desenvolvimento de competência profissional pericial num centro de criminalística: o caso da polícia militar do Rio de Janeiro. 2017. 173 f. Dissertação (Mestrado em Gestão e Estratégia). Instituto de Ciências Sociais Aplicadas/Pró-Reitoria d Pesquisa e Pós-Graduação, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, RJ, 2017.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/2663
Issue Date: 10-Apr-2017
Appears in Collections:MESTRADO PROFISSIONAL EM GESTÃO E ESTRATÉGIA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017 - Alex Sandro da Silva.pdfDocumento principal2.35 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.