???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/1937
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorAlves, Rafaela da Silva-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/0776513963402133por
dc.contributor.advisor1Ericeira, Ronald Clay dos Santos-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/7411392702332062por
dc.contributor.advisor-co1Vicente, Carla Cristine-
dc.contributor.advisor-co2Goes, Lidiane de Oliveira-
dc.date.accessioned2017-08-01T13:57:01Z-
dc.date.issued2016-09-30-
dc.identifier.citationAlves, Rafaela da Silva. Memórias e histórias de vida de idosos que foram para Volta Redonda em busca de trabalho. 2016. [156 f.] Dissertação( PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, [Seropédica-RJ] .por
dc.identifier.urihttps://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/1937-
dc.description.resumoEste estudo ao reconstruir as memórias de idosos, tem o trabalho como fio condutor de suas trajetórias de vida, produzindo a possibilidade de compreender o desenvolvimento sócio-histórico do município de Volta Redonda além de desvelar diferentes processos de envelhecimento e de vida que acontecem nesta cidade. Propõe-se ainda a refletir os modos de como vivem os idosos nesta cidade e a relação da cidade com estas memórias. Parte-se do princípio teórico que o idoso tem a função social de lembrar e aconselhar, assim como ligar o que foi e o porvir. Nessa perspectiva, apresentam-se as experiências de vida de três idosos, pautando-se em suas histórias de vida, esses guardiões da memória, vindos para a cidade à procura de trabalho na quarta década do século passado, discute-se temas como: memória social, família, envelhecimento e trabalho. As histórias de vida ilustram toda a realidade da década da construção da Companhia Siderúrgica Nacional, a grande siderúrgica a CSN, os sentimentos, os modos agir e pensar diante desse processo que foi intrínseco a construção da cidade, que foi desenvolvida com vistas a atrair pessoas e acomodar essas pessoas, trabalhadores e famílias. Nesta pesquisa evidenciam-se as repercussões sociais desses interlocutores tanto no tempo do trabalho e no envelhecimento, bem como as suas experiências sendo permeadas por uma instituição.por
dc.description.abstractThis study, when reconstructing the memories of the elderly, has the work as the guiding thread of their life trajectories, producing the possibility of understanding the socio-historical development of the municipality of Volta Redonda and revealing the different processes of aging and life that take place in this city. It is also proposed to reflect the ways in which the elderly live in this city and the city's relationship with these memories. It is based on the theoretical principle that the elderly have the social function of remembering and advising, as well as connecting what was and what is to come. In this perspective, we present the life experiences of three elderly people, based on their life histories, these guardians of memory, who came to the city looking for work in the fourth decade of the last century, we discuss themes such as memory Social, family, aging and work. The life histories illustrate the whole reality of the decade of the construction of the National Steel Company, the great steel company to CSN, the feelings, the ways to act and think before this process that was intrinsic the construction of the city, which was developed with a view to attracting people And accommodate these people, workers, and families. This research evidences the social repercussions of these interlocutors both in the time of work and in aging, as well as their experiences being permeated by an institutioneng
