???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/2495
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: O trabalho em organizações de economia criativa: uma análise nas empresas participantes do processo de incubação do programa Rio Criativo
Other Titles: The work in creative economy organizations: an analysis of the companies participating in the incubation process of the Rio Criativo program
???metadata.dc.creator???: BITTENCOURT, Flora Thamíris Rodrigues 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Simões, Janaína Machado
???metadata.dc.contributor.referee1???: Simões, Janaína Machado
???metadata.dc.contributor.referee2???: D'Avila, Geruza Tavares
???metadata.dc.contributor.referee3???: Nascimento, Rejane Prevot
???metadata.dc.description.resumo???: O conceito de economia criativa refere-se a um conjunto de atividades que dependem do conteúdo simbólico, o qual nele está incluído a criatividade como matéria-prima, além de ser o fator mais expressivo para a produção de bens e serviços, que favorece potencialmente a geração de riqueza e desenvolvimento econômico. Consequentemente, pode favorecer ganhos de geração de renda, criação de emprego e exportação, promovendo a inclusão social, a diversidade cultural e o desenvolvimento humano. Observam-se também os aspectos econômicos, culturais e sociais que integram a tecnologia e a propriedade intelectual. A economia criativa abrange atividades relacionadas a artes cênicas; música; artes visuais; literatura e mercado editorial; audiovisual; animação; games; software aplicado à economia criativa; publicidade; rádio; TV; arquitetura; design; moda; gastronomia; cultura popular; patrimônios material e imaterial; artesanato; entretenimento; eventos e turismo cultural. Este trabalho justifica-se para ampliar a discussão teórica sobre o trabalho em organizações de economia criativa, posto que este tema ainda seja pouco explorado na área de Estudos Organizacionais no país. Com relação à dimensão prática, espera-se que este estudo colabore para um entendimento de novas formas de gestão às organizações de economia criativa e, consequentemente, seja capaz de possibilitar novas práticas de trabalho no ambiente laboral desse tipo de organização. A pesquisa tem como objetivo geral analisar a configuração do trabalho realizado em organizações de economia criativa. Para cumprimento de tal objetivo, foi realizada uma pesquisa de campo de natureza qualitativa. Como instrumentos de coleta de dados este estudo adotou a pesquisa documental e a entrevista semiestruturada. O método de análise da pesquisa foi baseado na análise de conteúdo. Os principais resultados obtidos foram o predomínio de atividades administrativas operacionais, desde o acompanhamento e elaboração de projetos, até mesmo responder e-mails e efetuar ações de controle financeiro ligadas a rotina de trabalho dos funcionários inseridos no setor. Percebeu-se que o desempenho do trabalho artístico, de fato, fica em segundo plano, uma vez que para a empresa funcionar é preciso cuidar da parte operacional de gestão. Além disso, as oportunidades para os negócios criativos são crescentes, mas o mercado interno ainda precisa ser desenvolvido e estimulado. Por outro lado, os empreendedores precisam assumir que suas atividades são pequenos negócios, carentes de estruturação e, consequente, de planejamento. Para contribuir com o desenvolvimento institucional e organizacional dos setores criativos, tona-se necessário investimento em produtos e serviços, com soluções específicas, que englobem a diversidade da economia criativa.
Abstract: The concept of creative economy refers to a set of activities that depend on symbolic content, which includes creativity as a raw material, as well as being the most expressive factor for the production of goods and services, which potentially favors Generation of wealth and economic development. Consequently, it can foster gains in income generation, job creation and export, promoting social inclusion, cultural diversity and human development. We also observe the economic, cultural and social aspects that integrate technology and intellectual property. The creative economy encompasses activities related to performing arts; music; visual arts; Literature and publishing; audio-visual; animation; Games; Software applied to the creative economy; advertising; radio; TV; architecture; Design; fashion; gastronomy; popular culture; Tangible and intangible assets; Handicrafts; Entertainment; Events and cultural tourism. This work is justified to broaden the theoretical discussion about the work in organizations of creative economy, since this subject is still little explored in the area of Organizational Studies in the country. With regard to the practical dimension, it is expected that this study will contribute to an understanding of new forms of management for creative economy organizations and, consequently, be able to make possible new work practices in the work environment of this type of organization. The research has as general objective to analyze the configuration of the work carried out in organizations of creative economy. To fulfill this objective, a qualitative field research was carried out. As data collection instruments, this study adopted the documentary research and semi-structured interview. The method of analysis of the research was based on content analysis. The main results obtained were the predominance of operational administrative activities, from monitoring and drafting projects, to responding to emails and carrying out financial control actions linked to the routine work of employees within the sector. It was noticed that the performance of the artistic work, in fact, is in second place, since for the company to function it is necessary to take care of the operational part of management. In addition, the opportunities for creative business are increasing, but the internal market still needs to be developed and stimulated. On the other hand, entrepreneurs need to assume that their activities are small businesses, lacking structuring and, consequently, planning. In order to contribute to the institutional and organizational development of the creative sectors, it is necessary to invest in products and services with specific solutions that encompass the diversity of the creative economy.
Keywords: Economia Criativa
Organizações
Trabalho
Creative Economy
Organizations
Work
???metadata.dc.subject.cnpq???: Administração
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
???metadata.dc.publisher.initials???: UFRRJ
???metadata.dc.publisher.department???: Instituto de Ciências Sociais Aplicadas
Instituto Multidisciplinar
Instituto Três Rios
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Administração
Citation: BITTENCOURT, Flora Thamíris Rodrigues. O trabalho em organizações de economia criativa: uma análise nas empresas participantes do processo de incubação do programa Rio Criativo. 2017. 67 f. Dissertação (Mestrado em Administração). Instituto de Ciências Sociais Aplicadas / Instituto Multidisciplinar de Nova Iguaçu / Instituto de Três Rios, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, RJ, 2017.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/2495
Issue Date: 27-Jun-2017
Appears in Collections:MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017 - Flora Thamiris Rodrigues Bittencourt.pdfDocumento principal960.01 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.