???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/1299
???metadata.dc.type???: Tese
Title: Produção in vivo e identificação do sexo de embriões híbridos Equus caballus X Equus asinus
Other Titles: In vivo production and sex determination of hybrid embryos Equus caballus x Equus asinus
???metadata.dc.creator???: Silva, Paula Cardoso de Almeida 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Jacob, Júlio Cesar Ferraz
First advisor-co: Nogueira, Denise Monnerat
???metadata.dc.contributor.referee1???: Silva, Luciano Andrade
???metadata.dc.contributor.referee2???: Brandão, Felipe Zandonadi
???metadata.dc.contributor.referee3???: Soares, Maria Amélia Menck
???metadata.dc.contributor.referee4???: Mello, Marco Roberto Bourg de
???metadata.dc.description.resumo???: A transferência de embriões e outras biotecnologias reprodutivas são cada vez mais utilizadas para a produção de equinos e de outros animais, entretanto, mesmo com a expansão do mercado de muares e com crescimento do número de animais, as pesquisas relacionadas com a produção desses animais ainda são raras. O presente estudo avaliou as características relacionadas à transferência de embriões, a morfologia e a identificação do sexo de embriões híbridos (muares), verificando sua semelhança ou divergência com as características já conhecidas em equinos. Foram realizadas colheitas de embriões provenientes do cruzamento de éguas com um jumento Pêga, nos dias 6, 7, 8 e 9 após a ovulação, a taxa de recuperação embrionária, e as características relacionadas com a idade, morfologia e diâmetro embrionário foram avaliadas para os diferentes dias. Após essas avaliações, uma parte dos embriões coletados foi seccionada, com uma técnica adaptada onde o corte foi realizado com o auxílio de uma lâmina de bisturi oftalmológico. A maior porção resultante do corte foi destinada para transferência de embriões e a menor parte, juntamente com os embriões inteiros, foram utilizados para verificar a eficiência dos primers SRY e ZFX/ZFY, na análise molecular para a determinação do sexo dos embriões. Os dados foram analisados pelo teste Exato de Fisher, com 5% de significância, exceto o crescimento diário dos embriões que foi analisado através da regressão linear. A taxa de recuperação embrionária total foi de 55,9% (71/127), e para os diferentes dias de colheita D6, D7, D8 e D9, foi 57,1% (28/49), 51% (25/49), 63% (15/24), 60% (3/5), respectivamente. Os embriões coletados apresentavam-se nos seguintes estágios de desenvolvimento, mórulas: 18,3% (13/71); blastocistos iniciais: 26,8% (19/71); blastocistos: 29,6% (21/71); e blastocistos expandidos: 25,3% (18/71). O diâmetro mensurado revelou que o tamanho dos embriões variou entre 147 - 1688μm, a média do diâmetro de todos os embriões recolhidos foi de 438,04μm, e de acordo com os diferentes dias de colheita, o tamanho médio (maior e menor diâmetro) dos embriões foi de: D6 (n = 29) – 183,4μm (147 - 253μm), D7 (n = 24) – 463,2μm (168 - 886μm), D8 (n = 15) – 727,2μm (422 - 1224μm) e D9 (n = 3) – 1350,6μm (844 – 1688μm), e a taxa de crescimento diária foi de 312,7μm. Após a secção e transferência de 23 embriões, apenas uma receptora foi diagnosticada como gestante aos 15 dias, mas aos 30 dias, o embrião tinha sido absorvido. A identificação do sexo através da técnica de PCR, utilizando os primers SRY e ZFx/ZFy foi de 85,9% (61/71), sendo determinado fêmeas: 55,7% (34/61) e machos: 39,3% (27/61). A transferência de embriões é favorável para auxiliar na produção de muares, a taxa de recuperação e as características dos embriões são semelhantes aos embriões equinos. A metodologia de secção dos embriões, inviabilizou o desenvolvimento gestacional, entretanto a biopsia oriunda do corte permitiu a sexagem da maioria dos embriões coletados.
Abstract: Embryo transfer and other biotechnologies are intensivelyused for equine reproduction and other species as well. Even though there is an expansion of the mule market and an increase in the number of animals, researches working with reproduction of these animals are still scarce. The aim of this study was to evaluate aspects of embryo transfer, embryo morphology and gender identification of hybrid (horses x donkeys) embryos, checking either their similarity or divergence with the characteristics already known of equine embryos. Attempts of embryo collection on Day 6 -9 after OV were performed in mares previously bred with a Pêga donkey. The embryo recovery rates, the characteristics related to age, morphology and embryonic diameter were evaluated. After these assessments, a group of embryos was cut using an adapted technique, where, the cutting process was carried out with the aid of an ophthalmic scalpel blade. The resulting biggest cut portion was used for embryo transfer, and the smallest parts and the others whole embryos to determination of the embryo gender. Data were analyzed using Fisher's exact test, with 5% significance, except the daily growth of embryos, which was analyzed by linear regression. The overall embryo recovery rate was 55,9% (71/127), and for each group D6, D7, D8 and D9, was 57,1% (28/49), 51% (25/49), 63% (15/24) 60% (3/5), respectively. The developmental stage of the collected embryos were, morula: 18.3% (13/71); early blastocysts: 26,8% (19/71); blastocyst: 29,6% (21/71); and expanded blastocysts: 25,3% (18/71). The measured diameter revealed that the size of the embryos ranged from 147 to 1688μm, the mean diameter of all collected embryos was 438,04μm, and according to different groups, the average size (smallest and largest diameter) of embryos were D6 (n = 29) - 183,4μm (147 - 253μm), D7 (n = 24) - 463,2μm (168 - 886μm), D8 (n = 15) - 727,2μm (422 - 1224μm ) and D9 (n = 3) - 1350,6μm (844 - 1688μm), and daily growth rate was 312,7μm. After the section, the 23 embryos were transfered, only one recipient mare was diagnosed as pregnant at 15 days after ovulation, however after 30 days the embryo was lost. The efficiency of the sex identification by PCR using the primers SRY and ZFX / ZFY was 85,9% (61/71), being 55,7% (34/61) determined as female: and 39,3% (27/61) as male. Embryo transfer has shown to be favorable to aid mule reproduction, whereas the recovery rate and the characteristics of the embryos are similar to equine embryos. Altough, the methodology used to section of embryos had unable the gestational development, the most part of the biopsy derived cutting allowed sexing of the embryos
Keywords: Embryo transfer
embryo sexing
mules
molecular analysis
Transferência de embriões
sexagem embrionária
muares
análise molecular
???metadata.dc.subject.cnpq???: Ciências Agrárias
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
???metadata.dc.publisher.initials???: UFRRJ
???metadata.dc.publisher.department???: Instituto de Veterinária
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Medicina Veterinária (Patologia e Ciências Clínicas)
Citation: Silva, Paula Cardoso de Almeida. Produção in vivo e identificação do sexo de embriões híbridos Equus caballus X Equus asinus. 2015. [68 f.]. Tese( PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA VETERINÁRIA (PATOLOGIA E CIÊNCIAS CLÍNICAS)) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, [Seropédica-RJ] .
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/1299
Issue Date: 6-Nov-2015
Appears in Collections:DOUTORADO EM MEDICINA VETERINÁRIA (PATOLOGIA E CIÊNCIAS CLÍNICAS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015 - Paula Cardoso de Almeida Silva.pdf 2015 - Paula Cardoso de Almeida Silva2.07 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.