dc.description.provenanceSubmitted by Celso Magalhaes (celsomagalhaes@ufrrj.br) on 2017-08-01T13:57:01Z No. of bitstreams: 1 2016 - Rafaela da Silva Alves.pdf: 1711688 bytes, checksum: 2d6cd01dc5bb5b066fa260c111530120 (MD5)eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2017-08-01T13:57:01Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016 - Rafaela da Silva Alves.pdf: 1711688 bytes, checksum: 2d6cd01dc5bb5b066fa260c111530120 (MD5) Previous issue date: 2016-09-30eng
dc.formatapplication/pdf*
dc.thumbnail.urlhttps://tede.ufrrj.br/retrieve/5804/2016%20-%20Rafaela%20da%20Silva%20Alves.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal Rural do Rio de Janeiropor
dc.publisher.departmentInstituto de Educaçãopor
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsUFRRJpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Psicologiapor
dc.relation.referencesALKINDAR, Costa. Volta Redonda ontem e hoje: Visão histórica e estética. CD-ROM, 2004. ALMEIDA, Rosemeire Aparecida de. (Re)criação do campesinato, identidade e distinção: a luta pela terra e o habitus de classe. São Paulo: UNESP, 2006. ASSIS, M. Promoção da saúde e envelhecimento: avaliação de uma experiência no ambulatório do Núcleo de Atenção ao Idoso da UnATI/UERJ. 2004. Tese (Doutorado) – Escola Nacional de Saúde Pública, Fundação Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, 2004. ASSIS, M. et al. Avaliação do projeto de Promoção da Saúde do Núcleo de Atenção ao Idoso: um estudo exploratório. In: Comunicação Saúde Educação. V.13, nº 29, p.367-82, abr./jun. 2009. BARTLETT, F. C. Remembering: A study in experimental and social psychology. Cambridge. Cambridge University Press,1932. BEDÊ, W. Volta Redonda na Era Vargas: (1941 - 1964). História Social. SMC/PMVR, 148 p. 2004. BOSI, E. A pesquisa em memória social. In: Psicologia USP. São Paulo. p. 277-284, 1993. ______. Memória e Sociedade: Lembranças de Velhos. São Paulo: Companhia das Letras. 1994. ______. O tempo vivo da memória: ensaios de Psicologia Social. São Paulo: Ateliê Editorial. 2003. BOURDIEU, P.; CHAMBOREDON, J. C; PASSERON, J. C. A profissão do sociólogo: preliminares epistemológicas. Petrópolis: Vozes, 1999. 114 114 BRASIL. Política Nacional do Idoso. Lei nº. 10741. Dispõe sobre o Estatuto do Idoso e dá outras providências, DF, 1996. BRASIL. Pacto pela Vida. Ministério da Saúde. Brasília: 76 p. – (Série A. Normas e Manuais Técnicos). Brasília. 2006. CARVALHO, José Murilo de. Cidadania no Brasil: o longo caminho. 7ª ed.; Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002. CARVALHO, Rosane Marques. O processo de envelhecimento na visão dos idosos participantes dos grupos de convivência de Volta Redonda: subsídios para confecção de cartilha informativa. RJ. 2010. 110p. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde e do Meio Ambiente). Programa de Mestrado Profissional. UniFOA, Volta Redonda/RJ. 2010. CODO, W. Um diagnóstico do trabalho (em busca do prazer) In: TAMOYO, A. et. al; Trabalho, organizações e cultura. São Paulo: Cooperativa de Autores Associados, p. 21-40, 1997. CUNHA, Maria das Graças Campolina. Campesinato brasileiro: origens e ressignificações de um modo de vida tradicional In: II Colóquio Cidade e Região, 2012. CZERESNIA, D. O Conceito de Saúde e a diferença entre prevenção e promoção. In: Cadernos de Saúde Pública. Promoção de Saúde: conceitos, reflexões, tendências. Rio de Janeiro: Ed. Fiocruz, 2003, p 39-53. DEBERT, G. G. O idoso na mídia. In: ComCiência. 2002, Disponível: http://www.comciencia.br/reportagens/envelhecimento/env12.htm. Acesso em: 14 de Março de 2015. FAUSTO, B. História do Brasil. 2ª Ed., São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1995. 115 115 FONSECA, M. A. Promoção do desenvolvimento Psicológico no envelhecimento. Contextos Clínicos, Porto Portugal, vol. 3, nº 2, p. 124-131, 2010. FRAGA. T. Volta Redonda é referência em assistência ao idoso. In: Jornal Diário do Vale. Volta Redonda, 03 de Outubro. 