???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/1218
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Fungos micorrízicos arbusculares em briófitas e raízes modificadas de manjericão (Ocimum basilicum L.)in vitro / Camila Pinheiro Nobre
Other Titles: Arbuscular mycorrhizal fungi (AMF) in bryophytes and basil (Ocimum basilicum L.) genetic modified roots in vitro.
???metadata.dc.creator???: Nobre, Camila Pinheiro 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Berbara, Ricardo Luiz Louro
First advisor-co: Saggin Júnior, Orivaldo José
???metadata.dc.contributor.referee1???: Goto, Bruno Tomio
???metadata.dc.contributor.referee2???: Silva, Eliane Maria Ribeiro da
???metadata.dc.description.resumo???: O objetivo do trabalho foi observar a germinação e produção de glomalina e acompanhar desenvolvimento de espécies de fungos micorrízicos arbusculares (FMA) do banco de germoplasma da Embrapa em raízes geneticamente modificadas de manjericão e em briófitas in vitro. Ainda, avaliar sua interação com os hospedeiros e a influência de meio de cultura enriquecido com ácidos húmicos no crescimento do fungo e da briófita Lunularia cruciata. Para isso algumas espécies de FMAs foram selecionadas e tiveram seus glomerosporos extraídos e submetidos ao processo de desinfestação superficial, colocados em meio Agarágua e câmara com temperatura controlada para germinar. Realizou-se teste de germinação por 15 dias e os resultados foram submetidos a análise de variância e aplicado teste de Tukey à 5% de probabilidade. Espécies com glomerosporos germinados (Gigaspora margarita, Glomus manihots, Scutellospora heterogama e Glomus proliferum) foram colocadas em raízes modificadas de manjericão roxo onde tiveram seu crescimento observado até 100 dias após a inoculação. Ainda como parte da caracterização de espécies de FMAs foi realizado a quantificação dos teores de glomalina nas amostras de multiplicação sendo os resultados submetidos a análise de variância e aplicado teste de Scott-Knott à 5% de probabilidade. No segundo capítulo foi verificado o efeito da associação FMAs em raízes modificadas de manjericão roxo e no terceiro capítulo a influência da associação ácido húmico em diferentes concentrações, briófita Lunularia cruciata (área e comprimento) e FMAs. Os resultados foram submetidos à análise de variância e teste de Tukey a 5% de probabilidade. Scutellospora heterogama foi a espécie com maiores taxas de germinação de glomerosporos, seguida da Gigaspora margarita. As espécies de Glomus esporularam logo após a formação da simbiose. A quantidade de glomalina produzida pelos diferentes FMAs foi distinta, em especial na fração glomalina total. As diferentes espécies de FMAs não apresentaram distinção na eficiência de promover o desenvolvimento das raízes transformadas de Ocimum basilicum. O crescimento de raízes transformadas de manjericão em meio MSR foi ampliado a partir dos 15 dias após a inoculação de fungos micorrízicos. O uso de ácidos húmicos no meio de cultura em concentrações de 20 e 80 mg C.L-1 incrementou o crescimento da briófita Lunularia cruciata e sua associação com fungos micorrízicos arbusculares, assim como promoveram a maior esporulação de Gl. proliferum. A associação Lunularia cruciata e FMAs foi caracterizada como mutualista já que ambos apresentaram benefícios em crescimento e esporulação. Gigaspora margarita e Glomus proliferum promoveram maior crescimento de Lunularia cruciata.
Abstract: The aim of this study was to observe the germination, production of glomalin and monitor development of species of mycorrhizal fungi (AMF) of the germplasm bank of Embrapa in root organ culture (ROC) of basil and bryophytes in vitro, analyzing their interaction with the hosts and the influence of the culture medium enriched with humic acids on fungal growth and bryophyte Lunularia cruciata. For this, some AMF species were selected and had their glomerospores extracted and subjected to surface disinfection process, placed in water-agar medium and temperature-controlled chamber to germinate. A germination test was conducted for 15 days, and the results were analyzed by ANOVA and Tukey test applied to 5% probability. Species with germinated glomerospores (Gigaspora margarita, Glomus manihots, Scutellospora heterogama and Glomus proliferum) were placed in ROC of purple basil where they had their growth observed until 100 days after inoculation. Also as part of the characterization of AMF species it was quantified the level of glomalin in the samples of multiplication and the results were subjected to analysis of variance and Scott-Knott test at 5% probability. In the second chapter it was investigated the effect of mycorrhizal association in ROC of purple basil, and in the third chapter the influence of different concentrations of humic acid and association with growth of Lunularia cruciata (area and length). The results were submitted to ANOVA and Tukey test at 5% probability. Scutellospora heterogama was the species with higher germination rates of glomerosporos, followed by Gigaspora margarita. The species of Glomus sporulated after formation of symbiosis. The amount of glomalin produced by different AMF was distinct, especially in total glomalin fraction. Different AMF species did not show difference in efficiency to promote development of Ocimum basilicum transformed roots. The growth of basil transformed roots in the MSR was extended from 15 days after inoculation with mycorrhizal fungi. The usage of humic acids in the culture medium in concentrations of 20 and 80 mg CL-1 enhanced growth of bryophyte L. cruciata, and its association with mycorrhizal fungi, as well as promoted the highest number of spores of Gl. proliferum. The association L. cruciata and AMF was characterized as mutualistic, since both had advantages in growth and sporulation. Gigaspora margarita and Glomus proliferum increased growth of Lunularia cruciata.
Keywords: Monoxenic culture
Humic Substances
Cultivo
Monoxênico
Substâncias Húmicas
Esporulação
Sporulation
???metadata.dc.subject.cnpq???: Ciências Agrárias
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
???metadata.dc.publisher.initials???: UFRRJ
???metadata.dc.publisher.department???: Instituto de Agronomia
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Agronomia e Ciência do Solo
Citation: Nobre, Camila Pinheiro. Fungos micorrízicos arbusculares em briófitas e raízes modificadas de manjericão (Ocimum basilicum L.)in vitro / Camila Pinheiro Nobre. 2011. [90 folhas]. Dissertação( PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA E CIÊNCIA DO SOLO) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, [Seropédica - RJ] .
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/1218
Issue Date: 17-Feb-2011
Appears in Collections:MESTRADO EM AGRONOMIA - CIÊNCIA DO SOLO

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011 - Camila Pinheiro Nobre.pdfCamila Pinheiro Nobre2.65 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.