2014. Disponível em: <http://www.diariodovale.com.br/noticias/0,95668,Volta-Redonda-e-referencia-em-assistencia-ao-idoso.html> Acesso em: 11 de Abril de 2015. GOMES, A. C. A Invenção do Trabalhismo. Rio de Janeiro. Editora FGV, 2005. GONÇALVES, D. C.; ALBUQUERQUE, P. B.; INÁCIO, M. Reminiscência enquanto ferramenta de trabalho com idosos: vantagens e limitações In: Análise Psicológica, 1 (XXVI): 101-110, 2008. HALBWACHS, M. A Memória Coletiva. São Paulo. Centauro, 2004. IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Demográfico 2010: Informações Estatísticas da cidade de Volta Redonda. Rio de Janeiro: IBGE, 2010. IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio 2013: Síntese de Indicadores. Rio de Janeiro: IBGE, 2013. MINAYO, M. C. de S. Ciência, Técnica e Arte: O desafio da Pesquisa Social In: MINAYO, M. C. de S. (Org.) Pesquisa Social: Teoria, Método e Criatividade. 23ª ed.; Petrópolis/RJ: Vozes, p. 9-29, 2004. MUSEU DO TRABALHISMO. Fotos históricas de Volta Redonda. Disponível em: http://museudotrabalhismo.com.br/#. Acesso em novembro de 2015. NÉRI, A. L.; CACHIONI, M. Velhice bem-sucedida e educação. In: NÉRI, A.L.; DEBERT, G..G.(Orgs.). Velhice e sociedade. São Paulo: Papirus, , p.113-40, 1999. 116 116 ______. Contribuições da psicologia ao estudo e à intervenção no campo da velhice In: Revista Brasileira de Ciências do Envelhecimento Humano. Passo Fundo, p 69-80, 2004. NORA, P. Entre a memória e história: a problemática dos lugares In: Projeto História, v 10, 1993. POLLAK, M. Memória, esquecimento, silêncio In: Estudos Históricos. Rio de Janeiro, v. 2 nº 3, p. 3-15, 1989. PORTARIA Nº 2.528 DE 19 de Outubro de 2006. Disponível em: http://dtr2001.saude.gov.br/sas/PORTARIAS/Port2006/GM/GM-2528.htm. Acesso em março de 2015. PORTELLI, Alessandro. História oral e poder In: Mnemosine, v. 6, nº. 2, 2010. SÁ, Celso Pereira de. A memória histórica numa perspectiva psicossocial In: Morpheus: Revista Eletrônica em Ciências Humanas. Ano 09, nº 14, 2012. ______. Sobre o Campo de Estudo da Memória Social: Uma Perspectiva Psicossocial In: Psicologia: Reflexão e Crítica, vol. 20, nº 2, Porto Alegre, 2007. SANTOS, N. M. W. Memória como narrativas do sensível: entre subjetividade sensibilidade. In: GRAEBIN, C. M. G.; SANTOS, N. M. W. (Orgs) Memória Social: questões teóricas e metodológicas. Canoas: UnilaSalle, 2013. SARMENTO, Leila Rocha. A função social da escola na educação do campo In: Revista Lugares de Educação. Bananeiras/PB, v. 1, nº 2, p. 136-149, jul.-dez. 2011. VEIGA, Sandra Mayrink; FONSECA, Isaque. Volta Redonda: entre aço e as armas. Vozes: Petrópolis: 1990. 117 117 TEIXEIRA, M. B. Empoderamento de idosos em grupos de Promoção da Saúde. Rio de Janeiro: FioCruz, ENSP, Curso de Pós-Graduação em Psicologia, 2002. TEIXEIRA, O. D. N.; NERI, L. A. Envelhecimento bem-sucedido: uma meta no curso da vida In: Psicologia USP, São Paulo, p. 81-94, 2008. TIEZZI, R. A usina da Injustiça: como um só homem está destruindo uma cidade inteira. São Paulo: Geração Editorial, 2005. TINOCO, R. Histórias de vida: Um método Qualitativo de Investigação. In: Psicologia. com. pt. Portugal, p. 01-09, 2004. WANDERLEY, Maria de Nazareth B. Raízes históricas do campesinato brasileiro In: XX Encontro Anual da ANPOCS. GT 17. Processos Sociais Agrários, Caxambu/MG. 1996.por
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectMemoryeng
dc.subjectAgingeng
dc.subjectWorkeng
dc.subjectMemóriapor
dc.subjectEnvelhecimentopor
dc.subjectVolta Redondapor
dc.subjectTrabalhopor
dc.subject.cnpqCiências Humanaspor
dc.titleMemórias e histórias de vida de idosos que foram para Volta Redonda em busca de trabalhopor
dc.title.alternativeMemories and life stories of seniors who went to VoltaRedonda in search of workeng
dc.typeDissertaçãopor
Appears in Collections:MESTRADO EM PSICOLOGIA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016 - Rafaela da Silva Alves.pdf Rafaela da Silva Alves1.67 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.